Estudiosos da Universidade de Tampere, na Finlândia, descobriram qual a duração necessária para que as férias renovem completamente as energias de uma pessoa. Eles concluíram que existe um período específico de tempo para que o descanso seja perfeito.

Pesquisadores da Finlândia revelam quanto tempo um feriado precisa ter para desestressar completamente
shutterstock
Pesquisadores da Finlândia revelam quanto tempo um feriado precisa ter para desestressar completamente

Leia também: Saiba como aproveitar o feriado de um dia nas principais capitais brasileiras

Com base nas pesquisas, os finlandeses descobriram que qualquer período de férias deveria durar entre 7 e 11 dias - e tudo isso por causa do estresse relacionado ao trabalho.

A lógica por trás disso é que pouco mais de uma semana é tempo suficiente para que a pessoa se desligue da rotina profissional. Entretanto, se esse período se estende por mais de 11 dias, há o risco de começar a se preocupar com a caixa de entrada lotando e as tarefas que estão se acumulando no escritório.

Você viu?

Os pesquisadores da Finlândia analisaram os níveis de estresse relacionados ao trabalho das pessoas durante suas férias
shutterstock
Os pesquisadores da Finlândia analisaram os níveis de estresse relacionados ao trabalho das pessoas durante suas férias

Leia também: Sem grana para curtir o feriado? Veja 10 destinos para ir de carro

Segundo informações do portal inglês DailyStar , os pesquisadores descobriram que os níveis de relaxamento entre as pessoas geralmente atingiam o ápice em torno do oitavo dia de folga.

"As férias representam o período mais longo de ausência temporária do trabalho e podem, portanto, constituir uma oportunidade de pausa mais poderosa do que intervalos de descanso mais curtos", apontam os estudiosos.

Leia também: Vai viajar no próximo feriado? Veja 5 dicas de viagens curtas pelo Brasil

"Nossos resultados mostraram que a saúde e o bem-estar aumentaram rapidamente após o início das férias ", os pesquisadores concluíram. Entretanto, os participantes da pesquisa retornaram aos níveis de estresse logo na primeira semana de volta às atividades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários