Curaçao é uma ilha que une as culturas holandesa e caribenha

Além de boa comida e belas paisagens, o destino oferece uma gama de opções de atividades, desde históricas às aventureiras

Curaçao está entre os lugares mais visitados do mundo
Foto: Reprodução
Curaçao está entre os lugares mais visitados do mundo

Curaçao é uma ilha de colonização holandesa e um destino caribenho maravilhoso para conhecer. Fica a apenas 70 km da Colômbia e tem o holandês como idioma principal, mas também fala-se inglês, espanhol e papiamento – dialeto que mistura vários idiomas diferentes, incluindo o português. O número de habitantes é diminuto – 150 mil – e a economia baseia-se na refinaria de petróleo e no turismo em si. Curaçao é destaque entre as ilhas caribenhas especialmente devido ao clima agradável durante todo o ano e por estar fora da rota de furacões.

A beleza natural do destino possibilita excursões ao ar livre, praias belíssimas para praticar mergulho. A temperatura normalmente permanece entre os 25°C e os 30°C, e por ser um clima constante é possível sentir-se à vontade para escolher qual a época do ano em que deseja ir, sem medo de imprevistos. 

Como chegar?

Um ponto positivo de Curaçao é que ele fica a apenas duas horas de voo saindo da Cidade do Panamá, 1h20 de Bogotá e 2h30 de Miami. Saindo do Brasil, a viagem pode durar até nove horas, mais ou menos. Curaçao conta com serviços de várias linhas e também de cruzeiros, para quem prefere viajar via mar. Detalhe: os brasileiros não precisam de visto para entrar na ilha. 

Beleza urbana

É de praxe conhecer a rua Handelskade de Curaçao, histórica orla com casinhas multicoloridas da capital, Willemstad. De frente para a rua é possível atravessar a Ponte flutuante Rainha Emma, conhecida como “A Senhora que balança”. Além disso, de diversos pontos em Punda e Scharloo, é possível admirar e fotografar murais produzidos por artistas locais.

E as praias? 

Para os viajantes que amam conhecer as praias que os destinos oferecem, Curaçao oferece 35 opções, todas elas com água cristalina e areias brancas. Muitas delas são isoladas ou incrustadas em enseadas privadas que possibilitam que os visitantes nadem, relaxem e admirem a vista.

(Continue a leitura logo abaixo)

História e cultura

Curaçao reúne em seu território 55 culturas. A herança da ilha pode ser explorada por meio das construções coloniais, fazendas históricas – as landhouses/landhuis –, fortes e museus, todos bem conservados. A mistura singular do estilo europeu com o caribenho oferece uma experiência que o viajante não consegue encontrar facilmente em outros locais. 

Turismo de aventura

Para os que preferem algo mais radical, o terreno da ilha é perfeito para caminhadas, passeios de mountain bike e quadriciclo. Além disso, há mais de 70 locais próprios para mergulho e snorkel que oferecem paisagens marinhas de tirar o fôlego. 

 Culinária

Influenciada histórica e culturalmente, Curaçao oferece uma mistura de cozinhas. Dos restaurantes chiques aos cafés na calçada, além de bares praianos e food trucks, é possível experimentar tudo que a ilha pode oferecer em termos de sabor. 

“Dushi”

No idioma papiamentu da ilha, “dushi” quer dizer “doce”, “agradável” ou “belo”. Curaçao abrange grande diversidade de hotelaria, incluindo pequenos hotéis-boutique e grandes resorts, ou seja, todos os perfis de viajantes podem ser atendidos. 

Festas e eventos

A ilha produz uma série de festivais ao longo do ano que celebram a comida, música e esporte nativos, entre outros. É possível aproveitar passeios de vela, concertos, atletismo e ciclismo, tudo meticulosamente organizado.

** Estagiário das editorias Queer, Canal do Pet e Turismo desde 2021, Miguel Trombini já passou pelas editorias Delas e Receitas. Produz majoritariamente para a página LGBTQIAP+ do iG e utiliza um pouco da experiência como homem trans e gay para oferecer o conteúdo mais completo possível acerca da diversidade sexual e de gênero.