confusão em avião arrow-options
Reprodução/Twitter
Wendi Williams reclinou assento em avião e passageiro de trás não gostou da atitude

Reclinar o assento no avião pode causar algumas confusões. Num voo da American Airlines, dois passageiros discutiram após um deles deitar a poltrona durante uma viagem. A situação aconteceu durante no voo 4392, de Nova Orleans para Charlotte, nos Estados Unidos, no dia 31 de janeiro.

Leia também: Descubra os melhores lugares do avião para quem vai viajar com criança

Wendi Williams reclinou seu assento e um homem que estava sentado atrás dela socou a poltrona em protesto. A ação foi filmada pela passageira , postada no Twitter e gerou muita discussão. No vídeo é possível ver o passageiro empurrando o assento da frente enquanto assiste a algo. A mesa utilizada para comer está reclinada. Assista abaixo:

Na legenda, Wendi escreveu. “Ele ficou com raiva por eu ter reclinado meu assento e apertou cerca de nove vezes - forte, quando comecei a filmar ele renunciou o comportamento”. A passageira ainda alegou que a aeromoça da American Airlines a repreendeu pelo ato e ofereceu uma bebiba ao homem pelo “incomodo”.

Em entrevista ao  Daily Mail, Wendi comentou que o homem tinha solicitado primeiro que ela colocasse a poltrona no lugar enquanto ele comia. Ela assentiu e, depois que ele terminou a refeição, ela reclinou novamente. E foi aí que o homem não gostou da atitude. Wendi alegou que tem um disco cervical que não está fundido, o que lhe causa dor e, por isso, precisou se ajeitar melhor.

Ao procurar a companhia aérea para reclamar da situação e do tratamento da comissária de bordo, a passageira ouviu que era melhor “procurar o FBI” para obter resolução do caso.

Quem está certo?

Dá para imaginar que o campo de comentários da postagem de Wendi virou um campo de batalha: ela está errada de reclinar o assento? O homem foi estressado demais? Qual seria a atitude correta da companhia aérea? Alguns usuários deixaram suas opiniões.

“Não acredito que a American Airlines não fez nada por essa pobre mulher, mas deu uma bebiba a esse monstro”, escreveu uma mulher; “Se eu pagar pelo maldito assento, reclamarei se quiser”; “Eu teria me levantado e dito ‘ei amigo, eu paguei por este assento , o assento todo, então mantenha suas mãos para si mesmo”, escreveram os apoiadores de Wendi.

Porém, alguns acharam que ela foi incômoda. “Eu tenho 1.80m e não suporto pessoas imprudentes colocando seus assentos reclináveis”, escreveu um homem. “Provavelmente, o lugar não foi sua escolha. Ela está reclamando que ele não está sendo atencioso com ela, bem, o que ela está fazendo?”, comentou outro.

Depois de toda a repercussão do caso, a American Airlines emitiu um comunicado dizendo que se preocupa com a segurança e conforto dos clientes e membros da equipe e que a “equipe está investigando o problema”.

Leia também:5 dicas para conseguir relaxar e dormir no avião

Nesse embate, quem está certo? A passageira , o homem ou a companhia aérea? Vote na enquete abaixo:


    Veja Também

      Mostrar mais