Tamanho do texto

Galápagos é um arquipélago localizado em território equatoriano e possui a maior diversidade natural do planeta

A Semana Mundial do Meio Ambiente é comemorada entre os dias 30 de maio e 5 de junho, sendo este último o Dia Mundial do Meio Ambiente. Durante esse período há uma atenção maior em relação a políticas preservação e discussões da importância das espécies, vivas ou não, da Terra. Nosso planeta é muito rico em fauna e flora, mas muito disso já se perdeu. Felizmente, ainda há lugares muito preservados e esse é o caso de  Galápagos .

Galápagos vai de encontro a realidade do resto do mundo
Divulgação Adventure Club
Galápagos vai de encontro a realidade do resto do mundo

As Ilhas Galápagos fazem parte de um arquipélago de 13 ilhas grandes, 6 menores e mais de 40 pequenas que possuem a maior diversidade de fauna e flora do planeta, além da presença de vulcões entre elas. Quem viaja para lá, se encanta com todos os detalhes da natureza existente em volta de lavas vulcânicas petrificadas. Esse cenário foi o motivo da criação da Teoria da Evolução das Espécies por Charles Darwin, que visitou o local em 1835. 

As Ilhas Galápagos possuem a maior diversidade de fauna e flora do planeta
Divulgação Adventure Club
As Ilhas Galápagos possuem a maior diversidade de fauna e flora do planeta

O único acesso para o arquipélago é aéreo. As companhias oferecem voos diários. Os pacotes mais pedidos saem de Quito ou de Guayaquil, ambos no Equador, e chegam a Ilha San Cristóbal ou a Ilha de Baltra. A viagem de Quito dura em torno de 3h, já a de Guayaquil dura em torno de 1h30. 

As Ilhas fazem parte do território do Equador
Divulgação Adventure Club
As Ilhas fazem parte do território do Equador


Já em Galápagos, o momento é de aproveitar a natureza: ver tartarugas gigantes, bosque de cactos, fazer caminhadas, passeios de bicicleta e caiaque e visitar a Estação Científica Charles Darwin, na Ilha Santa Cruz.

Algumas espécies são exclusivas de Galápagos
Divulgação Adventure Club
Algumas espécies são exclusivas de Galápagos

As outras Ilhas ainda oferecem observação de leões marinhos, aves de diferentes espécies, pinguins, passeios de barco com fundo de vidro, praias com rochas vulcânicas e chegar próxima da boca de vulcões. Em uma delas há uma praia de areia verde, os grãos são formados pelo mineral olivina. 

Experiências

"Lá é estritamente proibido ter qualquer contato com os animais, então, se ninguém mexer com eles, eles também não mexem com você. Se chega perto de algum, eles continuam o que estão fazendo. Isso faz com que você se sinta totalmente parte da natureza", explica Horácio Lemos, que tem várias histórias de sua viagem para Galápagos.

+ Leia mais:  Taj Mahal, "tuk-tuks" e gastronomia intensa: conheça a Índia

"Nas praias de lá têm muitos leões-marinhos. Eu tinha acabado de aprender a nadar com binóculo e estava observando o fundo do mar. Não percebi que tinham vários leões-marinhos do meu lado naquele momento e nadei no meio deles. Só fui saber disso quando saí da água e as pessoas que estavam na praia vieram falar comigo preocupadas", conta ele. 

+ Leia também:  Fotógrafo passa um ano em caverna para registrar fenômeno

Todos os passeios são acompanhados por biólogos formados que contam a história do local. Por uma questão de preservação, Galápagos possui um controle rígido na quantidade de visitantes que chegam na Ilha. Uma vez lá, o itinerário da viagem pode ser modificado devido a mudanças climáticas. Os viajantes precisam se programar com antecedência e estarem preparados para possíveis imprevistos, fora isso, é só curtir a natureza. 

+ Leia mais: A magia da Praia do Espelho, um dos cenários mais deslumbrantes do Sul da Bahia

O número de visitantes em Galápagos é limitado para garantir a preservação
Divulgação Adventure Club
O número de visitantes em Galápagos é limitado para garantir a preservação