Tamanho do texto

"Jet lag" é um desconforto causado pela mudança de fuso horário que desregula o relógio biológico do sono. Veja quais alimentos podem ser seus aliados para minimizar essa sensação tão comum após longas viagens

Viajar para outro continente para umas férias geralmente é emocionante. Entretanto, a situação muda quando você se sente desconfortável com o fuso horário diferente e seu sono sofre alterações - o famoso “jet lag”. Ainda assim, é possível encontrar maneiras de diminuir o desconforto e aproveitar melhor a viagem. 

Leia também: Veja dicas de como diminuir enjoo durante viagem de avião

O jet lag é um distúrbio do sono causado pela mudança de fuso horário em viagens
shutterstock
O jet lag é um distúrbio do sono causado pela mudança de fuso horário em viagens

"O ‘ jet lag ’ ocorre quando o nosso relógio interno é interrompido devido ao cruzamento de fusos horários e isso pode realmente mexer com você nos primeiros dias em um novo país", explica a nutricionista Lily Soutter para o jornal britânico "Daily Mail". "Esse relógio interno dita o nosso ‘ritmo circadiano’, que está em sincronia com um período típico de 24 horas. Este ritmo fornece sugestões para dizer aos nossos corpos quando acordar e quando ir dormir”. Com o fuso diferente, há uma "bagunça" nesse mecanismo e por isso a confusão com o sono. 

Para ajudar, ela lista seis itens que você deve tentar comer e beber quando aterrissar em um fuso horário diferente que podem minimizar esse desconforto. Veja a relação:

1. Suco de Cereja

"As cerejas são uma das únicas fontes naturais de melatonina", explica Lily. Essa substância influencia o relógio biológico para ajudar com o sono. Um estudo mostrou que o consumo de suco de cereja duas vezes por dia pode aumentar o tempo de sono em mais de 90 minutos por noite.

2. Kiwi

De acordo com Lily, um estudo mostrou que um kiwi por dia também está associado a melhorias na qualidade do sono. "O kiwi é uma fruta rica em um hormônio que está relacionado com a feliciade, a serotonina”, diz Lily. “A serotonina converte-se na melatonina, que por sua vez ajuda com o sono e realiza muitas funções biológicas importantes em relação ao ritmo circadiano”, completa.

Leia também: com dicas simples, você terá um voo sem perturbações

3. Ovos

Ovos são uma grande fonte de vitamina B12, conhecida como uma vitamina de energia, mas também tem papel na regulação de nosso relógio interno e no ritmo circadiano. A vitamina B12 pode ajudar a maximizar nossa resposta à luz externa e à volta da sinalização da melatonina em nosso cérebro. Isto dá suporte nosso cérebro para fazer a transição de um estado descansando do sono a um estado acordado mais ativo.

4. Folhas verdes

Todas as folhas verdes escuras são uma grande fonte de magnésio, um mineral calmante pode ajudar a ter um sono melhor. Além disso, a ciência também tem mostrado que os níveis de magnésio nas células impactam o relógios interno. "Um estudo mostrou que, tendo níveis ótimos de magnésio dentro das células, maior é a probabilidade de células seguirem o ciclo natural do sono”, explica Lily.

5. Carboidratos

O consumo de hidratos de carbono estimula a liberação de insulina na corrente sanguínea. "Um estudo realizado em ratos descobriu que a insulina poderia mudar o relógio circadiano, com maior indução de insulina causando a sonolência e menor indução de insulina que o mantém acordado. Isso significa que um pico de insulina durante a noite pode afetar o nosso ritmo circadiano para induzir o sono. Portanto, se você quiser dormir no desembarque, não se esqueça do componente de carboidratos na sua refeição.

Leia também: Guia para a primeira viagem de avião

6. Chá de camomila

Cafeína pode ser tentador quando você está enfrentando o “jet lag”, no entanto um estudo descobriu que essa substância pode bagunçar seu ritmo circadiano também. Segundo Lily, a cafeína atrasa a liberação da melatonina, hormônio do sono, em 40 minutos, atrasando assim também o início de sua "noite biológica". "Além do mais, a cafeína é um estimulante e pode permanecer no sistema por até muitas horas após o consumo, o que pode perturbar ainda mais o sono. A camomila é um chá muito calmante e evidências têm mostrado que ele pode ajudar a reduzir a ocorrência de insônia e promover um ciclo de sono saudável", explica a nutricionista.