Tamanho do texto

Com simuladores, diversas opções de restaurantes e clima de festa, se engana quem pensa que cruzeiros se resumem a piscinas e cassinos

Apesar de cruzeiros estarem se tornando algo cada vez mais popular, muita gente ainda tem ideias erradas sobre como é fazer uma viagem de navio . É comum, por exemplo, ouvir que é impossível lidar com o balanço da embarcação, que a alimentação a bordo deve ser paga à parte e, principalmente, que fazer uma viagem assim é algo extremamente tedioso. 

Com uma extensa lista de opções de lazer à disposição, dificilmente fazer uma viagem de navio será algo tedioso
Shutterstock
Com uma extensa lista de opções de lazer à disposição, dificilmente fazer uma viagem de navio será algo tedioso

Para quem nunca fez uma viagem de navio , é realmente fácil pensar que estar em um cruzeiro é o mesmo que estar “preso” em um hotel flutuante, mas, na prática, não é assim que a coisa funciona. Hoje, os cruzeiros oferecem cada vez mais opções de lazer e entretenimento aos viajantes, que, se não quiserem, mal precisam ver o mar. Confira oito coisas que você pode fazer a bordo e passar bem longe do tédio:

1. Comer, comer e comer

Normalmente, os navios contam com um buffet que funciona praticamente durante o dia todo e no qual as pessoas não precisam pagar à parte para fazer refeições, mas a gastronomia dos navios costuma ir bem além disso. No MSC Seaside –  navio que o iG Turismo visitou em dezembro –, por exemplo, os hóspedes têm à disposição 11 opções de restaurantes que abrangem desde a culinária francesa até a japonesa e, em alguns navios, é possível encontrar restaurantes de redes famosas como o Eataly. Para os amantes de doces, também é possível se deliciar em sorveterias e docerias em algumas das embarcações.

Normalmente, as opções de restaurantes além do buffet são pagas à parte e costuma ser necessário fazer reservas antecipadamente, então é importante ficar de olho em todas as opções e preços antes de embarcar.

2. Badalar

Com diversos bares e discotecas, navios costumam ser um ótimo lugar para quem curte aproveitar festas e conhecer gente nova. Há ambientes voltados para diversos públicos diferentes, então quem é adolescente ou até mais velho não precisa se preocupar em ficar deslocado.

Caso você tenha vontade de aproveitar as festas e gosta de tomar um drinque, é importante pesquisar sobre pacotes que incluem bebidas alcoólicas e fechá-los antes de embarcar para conseguir preços melhores, já que, no navio , as coisas costumam ser pagas em dólar. 

3. Se exercitar

Perto de outras atividades disponíveis em cruzeiros, a academia pode não parecer a melhor das opções, mas há quem enxergue no exercício físico uma forma de relaxar. Para quem se sente assim, as academias bem equipadas dos navios estão lá para oferecer uma boa estrutura e, muitas vezes, uma bela vista do mar.

Para quem não curte malhar, mas gosta de fazer algum tipo de exercício, é interessante ficar de olho na programação de atividades do navio que, geralmente, é entregue aos hóspedes no início da viagem; em algumas embarcações, aulas de ioga, pilates e diversos ritmos de dança são algumas das opções. Para os fãs de esportes, há também navios que têm quadras poliesportivas.

Leia também: Conheça os tipos de pessoas que você pode encontrar em uma viagem de navio

4. Fazer uma massagem

Em uma viagem de navio, as pessoas geralmente não têm muito com o que se preocupar e tudo o que resta é relaxar. Se esse é seu objetivo, uma opção interessante é aproveitar os spas que as embarcações costumam ter e agendar uma (ou várias) massagem.

Normalmente, esses serviços são pagos à parte, então vale a pena pesquisar sobre eles com antecedência e agendá-los no início da viagem. Ah, e nada de deixar para descobrir onde fica o spa em cima da hora; navios são muito grandes e podem se tornar um verdadeiro labirinto em um primeiro momento. 

5. Usar e abusar das áreas de lazer

Alguns navios são como grandes resorts e tudo o que não falta é opção de lazer. As embarcações costumam ter inúmeras piscinas – cuja água é trocada e tratada todos os dias –, enormes tobogãs, cinemas, simuladores, cassinos e, em alguns casos, até enormes tirolesas.




6. Assistir a shows

Quem disse que fazer uma viagem de navio se resume a ir da piscina para o cassino e ver mar até não poder mais? Para dar ainda mais opções aos viajantes, alguns cruzeiros contam com grandes teatros em que são apresentados espetáculos dignos de Broadway, com muita música, dança e acrobacias.

No caso do MSC Meraviglia, por exemplo, os hóspedes podem curtir até uma apresentação do Cirque du Soleil (sim, dentro do navio). 

7. Ir às compras

Para aqueles que curtem fazer umas comprinhas ou simplesmente andar em meio a lojas, o navio é uma boa pedida. As embarcações costumam contar com uma lista extensa de lojas de roupas, artigos de luxo, bebidas, produtos de beleza e muito mais.

Antes de sair gastando, porém, convém pesquisar os preços para saber se as lojas do cruzeiro valem mesmo a pena.  

Leia também: Saiba o que fazer em Miami se tiver pouco tempo para aproveitar a cidade

8. Turistar

Se você acha que fazer uma viagem de navio se resume a ficar uma semana dentro da embarcação vendo água até pirar na batatinha, se engana. Mesmo em roteiros mais curtos, de, por exemplo, uma semana, as embarcações costumam fazer paradas de algumas cidades e é, sim, possível conhecer um pouco dos pontos turísticos desses locais.


Para quem tem a intenção de conhecer esses destinos durante a viagem de navio, as companhias costumam oferecer pacotes que reúnem os principais pontos turísticos dos locais em questão. É importante, porém, comparar o valor desses pacotes com o que seria gasto fazendo os programas por conta própria e, é claro, fechar tudo com antecedência para evitar ter de desembolsar mais dinheiro que o necessário a bordo.