Você pode trocar por produtos e até aumentar a validade
Freepik/reprodução
Você pode trocar por produtos e até aumentar a validade


Guardar milhas  é ótimo quando se está planejando uma viagem, mas a pandemia da Covid-19 mudou os planos de todos os viajantes e as milhas podem perder a validade. Para evitar esse problema, o iG Turismo conversou com Norton Reveno, especialista em milhas e cartões de crédito,  para entender quais são as possibilidades disponíveis para usaá-las sem precisar viajar. 


Antes de mais nada, é preciso entender quanto tempo as milhas valem. Algumas são eternas, como aquelas que você ganha ao pagar por planos de milhagem mensais, mas a maioria tem validade. "A média de validade é de dois anos, mas pode variar, é claro. Em geral, milhas de bônus vindas de promoções têm validades menores", explica Norton. 

Ele alerta que, para saber se estão perto de expirar, o viajante use aplicativos que reúnem e analisam as milhas. "Você pode utilizar aplicativos de gerenciamento de milhas como AwardWallet e Oktoplus ou então simplesmente olhar nos sites que você tem milhas cadastradas e procurar pelas opções de 'pontos a vencer'", diz. 

Você viu?

Como usar as milhas sem viajar?

Se acha que pontos de banco e milhas são diferentes, está enganado! Muitos planos de milhas também oferecem serviços em lojas e outros locais para usá-las sem precisar viajar. "Nesse caso, a melhor opção é a troca por benefícios. Toda companhia aérea ou programa de fidelidade tem dentro do seu site opções de troca".

Norton indica trocar por produtos. "No caso da Smiles, olhe no shopping Smiles, que tem diversos objetos, produtos e vouchers. Já na Azul, procure pelo Shopping Tudo Azul", indica. Para os usuários de Latam Pass, o indicado é ver os parceiros, que são sites de lojas e outros serviços que utilizam milhas para dar descontos. 

Se não quiser usar, pode vender

Uma boa opção, caso esteja com receio das milhas expirarem, é vendê-las. "A ideia é realizar a venda pelo menos três a quatro meses antes das milhas expirarem, senão melhor você mesmo usar em trocas por produtos no site. Não considero tão vantajoso do que viajar, mas se não pretende sair de casa, saiba que é melhor do que deixar validar. Milhas expiradas é igual a dinheiro rasgado", aponta.

Se não quer nada disso, é possível aumentar a validade?

Segundo Norton, você pode transferir pontos de bancos para programas de milha e vice-versa. "Depois de transferidos os pontos para milhas de companhias aéreas, elas passam a ter nova validade atribuída pela companhia aérea. Em alguns casos como transferência de pontos entre contas, é possível aumentar a validade das milhas", aponta. 

Contudo, o próprio especialista afirma que esta não é uma opção muito vantajosa, pois o dono dos pontos precisa pagar um valor pelas transferências. "Há exceções, claro. No início da pandemia, estava sendo possível solicitar prorrogação da validade das milhas sem dificuldades. Agora, com a retomada do mercado doméstico de aviação, está um pouco mais difícil conseguir isso", pontua.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários