Decidida a preservar o clima bucólico e amistoso, a pequena cidade do Nordeste brasileiro é ideal para quem quer descansar

São Miguel do Gostoso é uma pequena vila de pescadores a pouco mais de 100 km de Natal , capital do Rio Grande do Norte . Tem cerca de 10 mil habitantes, lindas e tranquilas praias, ruas de terra, uma única igreja, um cruzeiro e um tamarineiro centenário que marca o centro da cidade. E, diferente de outras pequenas cidades do litoral nordestino, recusa-se a perder toda essa calma e simplicidade que atraem centenas de turistas ao ano.

Lá preserva-se a cultura dos pescadores, não se admite música alta em bares e nas ruas e a culinária local é valorizada em pequenos restaurantes. Hotéis e pousadas oferecem excelente infra-estrutura, mas o melhor de Gostoso é mesmo andar descalço por suas praias e ruas terrosas, conversar com os moradores na praça e pegar fruta do pé.

Confira 10 motivos para conhecer a vila de pescadores.

1. AS PRAIAS DE SÃO MIGUEL
Sem dúvida, um dos principais atrativos de Gostoso são suas praias belíssimas, limpas e quase desertas, já que em Gostoso não há barracas, quiosques nem restaurantes próximos ao mar, como na maioria das praias turísticas. Todas as praias ali podem ser percorridas a pé. São elas:

- Ponta do Santo Cristo
: considerada a melhor praia do Brasil para esportes de vela, como kite e windsurf.

Mais:
- Curta o fim de semana no Rio de Janeiro

Praia do Santo Cristo, em São Miguel do Gostoso, ideal para esportes aquáticos
sabr
Praia do Santo Cristo, em São Miguel do Gostoso, ideal para esportes aquáticos

- Praia do Cardeiro : tranquila, com águas calmas e esverdeadas e um pequeno lago formado com águas da chuva .

- Praia da Xepa: é a praia mais central de Gostoso, pois está paralela à rua principal, no ponto de maior movimento, com lojas e restaurantes. Ainda assim, a praia da Xêpa é quase deserta, com inúmeros coqueiros balançando em silêncio ao longo de toda a faixa de areia. Vez em quando, um jumento solitário aparece pastando por ali.

- Maceió: a praia do Maceió: por ser a mais distante do início da cidade, é a mais deserta. Ao longo de sua areia clara, parte batida, parte fofa, vêm-se pessoas ao longe, distantes e algumas pequenas embarcações ancoradas no mar. Se quiser relaxar, vá para a lá.

2. FAZER TUDO A PÉ

Aproveite para fazer tudo a pé, pelas areias
Sabrina Duran
Aproveite para fazer tudo a pé, pelas areias

São Miguel do Gostoso é uma cidade para se conhecer a pé, caminhando pela praia ou por suas pequenas ruas, algumas de paralelepípedo, algumas de terra e outras de piçarra. Para quem não quer ou não pode caminhar muito, há um ponto de mototáxi em frente à Igreja de São Miguel Arcanjo, na avenida principal (Av. dos Arrecifes).  

3. PERDER-SE DE BICICLETA

Bicicleta, bugue ou jegue são os meios de locomoção encontrados em São Miguel
Sabrina Duran
Bicicleta, bugue ou jegue são os meios de locomoção encontrados em São Miguel

Nada melhor para conhecer uma cidade do que se meter por suas ruas sem um ponto de chegada. Alugue uma bicicleta e perca-se. Em Gostoso, essa é uma tarefa que, além de fácil pelas pequenas dimensões e extrema tranquilidade das ruas, é também prazerosa.

Vá sem pressa, observando o colorido das casas, das árvores frutíferas, das ruas, das pessoas sentadas na porta de casa em suas cadeiras de balanço vendo o dia passar com um espírito contemplativo que já não se encontra nas médias e grandes cidades. Procure ir cedo, antes das 10h da manhã, ou a partir das 16hs, para evitar o sol forte e aproveitar a brisa fresca. 


4. A IGREJA DE SÃO MIGUEL ARCANJO
Essa igreja está intimamente ligada à história da cidade. Teve origem em uma pequena capela construída por um comerciante no início do século 19 que, diz-se, foi curado de uma doença por intercessão de seu santo de devoção, São Miguel Arcanjo. Ao ter seu pedido atendido, o comerciante cumpriu a promessa de erguer uma capela em homenagem ao santo – e foi daí que surgiu o nome da cidade. Hoje a antiga capela deu lugar a uma outra, em alvenaria, erguida pelos próprios moradores, com pinturas, imagens e uma diminuta e delicada capela dedicada ao Santíssimo, com um único genuflexório aos pés do sacrário convidando à meditação silenciosa e pessoal.

