Tamanho do texto

Estudo indica a época ideal para gastar menos com a compra da passagem

Antes de comprar uma passagem de avião , o viajante precisa pesquisar os preços com cautela para conseguir encontrar as melhores ofertas. Entretanto, uma dúvida muito comum é qual a época ideal para comprar e como selecionar os valores mais baratos para voos nacionais.

Antes de comprar uma passagem de avião, o viajante precisa saber qual o melhor período para comprá-la e economizar
shutterstock
Antes de comprar uma passagem de avião, o viajante precisa saber qual o melhor período para comprá-la e economizar

Para ajudar nessa questão da passagem de avião , o Viajala, buscador de voos e hotéis, analisou 400 mil buscas de voos e observou a evolução de preços das passagens nacionais no período de compra de um dia a cinco meses de antecedência. O estudo considerou o intervalo de outubro de 2017 até o mesmo mês deste ano.

Os resultados mostram que o aumento nas tarifas torna-se mais visível e constante conforme o dia da viagem chega mais perto. A partir de três semanas, por exemplo, nota-se uma grande variação. O crescimento exponencial, no entanto, ocorre nos últimos sete dias antes do embarque.

Diante dos dados obtidos, a pesquisa concluiu que o período ideal de antecedência para a compra da passagem nacional é de 45 a 60 dias. De acordo com Eduardo Martins, diretor da empresa no Brasil, vários fatores influenciam no custo das passagens aéreas e que, por isso, a variação de preço pode mudar de um ano para o outro – mas, no geral, o período recomendado costuma ser estável.

Qual dia e mês da passagem de avião mais barata e outras dicas

Comprar uma passagem de avião muito perto da viagem pode fazer o turista ter que desembolsar mais e elevar os gastos
shutterstock
Comprar uma passagem de avião muito perto da viagem pode fazer o turista ter que desembolsar mais e elevar os gastos

O levantamento ainda comparou a média de valor gasto a mais em relação a quem compra dois meses antes. Em comparação de duas a três semanas, o preço cresce 24%. De uma a duas semanas antes, o valor pago sobe 48%. Já quem compra na última semana paga 78% mais caro.

Martins explica que, apesar do estudo mostrar que o planejamento é importante, pesquisar tanto tempo antes, ou seja, de seis a oito meses e também um ano, não vai fazer diferença na hora da economia.  

“A dica para os mais tradicionais é pesquisar com três a oito semanas de antecedência. Os aventureiros, que preferem correr o risco e procurar promoções de última hora, precisam ficar de olho nos alertas de metabuscadores para melhorar suas chances”, aconselha.

Na hora da compra, é importante também observar o dia da partida . Os preços mais baixos são encontrados em voos nas terças, quartas e quintas-feiras. Os valores mais elevados, por sua vez, são detectados nos embarques que ocorrem nos sábados, domingos e segundas-feiras.

Além dos dias da semana, o mês escolhido para a viagem também impacta no preço da passagem aérea. Quem opta por viajar entre os meses de maio, abril, maio e junho paga 25% a menos. Já em dezembro e janeiro, períodos mais procurados, o consumidor tem seus gastos elevados em 20%. Esses dados, inclusive, independem do tempo de antecedência da compra da passagem.

O profissional ainda sugere que o turista procure saber sobre a alta e baixa temporada do destino antes de comprar a passagem de avião para evitar preços altos, lotação, clima desagradável e outros itens que podem causar decepções. “O melhor é fugir de épocas de férias coletivas e feriadões e marcar a  viagem em meses mais tranquilos, como abril, maio ou setembro”, recomenda.