Tamanho do texto

Se você está planejando uma viagem à Espanha, confira 10 programas gratuitos para fazer em Madri e organize o seu roteiro de forma econômica!

No quesito dinheiro, fazer uma viagem para a Europa  já é complicado. Em tempos de crise, a situação só piora. Com o euro nas alturas, parece impossível visitar o continente sem ficar endividado. Mas não é. Pegue um avião e siga rumo à capital da Espanha. A cidade vizinha de Portugal possui uma vasta variedade de atrações para conhecer de graça. E foi pensando em aliviar o seu bolso que o Hotel Urbano  separou 10 programas gratuitos para fazer em Madri. Confira:

1. Matadero

Matadero lidera a lista de atrações em Madri. Veja mais
Wikimidia Commons
Matadero lidera a lista de atrações em Madri. Veja mais

Antes, um dos principais matadouros da Espanha. Hoje, um centro cultural com cerca de 18 hectares de área. O Matadero se transformou em um complexo criativo digno de fazer parte do roteiro da sua viagem internacional . Ao visitar este ponto turístico, você encontrará diversos artistas, um estúdio de televisão, um espaço de leitura e alguns espetáculos teatrais incríveis!

2. Museu do Prado

Museu do Prado
Wikipedia
Museu do Prado

Não é à toa que o Museu do Prado é considerado concorrente do famoso Louvre. Com uma coleção de obras riquíssimas, o local lidera a lista de atrações mais disputadas da capital espanhola e é parada obrigatória até para quem não é fã de arte. A entrada custa 14 euros, mas de segunda a sábado o acesso é gratuito das 18h às 20h. Nos domingos e feriados, é possível entrar de graça entre as 17h e as 19h.

3. Parque do Retiro

Parque do Retiro
Shutterstock
Parque do Retiro

O local é a área verde mais importante de Madri. O Parque do Retiro fica no coração da cidade e é um verdadeiro museu à céu aberto. São aproximadamente 1.400 metros quadrados de jardins repletos de folhas e esculturas.Além da bela paisagem, o Parque do Retiro ainda reserva algumas atrações imperdíveis aos turistas, como a Casa de Vacas, o Palácio de Velázquez e o Palácio de Cristal. 

4. Templo de Debod

Templo de Debod
Wikimedia Commons
Templo de Debod

Esta é uma atração à parte. O Templo de Debod fica aberto à visitação entre abril e setembro (exceto agosto) e vai fazer você se sentir como um verdadeiro faraó. A construção arquitetônica egípcia é uma das únicas que pode ser vista fora do continente asiático. E o melhor é que para viver essa experiência exótica você não precisa pagar nada.

5. Plaza Mayor

Plaza Mayor
Wikimedia Commons
Plaza Mayor

A atração toma conta dos cartões-postais de Madri. E não é para menos. A Plaza Mayor se diferencia por sua arquitetura com pedras e é um dos símbolos da cidade. Não perca a chance de se deliciar com os tradicionais pratos madrileños em algum dos restaurantes do local e, se sobrar disposição, vá bater perna pelas várias lojas da região.

6. Catedral de la Almudena

Catedral de la Almudena
Shutterstock
Catedral de la Almudena

Com mais de 70 metros de altura, a Catedral de la Almudena mistura o antigo ao moderno. A igreja é uma das mais impressionantes da Espanha e tem uma localização privilegiada no centro de Madri. Não é necessário pagar para visita-la, mas fique à vontade para fazer doações.

7. Mercado de San Miguel

Mercado de San Miguel
Wikimedia Commons
Mercado de San Miguel

A gastronomia requintada e a arquitetura com toque francês disputam a atenção dos turistas que visitam o Mercado de San Miguel. A atração fica a poucos passos da Plaza Mayor e é uma espécie de centro de culinária. O lugar é perfeito para quem quer experimentar as famosas “tapas” de Madri e comprar produtos espanhóis típicos.

8. Plaza de Cibeles

Plaza de Cibeles
Shutterstock
Plaza de Cibeles

A praça é um dos espaços mais simbólicos da capital espanhola. No meio do recinto, está a famosa Fonte de Cibeles. O belo monumento mostra uma deusa em cima de sua carroça puxada por leões. Lá você ainda encontra diversas construções imponentes, como o Palácio de Buenavista e o de Linares.

9. Puerta del Sol

Puerta del Sol
Divulgação
Puerta del Sol

Puerta del Sol é o principal ponto de encontro de Madri. É de lá que partem grande parte das rodovias que cortam o país. Além de abrigar a estátua do Oso y Madroño e o quilómetro zero das estradas espanholas, a praça é famosa por reunir turistas e nativos na noite de réveillon para cumprir com a tradição de comer uvas passas.

10. Fundação Juan March

A Fundação Juan March foi criada em 1955 e é palco de alguns dos maiores eventos musicais de Madri. Além de organizar diversos shows, o local inclui exibições de filmes e galerias de arte à sua programação gratuita para atrair os turistas que querem economizar sem abrir mão do entretenimento.