Av. dos Arrecifes, 1638 – Centro
Horário de funcionamento: todo dia, 8h às 21h
Preço: grátis

Leia também:
- Top 10: praias do nordeste

5. A PROXIMIDADE COM GALINHOS

É possível visitar todas as praias de Gostoso e ainda a vizinha Galinhos pela areia
Sabrina Duran
É possível visitar todas as praias de Gostoso e ainda a vizinha Galinhos pela areia

Galinhos é uma vila de pescadores ainda menor e mais erma que São Miguel do Gostoso. Fica a cerca de uma hora de viagem em bugue pela areia da praia. Galinhos não conta com transporte público, motos ou carros . Tudo é feito na base do jegue-táxi. A cidade é praticamente deserta, suas praias são desertíssimas e vale muito a pena passar um dia ali admirando tanta beleza. 

Leia mais sobre Galinhos

6. RISOTO DE FUNGHI COM CAMARÃO DA DONA MARISTELA

O risoto de funghi com camarão não está no cardápio do restaurante Mar de Estrelas, mas vale a pena pedir
Sabrina Duran
O risoto de funghi com camarão não está no cardápio do restaurante Mar de Estrelas, mas vale a pena pedir

A cozinha do Restaurante Mar de Estrelas é uma das mais convidativas de Gostoso, com pratos de peixe, lagosta, camarão e carne de sol. O melhor de tudo, porém, é a flexibilidade do cardápio.

Dona Maristela, a dona do restaurante que funciona dentro da pousada de mesmo nome, além de ótima anfitriã é também boa entendedora de como agradar o cliente.

No cardápio não há risoto de funghi com camarão, mas foi justamente esse prato que ela serviu após o pedido feito com base nos relatos de um antigo cliente seu. O risoto, de fato, é um “acontecimento”. Simples, mas com um sabor sem precedentes.

Av. dos Arrecifes, 1120 – Centro
Tel.: (84) 3263-4168
Horário de funcionamento: todo dia, 11h às 21h

7. ARRAIAL MAR DE ESTRELAS

No segundo sábado de junho, dona Maristela e seu marido organizam o mais famoso arraial da cidade no imenso pomar que circunda a pousada Mar de Estrelas (onde fica o restaurante homônimo). Quem estiver por ali, nessa época, pode aproveitar essa que é uma das maiores festas da cidade. 

Mais:
- Maragogi, o Caribe brasileiro

8. MUSEU CASA DE TAIPA

A casa de pau a pique virou um museu dos costumes sertanejos
Sabrina Duran
A casa de pau a pique virou um museu dos costumes sertanejos

Construída e administrada pelos donos da Pousada Casa de Taipa , a casa de pau a pique em tamanho natural virou um museu fiel aos costumes do sertanejo nordestino. A casa é toda feita em barro, com telhas moldadas “nas coxas” – como era o costume há algumas décadas – e objetos doados pelos próprios moradores. Há móveis, utensílios de cozinha , imagens de santos e outros itens, alguns com mais de cinco décadas.

Rua Bagre Caia Coco, 99 – Centro
Tel.: (84) 3263-4227
Horário de funcionamento: todo dia, 8h às 18h
Preço: grátis

9. MIRANTE DO ESPAÇO MIX

No centrinho da cidade, aproveite a amabilidade dos moradores
Sabrina Duran
No centrinho da cidade, aproveite a amabilidade dos moradores

Passe bem a noite, com boa comida, boa música, ótimos drinques e a conversa amistosa dos donos e funcionários do Espaço Mix. O bar e restaurante é um dos mais procurados em Gostoso por quem quer esticar a noite além do horário normal de fechamento dos demais restaurantes, à meia-noite – apesar da cozinha seguir o padrão da cidade. As mesas, cadeiras e sofás na areia, entre árvores frutíferas , barulho do mar e de sapos coachando convidam a um relaxamento total. O Mix tem um mirante com tapete, almofadas , luz de velas e um céu gostosense cheio de estrelas.

Espaço Mix
Rua Cavalo Marinho, s/n – Centro
Tel.: (84) 3263-4250
Horário de funcionamento: segunda, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, 17h às 2h

10. A CALMA E AMABILIDADE DOS GOSTOSENSES

Tranquilos e muito amáveis, os gostosenses refletem a calma da cidade. Em geral, o povo nordestino é hospitaleiro, mas em Gostoso eles são hospitaleiros vezes 10. É bom sentar com os moradores na calçada, na praia ou em um restaurante e conversar sobre amenidades ou qualquer outro assunto. Sem falar na delícia da cadência do sotaque gostosense. 

*Curiosidade
Cidade pequena tem dessas coisas: o nome “Gostoso” foi acrescentado a São Miguel por conta de um homem que ali vivia e que hospedava os viajantes em sua casa. Contador de histórias divertidas, o homem ria gostoso com elas. Passou a ser chamado de “seu Gostoso”, e ficou tão popular que as pessoas se referiam à vila como a vila de “São Miguel de Seu Gostoso”. E assim ficou.

Leia mais:
- Desbrave Fernando de Noronha
- As maravilhas da praia do Espelho

Confira as novidades do iG Turismo também pelo Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.