Tamanho do texto

Segundo um estudo realizado por um serviço britânico de seguros para viagens, certos países são campeões em casos de doenças como malária, febre tifoide e outras condições que podem atrapalhar - e muito - o turista

Na maior parte das vezes, fazer uma viagem é algo que gera memórias inesquecíveis. Explorar um novo país, provar a gastronomia local e conhecer uma cultura diferente costumam ser experiências bastante enriquecedoras, mas, antes de escolher lugares para viajar, é preciso ficar de olho em um aspecto muito importante: a saúde.

Leia também: Saiba quais destinos turísticos são tendência para o segundo semestre de 2018

Apesar de experimentar diferenças de temperatura, praticar um esporte radical no destino, conhecer receitas “diferentonas” e estar em um novo ecossistema ser divertido, diversos lugares para viajar lutam contra doenças que requerem a vacinação obrigatória de visitantes e até contra condições de saneamento que favorecem a transmissão de alguns parasitas.

De acordo com Paulo Marchetti, CEO do ComparaOnline – serviço que busca os melhores preços para turistas – o atendimento médico em determinados países pode custar até três vezes mais do que custaria no Brasil, e é por isso que, além de se contratar um bom seguro, é necessário pesquisar sobre os destinos antes de escolher um.

Levando esses riscos em consideração, o serviço britânico de seguros para  viagens Get Going listou os dez países em que os turistas mais contraem doenças estomacais e intestinais, quais são as formas mais comuns de transmissão e o quão caros são os custos médicos; confira:

Dez lugares para viajar que podem te deixar bem doente

Segundo a pesquisa, a Índia lidera a lista dos lugares para viajar que mais oferecem riscos de doenças aos turistas
Shutterstock
Segundo a pesquisa, a Índia lidera a lista dos lugares para viajar que mais oferecem riscos de doenças aos turistas


1. Índia

Grau de risco: Altíssimo

Doenças mais comuns: febre tifoide (que causa febre, dores de cabeça, dores musculares e constipação), hepatite A (que causa icterícia, perda de apetite, febre e náusea) e diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Baixo (pouco acima de R$ 1 mil)


A Indonésia é outro país que se destaca entre os lugares para viajar mais arriscados para a saúde
Shutterstock
A Indonésia é outro país que se destaca entre os lugares para viajar mais arriscados para a saúde

2. Indonésia

Grau de risco: Altíssimo

Doenças mais comuns: febre tifoide, hepatite A e diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Baixo (pouco acima de R$ 1 mil)


Na lista de lugares para viajar, o Quênia está entre os que têm o atendimento médico mais caro
Shutterstock
Na lista de lugares para viajar, o Quênia está entre os que têm o atendimento médico mais caro

3. Quênia

Grau de risco: Altíssimo

Doenças mais comuns: febre tifoide, dengue (que provoca febre alta, dores de cabeça, dores musculares, náusea e vômito), hepatite A, diarreia do viajante e malária (que provoca febre, dores de cabeça, fadiga, dores musculares, vômito e tosse)

Custo médio do atendimento médico: Altíssimo (acima de R$ 60 mil)


O Peru é um dos lugares para viajar que mais oferece riscos de doenças, mas tem um atendimento médico mais barato
Shutterstock
O Peru é um dos lugares para viajar que mais oferece riscos de doenças, mas tem um atendimento médico mais barato

4. Peru

Grau de risco: Altíssimo

Doenças mais comuns: febre tifoide, dengue, hepatite A, diarreia do viajante e malária

Custo médio do atendimento médico: Baixo (pouco acima de R$ 1 mil)


Quem escolhe a Indonésia como destino entre os lugares para viajar está bastante suscetível à diarreia do viajante
Shutterstock
Quem escolhe a Indonésia como destino entre os lugares para viajar está bastante suscetível à diarreia do viajante

5. Tailândia

Grau de risco: Altíssimo

Doenças mais comuns: diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Alto (em torno dos R$ 30 mil)

Leia também: Descubra quais destinos estão no topo do ranking de incidentes com turistas


O Sri Lanka ocupa o sexto lugar na lista dos lugares para viajar que mais oferecem riscos de doenças
Shutterstock
O Sri Lanka ocupa o sexto lugar na lista dos lugares para viajar que mais oferecem riscos de doenças

6. Sri Lanka

Grau de risco: Alto

Doenças mais comuns: dengue, hepatite A e diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Alto (em torno de R$ 30 mil)


A República Dominicana é um dos lugares para viajar mais populares do mundo, mas que também oferece riscos
Shutterstock
A República Dominicana é um dos lugares para viajar mais populares do mundo, mas que também oferece riscos

7. República Dominicana

Grau de risco: Alto

Doenças mais comuns: febre tifoide, dengue, hepatite A e diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Alto (em torno de R$ 30 mil)


O México também é um dos lugares para viajar que traz riscos de doenças sérias para o turista
Shutterstock
O México também é um dos lugares para viajar que traz riscos de doenças sérias para o turista

8. México

Grau de risco: Intermediário

Doenças mais comuns: dengue, hepatite A e diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Baixo (pouco acima de R$ 1 mil)


A África do Sul é um dos lugares para viajar mais paradisíacos do mundo, mas os custos médicos são altíssimos
Shutterstock
A África do Sul é um dos lugares para viajar mais paradisíacos do mundo, mas os custos médicos são altíssimos

9. África do Sul

Grau de risco: Intermediário

Doenças mais comuns: febre tifoide, hepatite A, diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Altíssimo (acima de R$ 60 mil)


A Costa Rica ficou em último lugar na lista de lugares para viajar que oferecem riscos de doenças para o turista
Shutterstock
A Costa Rica ficou em último lugar na lista de lugares para viajar que oferecem riscos de doenças para o turista

10. Costa Rica

Grau de risco: Intermediário

Doenças mais comuns: diarreia do viajante

Custo médio do atendimento médico: Alto (em torno de R$ 30 mil)

Enquanto algumas das doenças citadas podem ser causadas por alimentos e água contaminados ou contato com pessoas infectadas (como a hepatite A e a febre tifoide), outras são desencadeadas pela picada de mosquitos infectados (caso da malária e da dengue) e outras costumam ser consequência das alterações que o organismo normalmente sofre durante viagens (como a diarreia do viajante).

De acordo com o levantamento, quem escolhe lugares para viajar que oferecem esses riscos deve evitar tomar água que não esteja engarrafada, gelo de procedência desconhecida e carne mal passada. Além disso, também é indicado  contratar um seguro viagem ter à mão remédios, caprichar na higiene pessoal durante a viagem e, antes dela, certificar-se de que as vacinas pedidas pelos destinos estão em dia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.