Se uma das suas metas para 2020 é viajar, o modo de comprar a passagem aérea precisa estar incluído no planejamento das férias. Assim, você não terá dor de cabeça com uma possível perda de dinheiro.

Leia também: 4 erros comuns na hora de comprar passagem aérea e como evitá-los

passagem aérea arrow-options
shutterstock
Comprar passagem aérea na internet precisa de cuidados econômicos e de segurança

E para ajudar quem vai viajar em 2020, o iG Turismo procurou alguns especialistas que indicam como comprar  passagem aérea  de maneira econômica e ficar seguro no mundo do e-commerce. Confira abaixo todas as dicas e comece a planejar sua próxima viagem.

1. Consulte preços com antecedência

Planejamento é tudo! Consultar os preços com antecedência, antes de comprar, é um dos melhores truques para economizar. O Country Manager do Kayak no Brasil, Eduardo Fleury, comenta que é necessário acompanhar a evolução dos preços com cerca de seis meses de antecedência. 

“O histórico do KAYAK revela que a antecedência ideal para se comprar passagens nacionais é de um mês; para internacionais, de três ou quatro meses. Comprando com essa antecedência, os viajantes podem garantir uma economia de até 15-25% no valor das passagens”, afirma.

2. Preste atenção nos dias e horários do voo

Voos programados para “horários de pico” costumam ser mais caros, então uma dica é escolher os horários alternativos. “Ir num sábado e voltar em uma segunda em vez de ir sexta e voltar num domingo, por exemplo, pode garantir uma boa economia, já que voos com maior demanda são mais caros”, aponta Eduardo. Optar por um voo com escalas também reduz o preço da passagem.

3. Dê preferência aos destinos nacionais 

Para viajantes com orçamento restrito a melhor opção, no momento, é escolher destinos nacionais. O ano de 2020 terá muitos feriados, o que aumenta as oportunidades de viajar pelo Brasil. “Em função da alta do dólar, instabilidade do câmbio e desvalorização do real, os viajantes têm dado preferência para viagens pelo Brasil e pela América Latina, opções menos ‘dolarizadas’ e mais em conta”, completa Eduardo Fleury.

4. Tenha flexibilidade para viajar

Essa é uma dica para quem disponibilidade de viajar em qualquer época do ano. “Vários sites têm esse recurso [flexibilidade de datas] e oferecem ofertas interessantes. Às vezes, por questão de um dia ou dois, você consegue que a passagem fique muito mais barata. Habilitar esse recurso da flexibilidade de data em sites e aplicativos ajuda a encontrar bons preços em passagens aéreas”, explica o especialista em Tecnologia e Inovação e professor da FGV, Arthur Igreja.

Para quem não tem essa flexibilidade, Caio Giampá, que mantém uma agencia de viagem aponta as melhores épocas para encontrar passagens baratas. “Datas fora de feriados, férias e alta temporada costumam ter melhores valores”, diz.

5. Pesquise passagem aérea em sites estrangeiros

Você sabia que uma passagem aérea pode ficar mais barata apenas por comprar em sites estrangeiros? Arthur comenta que os tickets podem ficar até 25% mais barato, mas a opção de pagamento é apenas a vista. “Aqui no Brasil não tem essa prática, pois se ganha com parcelamento”, explica.

Porém, é importante lembrar que além do valor da passagem, você também terá que arcar com a variação cambial e o IOF. "Uma dica é optar por empresas internacionais quando a diferença de preço para as empresas nacionais for grande", recomenda Eduardo Martins, executivo do Viajala.

6. Procure também as classes ‘Econômica Premium’ ou ‘Executiva’

Se você mantiver o hábito de “garimpar” os melhores preços, pode acabar caindo em alguns tipos de classes para viajar no avião. “Sempre faça buscas nessas classes [econômica premium ou executiva], pode acabar tendo uma condição interessante. A maioria das vezes é mais caro, mas  por desencargo de consciência vale a pena”, indica Caio.

7. Cuidado com os trechos comprados separadamente!

Em algumas ocasiões, pelo preço atrativo, o turista pode comprar uma passagem de ida fora de sua cidade e precisar fazer dois voos diferentes.

“Vamos supor que você mora em Salvador e comprou uma passagem para Londres mais barata saindo de São Paulo. Ai você adquiriu separadamente um voo Salvador > São Paulo pensando em chegar um pouco antes do seu voo internacional. Se o primeiro voo atrasar, a companhia aérea não se responsabiliza pela perda do voo seguinte”, explica o agente de viagem.

Para quem optar por essa manobra, a recomendação é ter um prazo bem longo para esse tipo de situação, chegar na véspera do próximo voo é o ideal.

8. Dê uma chance às Low Costs      

As Low Costs são companhias aéreas de baixo custo. Com pouco movimento no Brasil, esse tipo de empresa é muito atuante em outros países da América do Sul e na Europa. Apesar de operar em aeroportos alternativos, cobrar taxas extras caso não faça check-in online, não incluem bagagens etc., os valores das passagens aéreas são muito atraentes.

9. Não compartilhe suas informações

O meio de pagamento mais comum para comprar passagens aéreas online é o cartão de crédito. Mas, é importante ficar atento para utilizá-lo somente em sites confiáveis e em computadores privados. “Não coloque os dados do seu cartão de crédito em computadores compartilhados, de terceiros, ou em locais públicos, como bibliotecas ou lan houses, por exemplo. Nesses casos, é melhor optar pelo pagamento com boleto, caso seja aceito”, indica Eduardo Martins.

10. Saiba a diferença entre metabuscador, companhia aérea e agência de viagens

Saber a diferença entre metabuscador, companhia aérea e agência de viagens pode fazer toda a diferença quando o consumidor precisa reclamar seus direitos, caso tenha qualquer problema. Confira abaixo as principais diferenças:

  • Companhia aérea é a empresa que opera o voo, ou seja, é com quem o comprador vai viajar;
  • Agência de viagem é uma empresa do ramo turístico que comercializa passagens avulsas das companhias aéreas ou pacotes de viagem;
  • Metabuscador é um comparador de preços que mostra quais são as melhores opções de passagens e hotéis, mas não vende o produto.

11. Desconfie de anúncios estranhos

Se você encontrou uma passagem muito barata e acha que não é verdade, verifique antes de fornecer os seus dados. "Há promoções legítimas que são realmente muito boas, assim como há, às vezes, erro de marcação de preço nos sites de empresas de serviços aéreos", conta Eduardo, do Viajala.

Mas ele alerta: também existem por aí golpes para roubar dados de cartões de crédito. Para ter certeza que se trata de uma boa promoção, basta conferir no site do anunciante ou pesquisar a empresa que está oferecendo a passagem barata, para garantir sua legitimidade.  Clique aqui e veja como descobrir se a oferta vale a pena.

12. Fique atento aos custos embutidos

Ao comprar passagem aérea pela internet, podem aparecer taxas que não foram anunciadas na hora da seleção, serviços com custo extra não solicitados, etc.

Leia também: Tudo o que você deve saber para comprar passagem aérea com milhas e economizar

Observe o preço informado no começo da compra e, na hora de finalizar o pagamento, fique atento para verificar se o valor sofreu alterações. Se sim, pode significar que taxas extras foram aplicadas; que, ao longo do processo, foi incluído um serviço com custo à parte sem que você perceba; ou que há juros no parcelamento.

    Veja Também

      Mostrar mais