limpeza hotel
Freepik/reprodução
As empresas de hospedagem estão com novas regras e protocolos para combater o contágio do coronavírus

Os hoteis estão reabrindo aos poucos em todo o Brasil, mas como saber se o local é mesmo seguro nesses tempos de pandemia?

No dia 4 de junho, por exemplo, o Ministério do Turismo criou o selo  “Turismo Responsável - Limpo e Seguro” para que empresas prestadoras de serviços turísticos, incluindo meios de hospedagem, sigam o protocolos para garantir segurança sanitária para os hóspedes. Para quem for viajar e se hospedar em hotéis nos próximos meses, é interessante verificar se a hospedagem tem o selo ou se está seguindo os protocolos recomendados.





Mesmo antes da criação do selo e de protocolos nacionais, as redes de hotéis estavam se organizando para criarem medidas de limpeza e segurança, com ajuda de agências e recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Veja quais são as medidas essenciais a serem seguidas para que você consiga escolher um lugar responsável e seguro para se hospedar.

1. Distanciamento social

Fique atento ao controle de acesso de frequentadores em áreas comuns, a marcação de lugares reservados em lugares como bares e restaurantes e à organização de filas. O ideal é que tenham marcas no chão para que seja respeitada a distância mínima de 1,5 metros entre as pessoas.

2. Limpeza intensificada

A higienização de áreas comuns e também dos quartos do hóspedes deve ser feita com uma frequência maior e com produtos mais potentes, especialmente de lugares como mesas, balcões, corrimãos e interruptores. Muitos hotéis estão investindo em materiais como pulverizadores para desinfecção ou produtos de higiene hospitalares.

3.  Uso de máscaras

Segundo recomendações da OMS, o uso de máscaras é obrigatório é um importante aliado no combate ao contágio do vírus. Portando, devem ser utilizadas sempre que o cliente estiver em áreas comuns. Além do hóspede fazer a sua parte, também deve ficar atento ao uso de máscaras de todos os funcionários.

hotel
Freepik/reprodução
Opções virtuais para solicitar serviços no hotel têm sido alternativas para evitar o contato dos hóspedes com os funcionários


4. Higiene das mãos

Estudos apontam que as mãos são grandes responsáveis pela disseminação das doenças, por isso a higienização frequente dessa parte do corpo deve ser incentivada. Para isso, os hotéis devem disponibilizar álcool em gel 70% em diversos locais estratégicos, como na recepção, nos elevadores e balcões de atendimento. Além de sempre terem disponível sabonete líquido e toalhas descartáveis nas pias do banheiro.

5. Maior ventilação

Promover a renovação de ar regularmente é uma forma de evitar que gotículas fiquem circulando no mesmo espaço e aumentando o risco de contaminação. Então os hotéis devem deixar as portas e janelas abertas para promover maior passagem da correntenza aérea. Também é uma dica importante que o hospéde mantenha as janelas do próprio quarto abertas sempre que for possível.

    Veja Também

      Mostrar mais