Não é só viajar pra lá e pra cá! A vida de um comissário de bordo pode ser muito diferente do que muitas pessoas imaginam. De voos longos a passageiros mal educados, essa função também reserva alguns momentos, digamos, peculiares.

Leia também: Limpeza máxima: o futuro dos hotéis após a pandemia de Covid-19

Comissária de bordo oferecendo bebidas para um passageiro no avião.
Getty Images
Gabriel Santos revelou para seus seguidores três das suas maiores gafes enquanto trabalhava como comissário de bordo

Para completar, gafes e situações constrangedoras também podem fazer parte da rotina de um comissário de bordo . Em uma thread no Twitter, o comissário de bordo Gabriel Santos, que acumula mais de 30 mil seguidores, compartilhou três de suas maiores gafes que cometeu enquanto trabalhava.

Confusões com o ''portunhol''

Apesar das semelhanças entre as duas línguas, o português e o espanhol contam com algumas palavras que são parecidas, porém com significados totalmente diferentes.


Enquanto Gabriel oferecia café para um passageiro que falava espanhol, acabou confundindo a palavra colher ( cuchara ) com corrér , que tem um significado totalmente diferente.

Por sorte, o comissário de bordo percebeu o erro na hora e conseguiu se corrigir.

Leia também: Qual será o perfil do turista após a Covid-19?

Quem nunca confundiu colegas de trabalho?

Outra gafe que Gabriel contou para seus seguidores foi quando ele acabou confundindo uma comissária de bordo com sua supervisora.

Leia também: Cruzeiros: qual a maior preocupação do turista no pós-pandemia?

''Rebecca o que?''

O terceiro mico que Gabriel compartilhou com seus seguidores foi sobre uma outra comissária de bordo , que se chamava Rebecca.

Porém, para o azar de Gabriel, a comissária Rebecca não tinha a mínima ideia de quem a cantora Rebecca Black era!


    Veja Também

      Mostrar mais