Praias e rios contam com paisagens quase sempre maravilhosas e que convidam para um mergulho. Mas alguns lugares escondem perigos e é preciso muito cuidado. Domingos Montagner, ator da Globo, morreu afogado depois de ser arrastado por uma forte correnteza no Rio São Francisco. Depois de mais de quatro horas de busca, o corpo do ator foi encontrado preso a algumas pedras. 

undefined
Reprodução/ Globo
Algumas praias ou rios podem ser traiçoeiros . Ator Domingo Montagner morreu afogado no São Francisco




A correnteza é um fator de risco em rios e também em diversas praias . Mesmo quem sabe nadar pode ser pego de surpresa e arrastado pela força das águas ou ser vítima de uma forte onda. 

Segundo reportagem do "Fantástico", o local do acidente com Domingos é um rio cercado por pedras e o fundo é repleto de imperfeições. Com isso, a água bate nas pedras e volta, formando uma correnteza. Além disso, o fundo irregular, mais o movimento das águas, promovem diversos redemoinhos que podem sugar uma pessoa para o fundo. 

O maior perigo, ainda de acordo com o programa, é que a superfície da água, muitas vezes, não indica qualquer sinal de problema. As águas parecem calmas, mas a pouca profundidade já estão os tais redemoinhos. Com a baixa do rio, eles ficam ainda mais próximos à superfície. 

undefined
Divulgação
Cachoeira do Parque Nacional de Itatiaia


Tome cuidado em sua próxima viagem. O Rio São Francisco não é o único ponto turístico perigoso para tomar banho. Em Itatiaia, cidade localizada no estado do Rio de Janeiro, existem várias cachoeiras muito frequentadas por turistas. Apesar disso, lá também é um zona perigosa e, em determinada época do ano, fica proibido a entrada de pessoas pelo risco. No local já aconteceram algumas mortes por conta de acidentes resultantes de fortes correntezas, mesmo com sinalizações.

O perigo também está no mar . Por isso, separamos uma lista com 5 praias em todo o mundo em que seus visitantes podem apreciar a paisagem, mas devem tomar cuidado na hora do banho para evitar acidente. Veja:

Zipolite, no México

undefined
Reprodução/Pinterest
Praia de Zipolite, no México, é uma das mais perigosas do mundo


O mar de Zipolite, no México, está na lista das mais perigosas do mundo. O local atrai turistas no ano inteiro por conta de toda sua beleza, mas no mar as ondas são grandes e as correntes são muito fortes. Muitas pessoas já morreram nas águas traiçoeiras do local mesmo com o aviso de todo seu perigo.

Hanakapiai Beach, Havaí, EUA

undefined
Reprodução/Pinterest
Hanakapiai, no Havaí, tem águas perigosas e com muitas correntezas


Mesmo com toda a beleza que o Havaí tem, em Hanakapiai é extremamente perigoso tomar banho de mar por conta de correntezas. No próprio local existe uma placa alertando os visitantes, já que muitas pessoas já morreram lá.

+ 19 praias que valem uma caminhada

Praia da Daniela, Florianópolis, Brasil

undefined
Reprodução
No Brasil, a praia de Daniela também oferece riscos


Quem chega lá não imagina o quanto pode ser perigoso se arristar no mar. Isso porque mesmo com a ausência de ondas, fortes correntes se formam por toda parte das águas que cobrem o local. 

Jacaraípe , Espírito Santo

undefined
Reprodução
Jacaraípe sofre com correntezas que já resultaram em algumas mortes


No Espírito Santo existem muitas praias perigosas por conta de correntezas e ondas fortes. Entre elas, Jacaraípe, onde há uma concentração de surfistas, mas a correnteza forma valões e pode ser muito perigosa.

Fraser Island, Austrália

undefined
Reprodução/Pinterest
Além de correntezas, a praia oferece riscos por conta de tubarões e crocodilos


Apesar de toda beleza da Austrália, alguns locais devem ser evitados. A praia Frases Island é um deles. Nas águas é possível encontrar tubarões, águas-vivas, aranhas e crocodilos. Além disso, suas correntes são fortes e podem resultar em afogamentos.

Alerta dos bombeiros

Esses lugares são lindos, mas há grande risco de afogamento, que segundo o Corpo de Bombeiros, é uma asfixia gerada por aspiração de líquido de qualquer natureza que inunde o aparelho respiratório. Isso pode gerar alguns sinais como hipotermia, náuseas, vômito, distensão abdominal, tremores , cefaléia (dor de cabeça), mal estar, cansaço, dores musculares. Em casos especiais, pode haver apnéia (parada respiratória), ou ainda, uma parada cárdio-respiratória.

10 razões para curtir a praia no inverno

Os bombeiros ainda explicam que é bom evitar nadar sozinho em áreas não supervisionadas ou em locais desconhecidos. Caso caia em uma corrente em uma praia, a orientação é nadar diagonalmente e não tentar seguir contra a correnteza.  Também tente pedir por socorro. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários