Tamanho do texto

Com hotéis, restaurantes, cassinos e festas, Las Vegas é uma cidade de agito

Com festas, cassinos, teatros, muitas luzes e um visual único, Las Vegas é um verdadeiro paraíso de luxo perdido em meio ao deserto de Mojave. A popular cidade fica em Nevada, nos Estados Unidos , já foi palco de inúmeros filmes e séries televisivas, e é um dos grandes destinos turísticos do país, carregando um nome emblemático para turistas ao redor do mundo.

Leia também: Veja dicas de como explorar os principais pontos da Rota 66

Las Vegas, ou a
Divulgação/ViajaNet
Las Vegas, ou a "cidade do pecado", é um dos principais destinos dos EUA e traz referências a outros lugares no globo


Quem viaja para a cidade mais populosa no estado de Nevada pode até achar que conhecerá apenas a “cidade do pecado”, mas a verdade é que, lá, há pedacinhos do mundo todo, fazendo com que o turista passeie por Nova York, Paris, Veneza e até o Egito, que são tema de alguns dos hotéis. Totalmente extravagantes, eles dominam a cidade e são responsáveis por fazer o roteiro para Las Vegas tão único e interessante.

Assim, a primeira pergunta que vem à mente é: como que esse lugar extravagante, cheio de luzes, que ostenta luxo e gira em torno do dinheiro e do lazer surgiu de forma isolada no meio de um deserto abafado?

A história de Las Vegas

Las Vegas recebe um público diverso, desde jovens em despedida de solteiro, até casais apaixonados e, agora, famílias
Shutterstock
Las Vegas recebe um público diverso, desde jovens em despedida de solteiro, até casais apaixonados e, agora, famílias


Las Vegas foi batizada pelo aventureiro espanhol Antonio Armijo, em 1829 no deserto de Mojave, onde, de acordo com o site "Tudo Sobre Las Vegas", existia uma série de zonas úmidas. Na época, a região era habitada pelos indígenas Paiutes, e os mórmons se estabeleceram por lá em 1855 quando o território passou a fazer parte dos Estados Unidos (já que, até então,  ele pertencia ao México).

Conforme explica o site, o exército americano construiu em o Forte Baker na cidade em 1967, algo que impulsionou o assentamento populacional na região. Em 1900, os mananciais que se espalhavam pelas zonas úmidas foram canalizados, permitindo que a população se estabelecesse ao redor do forte. Em 1905, com a instauração de um trem que viajava de Los Angeles e para Albuquerque, passando pela cidade em Nevada, foi quando a cidade nasceu de verdade.

A “cidade do pecado” começou a se expandir com a legalização do jogo em 1913 e, em seguida, com construções de grandes hotéis com cassinos em 1941. Complementando e diversificando a programação em 1950, a atividade musical começou a fazer parte do que é oferecido pelos hotéis, seguida pela oferta de teatro e circo, também com o famoso Cirque du Soleil.

A cidade está em um ritmo constante de renovação, já tendo passado por fases voltadas para jogos, álcool e prostituição, apresentações musicais, casamentos e divórcios “express” e, atualmente, a aposta é no entretenimento familiar e a supressão de impostos.

Leia também: Veja como aproveitar os descontos na Black Friday nos Estados Unidos

Saiba como montar seu roteiro com o essencial de Las Vegas

O balé das fontes do hotel Bellagio é uma das atrações mais clássicas de Las Vegas e sempre atrai muitos turistas
Getty Images
O balé das fontes do hotel Bellagio é uma das atrações mais clássicas de Las Vegas e sempre atrai muitos turistas


Las Vegas oferece muito mais do que os já conhecidos hotéis extravagantes e cassinos, com atrações para quem viaja a dois, com os amigos e até com a família. Na cidade, tudo se concentra nos quatro quilômetros da famosa rua Strip (cujo nome real é Las Vegas Boulevard), a rua principal.

Para quem escolhe um hotel no centro, fica mais fácil de conhecer o melhor da cidade, mas, para quem opta por um hotel mais distante, é possível se locomover com o monotrilho, recomendado para quem está viajando sozinho ou com parceiro. A passagem custa US$ 5, (aproximadamente R$ 18), mas há também a opção de bilhetes com abono diário ou de três dias com uso ilimitado.

Na hora de montar um roteiro, é bom separar de dois a quatro dias só para passear pela Strip e conhecer cada um dos hotéis, além de outros dois dias para explorar os arredores ou fazer compras. E também é bom preparar a máquina fotográfica: apesar de parecer estranho fazer um tour por hotéis, as atrações que eles disponibilizam são um bocado inusitadas e vão desde museus até montanhas-russas.

Um dos hotéis mais famosos e criativos - não só de Las Vegas, mas do mundo - é o Caesars Palace que, inspirado na Roma Antiga, foi palco para o filme “Se Beber, Não Case”. Outro que também é conhecido por aparecer em cenas de filme é o Bellagio, com seu icônico show de jatos d'água. Além deles, logo em frente ao Bellagio, está o Paris Las Vegas, que tem uma réplica da Torre Eiffel e restaurantes elegantes.

Outros hotéis que merecem ser mencionados são o New York, New York - que tem uma réplica da Estátua da Liberdade e uma montanha-russa - o Luxor - que se inspira no Egito e tem até uma pirâmide -, o Flamingo - conhecido como o primeiro hotel de luxo da cidade - e o The Venetian - que, em seu interior, tem restaurantes, canais de água e passeios de gôndola.

Leia também:  Confira15 hotéis que abusam da criatividade ao redor do mundo

Quando se fala em atrações turísticas para a família, o Sigfried And Roy’s Secret Garden and Dolphin Habitat, que fica no clássico hotel The Mirage, é um pequeno parque com tigres, golfinhos e outros animais adorados pelas crianças. Outra atração, que leva o turista para "conhecer celebridades" é o museu de cera Madame Tussauds, no hotel The Venetian. Las Vegas também é lar de uma das maiores rogas-gigantes do mundo, a High Roller, que fica no hotel The Linq e costuma agradar os turistas.

A experiência em Las Vegas não seria completa sem um passeio pela Fremont Street. Até a criação dos grandes hotéis e cassinos da Strip, a rua Fremont era o ícone da cidade, e suas luzes apareceram em dezenas de filmes. Hoje, os maiores atrativos do local são o restaurante Heart Attack Grill, para os amantes de hambúrguer, a tirolesa que passa por toda a rua e as lojas de lembrancinhas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.