Destino dos famosos: as histórias e praias de Paraty

Sabrina Sato, José Loreto e Jojo Todynho já visitaram a cidade que reúne muita natureza e foi colônia portuguesa

José Loreto, Sabrina Sato e Jojo Todynho aproveitaram a cidade
Foto: Reprodução/Instagram
José Loreto, Sabrina Sato e Jojo Todynho aproveitaram a cidade



No litoral sul do Rio de Janeiro , a cidade de Paraty é famosa pelas calçadas de pedra, a natureza exuberante e pela riqueza de história. A 258 km da capital fluminense e divisa com o estado de São Paulo, o destino chama a atenção de turistas famosos como José Loreto, Jojo Todynho e até a produção do reality show "Ilha Record", que levou Sabrina Sato e 13 participantes para uma das ilhas da cidade. 


Próximo a  Angra dos Reis , Ilha Grande e Cunha , Paraty foi colônia portuguesa e tem como cenário a Costa Verde do Brasil, além de ter parte do território no Parque Nacional da Serra da Bocaína. Visitar o município é uma ótima ideia para quem quer algo próximo e mais rentável. A melhor época para conhecer o local é fora das chuvas ou do inverno, ou seja, nos meses de outubro, novembro, fevereiro e março. Janeiro pode ter chuvas fortes, então é preciso cuidado ao pensar na data da viagem.

Como chegar em Paraty?

Foto: Reprodução
Centro de Paraty


Saindo de São Paulo, há duas opções: ir pelas estradas Ayrton Senna ou Dutra, ou pegar um avião até o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e partir de lá. Se a preferência é pelo voo, o preço médio da passagem aérea é de R$ 295. Saindo do Rio de Janeiro, é preciso pegar a Rodovia Mário Covas.

O tempo de viagem saindo de São Paulo ou Rio de Janeiro é parecido. Da capital paulista, o turista leva quatro horas e 12 minutos para chegar, já da capital fluminense, o tempo é de quatro horas e oito minutos. 

Você viu?

Onde se hospedar em Paraty?

Foto: Reprodução
Paraty tem diversos tipos de hospedagem

Para ficar no destino, há várias opções de hospedagem: o turista que quer mais conforto em hotéis de cinco estrelas, o preço médio diário é de R$ 970. Hotéis no centro histórico e mais simples têm média de R$ 270, perfeito para o viajante que quer ficar próximo de bares e museus. A cidade também tem diversas opções de Airbnb's, com casas, apartamentos e até quartos. O preço médio para se hospedar pelo site é de R$ 365. 

O que fazer em Paraty?

Foto: Reprodução
Paraty é famosa pelas praias e natureza


Apesar da cidade ser pequena, Paraty tem diversas atividades obrigatórias para quem quer conhecer o destino. O centro, como dito antes, é repleto de história, arte e cultura. Uma visita essencial é o casario de Paraty, maior cartão-postal da cidade.

Como Paraty tem ruas pequenas e de pedra, não é possível passear de carro por ela. Passear pelas casas, restaurantes e igrejas relembram a época de colonização portuguesa e da Estrada Real, que escoava o minério de ouro vindo de Minas Gerais. 

As praias mais famosas estão ao redor da cidade, como Pontal e Jabaquara. A primeira, mas próxima do centro, é repleta de bares e restaurantes, além de uma vila de pescadores. Outras praias famosas são a do Sono e Ponta Negra, com trilhas e cachoeiras próximas. 

Já a de Jabaquara tem uma faixa de areia mais extensa. Para os que preferem cachoeiras, Paraty tem diversas quedas d'água, como a do Tobogã, que pode ser visitada junto do Poço do Tarzan. De difícil acesso, mas muito procurada por turistas, a cachoeira do Saco Bravo deságua no mar. 

Um passeio essencial para conhecer praias é o clássico passeio de escuna, com saídas diárias do píer e faz o roteiro mais tradicional: Praia Vermelha, Praia da Lula, Lagoa Azul e Ilha Comprida. Há passeios também de mergulho, para conhecer a fauna de peixes e corais. 

Além de ver a história e natureza de Paraty, uma boa dica é visitar os alambiques da cidade, o destino é um das maiores produtores de cachaça do Brasil. Há passeios guiados, mas se preferir, pode acessar por conta própria.