Tamanho do texto

Quem procura o que fazer em Bilbao pode se encantar com a história de Casco Viejo ou vislumbrar a modernidade de Abandoibarra e seus arredores

Quando se fala em visitar a Espanha , uma viagem ao coração do País Basco talvez não seja a primeira ideia a passar pela sua cabeça. Mas quem vai para a cidade mais populosa deste território autônomo vai descobrir que há muito o que fazer em Bilbao, tanto de dia quanto de noite.

Foto da Torre Iberdrola e de seus arredores ao pôr do sol
Cedida por Bilbao Turismo
Procurar o que fazer em Bilbao é se deparar com uma cidade rica em tradição e inovação por todos os lados

Embora não seja a capital do território autônomo, Bilbao é uma cidade especialmente rica em atrações para quem gosta de arquitetura, cultura, esportes, gastronomia, parques e vida noturna.

Quem procura o que fazer em Bilbao não vai só se deparar com um destino encantador e cosmopolita, mas também verá que a cultura local é marcada fortemente pela identidade basca.

De acordo com informações oficiais da Bilbao Turismo , instituição oficial para a promoção do turismo na cidade, a ligação com as terras e as águas que margeiam a nação basca é uma das forças motrizes da comunidade e se manifesta na culinária, nas tradições e na personalidade do povo.

Mas, talvez, tão imponentes quanto as tradições culturais e culinárias da região sejam suas belas construções, sua paixão pelo esporte e os diversos festivais de música que agitam as noites e finais de semana ao longo do ano.

E não importa se você está indo para Bilbao à procura de festas, de história, de gastronomia ou de cultura. A maior cidade do País Basco está em constante mudança e renovação, recheada de surpresas para você, seus amigos e sua família.

O que fazer em Bilbao para aproveitar ao máximo a cidade

Se quiser conhecer tudo o que a cidade tem a oferecer, pode ser que uma viagem não seja o suficiente. Ao longo da matéria, você verá em detalhes o que as principais atrações da cidade têm a oferecer.

De toda forma, saber que outras atrações podem fazer a viagem valer a pena também pode ajudá-lo a se planejar melhor. Por isso, o infográfico acima reúne as principais atrações e regiões da cidade para se visitar.

1. Visite o Museu Guggenheim Bilbao

Foto do Guggenheim Bilbao visto da outra margem da Ría de Bilbao
shutterstock
O Guggenheim de Bilbao, no País Basco, é apenas uma das opções de turismo cultural para você explorar na cidade

Para começar seu tour, por que não uma visita à obra imponente do arquiteto norte americano Frank Gehry? O Guggenheim de Bilbao foi inaugurado em 1997 e, em seus poucos mais de 20 anos de existência, já se estabeleceu como um dos principais destinos não só da cidade, mas do País Basco e da Espanha.

Segundo a Bilbao Turismo, o acervo deste gigante de metal retorcido reúne obras de alguns dos mais importantes artistas modernos e contemporâneos, como Andy Warhol, Antoni Tàpies, Cristina Iglesias, Eduardo Chilida e Jorge Oteiza.

Quem procura o que fazer em Bilbao e gosta de apreciar um estilo arquitetônico arrojado ou quer ver de perto as obras de artistas renomados mundialmente não pode deixar o Guggenheim Bilbao de fora do roteiro.

2. Caminhe pelos parques de Abandoibarra

Foto de chafarizes no Parque Casilda Iturrizar
shutterstock
O Parque Casilda Iturrizar, junto ao Paseo de la Memoria, ao República de Abando e ao Erribera é um ótimo parque para relaxar enquanto encontra o que fazer em Bilbao ou dá uma pausa nas compras

Em Abandoibarra não faltam parques e os quatro maiores ficam em torno do Museo de Bellas Artes de Bilbao e do Guggenheim Bilbao. São o Parque República de Abando, o Parque Casilda Iturrizar, o Parque Paseo de la Memoria e o Parque Erribera, que abriga o Palácio Euskalduna.

Talvez o que mais compense uma caminhada seja o último. Como destaca a Bilbao Turismo, o Paseo de la Memoria faz parte das obras de revitalização da cidade e reúne esculturas de grandes nomes como Louise Bourgeois, Anish Kapoor, Jedd Novatt, entre outros.

Afinal, nada melhor que aliar uma caminhada relaxante em meio às árvores e à beira do rio com uma oportunidade de apreciar as obras de artistas contemporâneos.

3. Aprecie obras de arte no Museo de Bellas Artes de Bilbao

Foto do Museo de Bellas Artes de Bilbao iluminado à noite
Cedida por Bilbao Turismo
O Museo de Bellas Artes de Bilbao, no País Basco, abriga um acervo com mais de 10 mil artigos artísticos

Voltando para as exposições fechadas, o Museo de Bellas Artes de Bilbao é uma alternativa excelente ao Guggenheim para quem quer ver uma variedade de obras que vão da Antiguidade até os tempos modernos.

Segundo a Bilbao Turismo, desde sua abertura há mais de 110 anos, o Museo de Bellas Artes de Bilbao se tornou um gigante quando o assunto é acervo, reunindo mais de 10 mil itens que vão de pinturas até artefatos de arte aplicada.

O museu fica aberto de quarta a segunda das 10h às 20h (sendo que a entrada a partir das 18h é gratuita). Entre 10h e 18h, o preço dos ingressos é de 10 euros, a não ser para quem for menor de 25 anos. Pessoas acima de 65 anos pagam 8 euros, bem como grupos de mais de 15 integrantes.

4. Explore a Gran Vía

Foto de um gramado florido na Plaza Moyúa, com o Palacio Chávarri ao fundo
shutterstock
O Palacio Chávarri fica na Plaza Moyúa, que divide a Gran Vía e suas inúmeras lojas pela metade em Abandoibarra

A Gran Vía, ou Don Diego López Haroko Kale Nagusia, corta a macrorregião de Abando em duas, deixando Abandoibarra ao norte e Indautxu ao sul. Nela ficam algumas das mais belas construções históricas da cidade, como o Palácio da Deputação Foral da Biscaia.

Na rotatória que cerca a Plaza Moyúa e dá um nó aproximadamente no meio da Gran Vía fica também o Palácio Chávarri. Esta avenida também abriga alguns consulados e diversos comércios, com direito a lojas de marcas como Swatch, Guess, Carolina Herrera, Michael Kors etc.

Se estiver com tempo de sobra, pode se aventurar pelas diversas ruas que afluem para a Gran Vía, como a Alameda de Recalde. Na porção ao norte da avenida, ela abriga a Galeria Rekalde e a Casa Montero, um belo exemplo de arquitetura Art Nouveau, construída há 117 anos.

Na porção sul, a Alameda de Recalde dá acesso ao Azkuna Zentroa, ou Alhóndiga Municipal de Bilbao, que serve como centro de recreio, esportes e cultura para turistas e cidadãos que procuram o que fazer em Bilbao.

5. Passeie de barco por Ría de Bilbao

Foto da Ponte Bizkaia, que atravessa a Ría de Bilbao a 61 metros do chão
shutterstock
Da Ponte Bizkaia, no litoral do País Basco, até o coração da cidade, é possível cruzar Bilbao a barco na Ría de Bilbao

O rio que corta Bilbao - e recebe o mesmo nome da cidade - é uma ótima oportunidade para quem quer ver o coração do País Basco de uma maneira diferente.

Escolher esta alternativa permitirá também que você passe por baixo de pontes grandiosas que cruzam a Ría de Bilbao, como a Ponte Bizkaia, transformada em Patrimônio Mundial da UNESCO em 2006. Se quiser, também pode experimentar atravessar esta gigante de 61 m em gôndolas ou à pé.

Principalmente na região da cidade que desemboca no mar, de acordo com a Bilbao Turismo, é possível perceber a diferença entre as margens à esquerda - fortemente marcadas pela atividade industrial - e as margens à direita, tradicionalmente residenciais.

Algumas das opções de passeios a barco para quem procura o que fazer em Bilbao, segundo a instituição, são a Bilboats, que realiza viagens diárias pela Ría, a Euskalherria (que opera apenas no verão) e a River Cheer, entre outras.

Leia também: 10 dicas para fazer uma viagem de trem pela Europa sem preocupação

6. Faça compras no Mercado de la Ribera

Foto do Mercado de la Ribera do outro lado da Ría de Bilbao
Cedida por Bilbao Turismo
Quem quer o que fazer em Bilbao não pode deixar de passar no Mercado de la Ribera, com mais de 10 mil metros quadrados

Nas margens ao leste de Abandoibarra, fica Casco Viejo, o correspondente ao Centro Velho de Bilbao. E boa parte deste bairro é ocupado pelo Mercado de la Ribera, o qual, com seus 10 km², é o maior mercado coberto da Europa.

Inaugurado em 1929, o "Mercadão" de Bilbao vende de tudo, mas é principalmente reconhecido por seus estandes e lojas de alimentos, que vão de carnes, frutas e verduras frescas até peixes, artigos congelados e em conserva, entre outros.

Segundo a instituição de turismo oficial da cidade, no segundo andar, você pode se divertir e descansar nos gastrobares do Mercado de la Ribera, que surgiram para "popularizar" a alta gastronomia.

7. Visite a Catedral de Santiago de Bilbao

Foto da torre da Catedral de Santiago, em Bilbao
Cedida por Bilbao Turismo
Segundo a Bilbao Turismo, a Catedral Basílica de Santiago, em Casco Viejo, homenageia o padroeiro da cidade

A maior cidade do País Basco também é rica na sua tradição religiosa – e a Catedral Basílica de Santiago de Bilbao é um dos maiores exemplos disso.

Construída entre os séculos XV e XVI - e depois reformada no século XIX -, este pomposo templo ostenta elementos arquitetônicos de estilo Gótico, Neogótico e Renascentista.

Em 1949, ela passou a sediar a Diocese de Bilbao, cujo território abrange a Biscaia, à exceção da cidade de Orduña e do município de Valle de Villaverde - o qual fica em outro território autônomo da Espanha, a Cantabria.

8. Assista uma apresentação no Teatro Arriaga

Foto da fachada do Teatro Arriaga
shutterstock
Assistir a uma apresentação no imponente Teatro Arriaga é indispensável para quem procura o que fazer em Bilbao

Ainda em Casco Viejo, quem gosta de artes cênicas também encontrará passatempos e o que fazer em Bilbao - basta visitar o Teatro Arriaga, que funciona no imponente edifício neobarroco desde 1890.

Depois de períodos conturbados no século XX, que começaram com um incêndio arrasador em 1914, o teatro passou por obras de restauração e foi reinaugurado em 1986, voltando a servir o propósito de entreter o público com apresentações teatrais.

Quem quiser visitá-lo apenas pela curiosidade a respeito do Arriaga também pode agendar visitas guiadas, realizadas aos sábados e domingos entre 11h e 13h. O preço da entrada para uma delas é de 5 euros.

Pessoas portadoras de deficiência física pagam 3 euros, enquanto os menores de 18 anos - desde que acompanhados pelos pais - e os estudantes com menos de 25 anos podem realizar a visita guiada gratuitamente.

9. Observe a cidade do Monte Artxanda

Foto panorâmica de Bilbao a partir do monte Artxanda
shutterstock
O monte Artxanda permite que os turistas tenham uma vista panorâmica de tirar o fôlego da maior cidade do País Basco

Mas não é preciso ficar preso às ruas da cidade para explorar e vislumbrar toda a sua beleza. Às vezes, dar alguns passos para trás pode ajudar a ver melhor os atributos de um destino.

É exatamente isso que Artxanda, ao norte de Casco Viejo, proporciona. O mirante permite uma vista panorâmica de Bilbao, que fica tão impressionante durante o dia como à noite.

Se estiver a fim de uma caminhada, pode ir até lá à pé, mas uma boa ideia, segundo a Bilbao Turismo, é pegar um dos bondes que vão até o topo do monte. Eles funcionam das 7h15 às 22h entre segunda e sábado, e das 8h15 às 22h nos domingos e feriados. Entre junho e setembro, o horário é estendido até às 23h.

10. Aprecie a gastronomia de Bilbao

Balcão servido com vários pratos de pintxos, prato tradicional de Bilbao
Cedida por Bilbao Turismo
O pintxo é um prato típico que quem gosta de uma boa comida e procura o que fazer em Bilbao deve experimentar

A gastronomia de Bilbao - e de toda a província de Biscaia - é rica em tradições do País Basco, e apresenta diferentes sabores e características de acordo com cada estação do ano.

No verão, de acordo com a Bilbao Turismo, os pratos são dominados pelos frutos do mar, em especial por peixes como a truta, o bacalhau, as sardinhas. Isso tudo combinado com o intenso sabor de hortaliças como pimentas, tomates e alho poró.

Quando o assunto é inverno, os pratos da região assumem um tom mais interiorano, com pratos feitos a base de carne, bacon, couve flor, feijão, entre outros ingredientes.

A primavera se assemelha ao verão, com a diferença de que o pescado predominante são as anchovas. No outono, os grãos, as batatas e diversas variedades de fungos compõem o grosso da culinária local.

Mas a  culinária de Bilbao tem um protagonista que se destaca acima de todos: os pintxos, lanches que são servidos em uma rodela de pão. Segundo a instituição oficial de turismo da cidade, eles começaram como aperitivos nos bares locais, mas logo se popularizaram e passaram até a compor refeições inteiras.

Uma tradição específica da cidade, para quem procura o que fazer em Bilbao , é a Txikiteo (ou Poteo), na qual se vai de bar em bar aproveitando um vinho e a companhia de outras pessoas. O costume é especialmente forte nas ruas de Casco Viejo e Deusto - então reúna seus amigos e divirta-se com moderação.