O mar morto, entre Israel e Jordânia, pode desaparecer pelo uso insustentável das águas
shutterstock
O mar morto, entre Israel e Jordânia, pode desaparecer pelo uso insustentável das águas

Após a rápida campanha de vacinação que permitiu frear a Covid-19 no país, Israel anunciou nesta quarta-feira (14) que a autorizará a entrada de turistas a partir de 23 maio. As autoridades fecharam as  fronteiras aos turistas em março de 2020.

De acordo com os ministérios da Saúde e Turismo de Israel, turistas poderão voltar, mas apenas caso estejam vacinados e apresentem um teste PCR negativo. Também precisarão fazer um exame sorológico na chegada a Israel para comprovar a eficácia da vacinação.

Em um primeiro momento, as autoridades israelenses autorizarão apenas as viagens "em grupo" e o número será "limitado". Em uma próxima fase, os turistas poderão viajar de maneira individual, mas esta possibilidade dependerá da evolução da crise de saúde.

Em Israel, quase cinco dos 9,5 milhões de habitantes (53% da população) já receberam as duas doses da vacina da Pfizer. Depois de chegar a registra 10.000 casos por dia em janeiro, o país reduziu o número de infectados a menos de 200 graças à vacinação.

Com informações da AFP*

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários