O litoral brasileiro é cercado de história e cultura, principalmente do período imperial. Em Vitória, capital do Espírito Santo, esse pedaço da história do Brasil está representado nas construções centenárias e no modo de vida da população.

Leia também: 10 passeios bate e volta saindo de Vitória, no Espírito Santo

Uma das três ilhas-capitais do Brasil, Vitória foi fundada em 1535 por Vasco Fernandes Coutinho. Abrigou indígenas, serviu de ponto estratégico de defesa na época de Dom Pedro I e nos últimos anos tem crescido no gosto dos viajantes pela grande variedade de pontos turísticos e patrimônio histórico, assim como Vila Velha que fica a 12 km da capital.

Numa viagem dá para mesclar Vitória e Vila Velha e montar um roteiro bem extenso de locais para visitar. Se você se interessou pela ideia, o iG Turismo montou uma lista dos pontos essenciais nesse "combo" com a ajuda do guia de turismo, Helder Ferreira dos Santos, da Expert Turismo.

1. Convento da Penha

convento da penha arrow-options
shutterstock
O Convento da Penha, em Vila Velha - Espírito Santo

Não dá para falar de Vitória sem um dos seus pontos turísticos mais famosos: o Convento da Penha. Construído entre 1558 e 1658, o convento está a 154 metros de altitude, no alto de um penhasco.

Lá no alto o turista irá encontrar uma lojinha com artigos religiosos, a capela de Nossa Senhora da Penha e uma bela vista da cidade de Vitória. O trajeto até o Convento pode ser feito a pé, mas é mais recomendado que seja feito de carro. Muitas agências de turismo, como a Expert Turismo , fazem a subida e fornecem guias que explicam toda a história do local. A visitação é gratuita.

2. Fábrica de chocolates da Garoto

vitória arrow-options
Flavia Matos/ IG
A loja da Garoto fica ao lado da fábrica, em Vila Velha

A Fábrica de Chocolates da Garoto fica na cidade vizinha Vila Velha. A fábrica é composta por imensos galpões, e acoplado a eles ficam o museu do chocolate e a lojinha da marca. Lá os turistas podem comprar os produtos frescos, direto de fábrica.

A entrada do museu custa R$ 10 e funciona de segunda a sexta das 10h às 16h e aos sábados das 09h às 13h. Já a loja está aberta de segunda a sexta das 09h às 17h e nos sábados das 09h às 14h.

3. Praia da Costa

praia da costa arrow-options
shutterstock
A Praia da Costa é uma das mais frequentadas de Vila Velha

Ainda em Vila Velha , o turista pode desfrutar da Praia da Costa, uma das mais bonitas e limpas da cidade. Lá tem um marco zero e uma extensa faixa de areia. O visual é completado por rochas e água esverdeada. Há diversos quiosques pela orla da praia e muitas pessoas praticam esportes como futebol ou vôlei na areia.

4. Praça dos Namorados + Praça da Ciência

vitória arrow-options
Wikimedia Commons
A Praça dos Namorados é uma das mais frequentadas em Vitória

A Praça dos Namorados é equipada com pista de skate, parquinho, quadras de futebol, tênis e basquete. É muito visitada por turistas e frequentada pelos moradores para a prática de exercícios físicos.

Durante os fins de semana, a partir das 18h, a Praça dos Namorados abriga uma feirinha que une artesanato e comidas típicas. Se o turista chegar ao local cedo, dá para percorrer o calçadão até a Praça da Ciência, que conta com brinquedos que misturam ciência e física e entretêm as crianças. O horário de funcionamento do local é das 08h as 12h; das 13h as 17h.

5. Curva da Jurema

curva da jurema arrow-options
Reprodução/ capixabadagema.com.br
A Curva da Jurema é animada aos fins de semana com música ao vivo nos quiosques

Uma das praias boas de Vitória é a Curva da Jurema. Bem frequentada, a extensão de areia fica de frente para a Ilha do Boi e para a Ilha do Frade. Tem muitos quiosques e, no fim de semana, reúne moradores que se juntam para curtir a praia e aproveitar as músicas ao vivo dos bares.

Da Curva da Jurema é possível ir andando até a Praça dos Namorados. Lá perto também ficam os shoppings Vitória e Boulevard da Praia.

6. Instituto da Baleia Jubarte + Projeto Tamar + Praça do Papa

vitória arrow-options
Flavia Matos/ IG
O Projeto Tamar em Vitória fica próximo do Instituto da Baleia Jubarte

Na Praça do Papa é possível fazer três atrações de uma vez só. Inaugurada em 2008, a praça foi batizada assim depois que João Paulo II realizou uma missa no local em 1991. Por lá existe o monumento “Cruz Reverente” para lembrar a visita.

A alguns metros da cruz está o Instituto da Baleia Jubarte. Segunda unidade no Brasil (a primeira fica na Praia do Forte, na Bahia), o espaço tem ossos de baleias, fotos dos animais marinhos e oferece passeios de escuna para a visualização das baleias. Esse passeio custa em média R$ 200 e só pode ser feito entre os meses de junho e outubro. Para quem vai apenas visitar o Instituto a entrada custa R$ 5 e funciona de terça a domingo, das 09h às 18h.

Na mesma praça está o Projeto Tamar, uma organização que cuida da proteção de tartarugas, O turista poderá ver filhotes e animais adultos se alimentando. Uma trilha leva até os ossos de uma tartaruga gigante e também mostra os pontos turísticos da cidade como o Convento da Penha e a Terceira Ponte. A entrada custa R$ 16 (inteira) e o espaço está aberto todos os dias, das 08h20 às 17h.

7. Triângulo das Bermudas

vitória arrow-options
Reprodução
No triângulo das bermudas o visitante curta a noite capixaba

O Triangulo das Bermudas é um espaço divertido para quem quer curtir a noite capixaba . Repleto de restaurantes e bares, o espaço de três ruas fica lotado no fim de semana e está próximo da Praça dos Namorados.

8. Catedral Metropolitana de Vitória + Palácio Anchieta

vitória arrow-options
Leonardo Rodrigues Cavalcante
A Catedral e o Palácio Anchieta ficam na Cidade Alta, próximo do porto de Vitória

Vitória tem sua história intimamente ligada ao Padre José de Anchieta (que também é Santo). Pela cidade o turista encontrará placas com os dizeres “caminhos de Anchieta”, para indicar por onde o Padre caminhou na evangelização dos índios.

Por esse motivo, o turismo religioso é muito forte no Estado. Um dos pontos para se conhecer é a Catedral Metropolitana de Vitória. Localizada na Cidade Alta, a igreja começou a ser construída em 1920 e só terminou na década de 70. Com uma arquitetura neogótica, é uma das construções mais imponentes da cidade.

Já o Palácio Anchieta é a sede do poder executivo do estado do Espírito Santo e chama atenção por sua arquitetura. Inicialmente uma igreja, o local também foi utilizado como casa e colégio. Desde 1983 é tombado pelo Conselho Estadual de Cultura e teve uma grande obra de restauro em 2009.

9. Associação das Paneleiras de Goiabeiras

vitória arrow-options
Flavia Matos/ IG
A Associação das Paneleiras é pequena e cheia de mulheres vendendo suas artes

Um dos pratos tradicionais do Espírito Santo é a moqueca capixaba, que geralmente é preparada em panelas pretas de barro. Essas panelas são confeccionadas pelas Paneleiras do bairro Goiabeiras.

Descendentes de índios, as mulheres têm uma associação que é aberto aos turistas para a compra das panelas de barro. Por lá dá para ver todo o processo de extração do barro do manguezal, a limpeza e a queima para pegar a forma de uma panela. Dentro do galpão estão localizadas várias paneleiras que vendem seus artigos aos visitantes.

10. Ilha do Boi

espírito santo arrow-options
Leonardo Rodrigues Cavalcante
Vista da Ilha do Boi, em Vitória

Por último, porém não menos importante, está a Ilha do Boi. A parte mais abastada de Vitória é muito bonita para um passeio. A vista da Terceira Ponte é ótima e também é possível ver tartarugas no oceano. A Ilha do Frade, que fica ao lado, só pode ser acessada por moradores e abriga os mais ricos da cidade.

Leia também: 5 destinos baratos para você viajar nas férias de verão

Se interessou por conhecer Vitória ? A cidade tem um custo de viagem mais baixo em relação a outros destinos. Saindo de São Paulo e Rio de Janeiro, a média de passagem aérea é de R$ 200; se o ponto de saída por Porto Alegre, a média dos tickets sobe para R$ 300. Uma boa hospedagem com café da manhã fica em torno de R$ 200.

    Veja Também

      Mostrar mais