Felipe Masetti, jornalista brasileiro que cruzou as Américas a cavalo, ensina a viajar sem gastar muito
Divulgação
Felipe Masetti, jornalista brasileiro que cruzou as Américas a cavalo, ensina a viajar sem gastar muito




Uma pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) indica que o principal desejo dos  brasileiros depois da pandemia do novo coronavírus é fazer viagens. Mesmo que ainda leve tempo para que o cenário global se organize, muitos turistas já estão se preparando e querem viajar sem gastar muito .


De acordo com Filipe Masetti, jornalista brasileiro que cruzou as Américas a cavalo , é possível planejar uma viagem sem ter muito dinheiro seguindo cinco passos.

Você viu?

1- Comece a planejar agora

Masetti afirma que quanto mais tempo de planejamento uma viagem tem, menos gastos o viajante terá. Por esse motivo, é importante começar a pesquisar todo seu itinerário e preparar o roteiro com antecedência.

O jornalista explica que é importante ficar de olho nos trechos de ida e volta com passagens mais baratas . É muito mais fácil viajar sem gastar muito fora de alta temporada, optando por trajetos na madrugada. Dessa forma, além de economizar no transporte, o turista economiza um dia de hospedagem.

2- Se hospede de graça

A acomodação é uma das partes mais custosas na hora de viajar. Mas Masetti explica que é possível se hospedar de graça em alguns locais. Ele recomenda o uso do site CouchSurfing, que conecta turistas a pessoas que estão dispostas a recebê-los. Caso use esse site, o jornalista indica que o viajante pesquise sobre o anfitrião, veja as avaliações e tente conversar com outras pessoas que se hospedaram lá. Se for mais confortável ficar em um hotel, opte por hostels . Alguns deles chegam a oferecer cafés da manhã e quartos privados.

3- Atenção ao se locomover

Para baratear ainda mais a viagem, evite ficar usando o transporte público ou pedindo táxi. Por que não optar por pedalar pela cidade ou conhecer os arredores caminhando? Dessa forma, o turista aproveita mais ainda a cidade e economiza uma graninha.

4- Torne-se voluntário

Vai passar muitos meses na estrada mas não quer gastar? Uma opção para conseguir acomodação e alimentação gratuita é se tornar um voluntário . Alguns  hostels aceitam hóspedes que trabalhem na organização do local e, em troca, podem ficar nas instalações sem nenhum custo. É uma boa opção para quem pretende fazer um mochilão.

5- Quando precisar, peça ajuda

Masetti explica que uma das principais dicas para viajar sem gastar muito é não ter medo ou vergonha de pedir ajuda. Lembrou de um amigo que mora no local para onde vai viajar? Ligue para perguntar se pode se hospedar por alguns dias. Em troca, o turista pode oferecer serviços em casa, fazer compras ou prestar algum auxílio. Coloque na ponta do lápis e verá que pedir ajuda pode ser a chave para economizar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários