Tamanho do texto

A região fica entre a Argentina e o Chile e atrai muitos turistas. Saiba quais são as atrações de cada parte do destino e qual melhor época para ir para lá

A Patagônia é uma região que fica entre o Chile e a Argentina. É classificada como um destino de ecoturismo, pois são muitas as riquezas naturais encontradas no local. Nos passeios, os turistas vão se encantar com as belas paisagens formadas por montanhas, lagos e glaciares. Além disso, possui boa infraestrutura e é cheia de atrações.

Torres del Paine é uma parte da Patagônia que fica no Chile
Divulgação
Torres del Paine é uma parte da Patagônia que fica no Chile


Leia também: Viagem ao fim do mundo na Patagônia argentina

Pequenas caminhas levam os turistas a mirantes que são ideias para apreciar a vista para cenários cheios de natureza. “É difícil não cair o queixo diante de tanta beleza na Patagônia ”, afirma Rodrigo Nakano, diretor da Descubra Turismo.  

Argentina x Chile 

O especialista explica que na parte Argentina as principais cidades são Ushuaia e El Calafate , que são pequenas, mas bem equipadas. Em ambas há aeroporto, hotéis e restaurantes. “Em Ushuaia, o foco são os passeios que envolvem navegações e o belo visual. Já em El Calafate, o ponto alto são os glaciares, principalmente o famoso Perito Moren”, fala.

na parte do Chile o principal atrativo é o Parque Nacional Torres del Paine . Ao contrário das cidades argentinas, a região chilena não possui aeroporto, nem restaurantes e lojas, mas é possível encontrar pequenos hotéis dentro do próprio parque.

Leia também: Segura, com belezas naturais e muitas atrações radicais: conheça a Nova Zelândia

“Para aqueles que desejam se hospedar lá é bom ter ciência de que a maioria dos passeios envolvem caminhadas, por isso, requer um pouco mais de condicionamento físico”, alerta Rodrigo.

Principais atrações

Um dos pontos turísticos que mais agradam os turistas é o Glaciar Perito Moreno , que está a 70 km da cidade de El Calafate, na Argentina. A caminhada nesse local pode durar cerca de duas horas.

Ver glaciais está entre as atrações do destino
Divulgação
Ver glaciais está entre as atrações do destino


“Outra atração imperdível é o Parque Nacional Torres del Paine, no Chile, uma mistura de lagos de cor azul turquesa e montanhas coloridas e com formações espetaculares”, fala o especialista.

Já na cidade argentina de Ushuaia, o indicado é fazer um passeio navegando pelo Canal Beagle . Durante a navegação, o turista pode avistar o Farol de Ushuaia , diversas espécies de aves, lobos marinhos e até pinguins durante a temporada de verão.

Alta temporada

“Apesar do período de inverno  ser atraente, principalmente para aqueles turistas que buscam contato com a neve, seja para esquiar ou andar com os trenós puxados por cães, o verão continua sendo a principal e melhor época do ano para conhecer a região”, diz Rodrigo.

O melhor período para desbravar o destino é entre outubro e março, pois a temperatura fica mais amena e os dias são maiores (isso mesmo), já que amanhece cedo e anoitece bem tarde.

Indicada para todos

A Patagônia conta com uma diversidade de passeio e é indicada para todo  tipo de turista . “Os idosos e as famílias com crianças pequenas adoram visitar Ushuaia e El Calafate, já os casais e amigos gostam muito de Torres del Paine. Porém, todos os destinos tem atividade específicas para cada tipo de público. O ideal é consultar um especialista para saber como aproveitar ao máximo a viagem”, completa o profissional.