Hotel arrow-options
Brenno Carvalho / Agência O Globo
Local ficará fechado até o final de maio

Em meio à pandemia do Covid-19, um dos ícones da cidade do Rio de Janeiro fechará suas portas pelos próximos dias. A partir desta sexta-feira (10), o Copacabana Palace seguirá a linha de outros hotéis da cidade e suspenderá suas atividades pelo menos até o final de maio.

Leia também: Disney por R$ 1.500? Plataforma de viagens faz "promoções malucas" para 2021

Segundo informações do jornal O Globo, esta será a primeira vez nos últimos 97 anos que um dos principais pontos do Rio deixará de ter hóspedes se movimentando por seus corredores. A última segunda (6), inclusive, marcou o dia em que os últimos visitantes deixaram o local.

Agora, apenas duas pessoas seguirão no hotel: Andrea Natal, diretora geral do Grupo Belmond do Brasil, que administra o estabelecimento, e o cantor e compositor Jorge Ben Jor, que vive no Copacabana Palace desde 2018.

Com a queda no faturamento e a redução de ocupação, o quadro de funcionários começou a ser reduzido com a implementação de home office e férias coletivas. Atualmente, ainda de acordo com a publicação, cerca de 60 a 70 dos 515 funcionários ainda estão trabalhando no hotel em serviços essenciais, principalmente de manutenção.

Leia também: Precisa remarcar ou cancelar passagem? Estas dicas vão facilitar a sua vida

Sobre a reabertura, que deve ocorrer no final de maio ou quando o atual cenário for normalizado, Andrea afirmou que a expectativa é que o Copacabana Palace traga novidades: "podem esperar surpresas".

    Veja Também

      Mostrar mais