As empresas de cruzeiro ao redor do mundo estão se preparando para volta das atividades e investindo em tecnologia para preservar a saúde de todos a bordo. Cada linha de cruzeiro está anunciando o próprio plano de segurança.

Leia também: Cruzeiros: qual a maior preocupação do turista no pós-pandemia?

portal de limpeza
REPRODUÇÃO/USA TODAY
Companhias de cruzeiro estão instalando portais de limpeza com raios ultra-violeta


Um exemplo é a linha de cruzeiros Carnival, que irá implementar câmeras térmicas para rastrear a temperatura de tripulantes. Outra tecnologia usada é o uso de raios ultra-violeta em locais muito movimentados para higienizar o ar, superfícies e até pessoas, como uma espécie de "portal de limpeza".

Ao  USA Today , o diretor Centro de Pesquisa Radiológica da Universidade de Columbia, David Bremer, afirma que os raios UV tem sido usados para matar bactérias e vírus por muito tempo. A ideia é utilizar os raios ultra-violeta para limpar malas, pessoas e ambientes.

destruir o vírus não é a única forma que navios estão estudando para evitar a propagação de doenças em navios. Ainda segundoo jornal, a inteligência de dados internos pode fornecer aos cruzeiros informações sobre reuniões de pessoas, onde há aglomerações precisam ser dispersadas e quem entrou em contato com quem em caso de um surto viral a bordo.

Basicamente, os navios de cruzeiro  poderão monitorar os passageiros pelos sinais de telefone. E operadores portuários podem analisar navios pelos sinais verde, amarelo ou vermelho com base nos níveis de aglomeração da embarcação.

E o sistema de monitoramento pode identificar os locais que deverão ter uma maior limpeza , principalmente se um dos passageiros começar a desenvolver sintomas de coronavírus. Assim, eles rastreiam o viajante e podem focar a limpeza e higienização dos locais por onde ele passou.

    Veja Também

      Mostrar mais