iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Taiti x Fernando de Noronha

25/03 - 18:55

Para quem gosta de clima tropical, belas praias e muito sol:

Redação iG Turismo

Quem pode, pode: Taiti (Polinésia Francesa)

É preciso ter tempo e dinheiro de sobra para conhecer parte da Polinésia Francesa


Você já deve ter sonhado em passar suas férias na maior ilha da Polinésia Francesa e mergulhar em suas águas incrivelmente transparentes, hospedar-se nos bangalôs suspensos sobre o mar, dormindo com os peixinhos nas férias. Só que ir para lá não é tão fácil assim: para chegar ao meio do Pacífico, entre América do Sul e Austrália, o brasileiro deve se acostumar a boas e longas horas dentro de um avião, após uma paradinha em Santiago para respirar. São quase 15 horas de voo. E os preços salgadíssimos: um pacote não sai por menos de dez mil reais (sem contar o que você vai gastar com refeições, cervejinhas, souvenirs e passeios). E, por este valor, você não fica nestes bangalôs nem no Taiti, nem na China.

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO TAITI

Quem não pode, se sacode: Fernando de Noronha (Pernambuco)

fernando de noronha


A água é tão transparente quanto as águas do Taiti e a beleza também é de cair o queixo. Para chegar lá, é necessário partir de Recife ou Natal (a “paradinha” para descansar é muito mais tropical que a da viagem à ilha polinésia) e fazer uma viagem curta de menos de duas horas até o arquipélago. Você não vai ficar hospedado em bangalôs sobre a água e, se quiser um pouquinho de luxo, também pode deixar as calças. Mas é possível fazer uma viagem quase classe A, partindo de São Paulo, com 5 mil reais. E ajudar o turismo do Brasil, sim senhor.

Leia mais sobre: destinos nacionais.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG




publicidade



Contador de notícias