Tamanho do texto

Enquanto os hotéis são uma opção mais segura e prática de onde ficar em Orlando, as casas de aluguel podem dar mais privacidade e conforto a você

Saber onde ficar em Orlando pode fazer uma enorme diferença na sua viagem para este polo turístico americano. É por isso que muitos turistas, em busca de maior conforto para viagens em grupos, têm optado por casas de aluguel em vez de quartos de hotel.

Leia também: 6 passeios em Orlando que podem ser feitos gastando menos de US$ 20

Vista do horizonte de Orlando durante o por do sol arrow-options
shutterstock
Decidir onde ficar em Orlando para passar as noites durante a viagem pode mudar completamente a cara do seu roteiro

Segundo dados da Booking.com obtidos em um levantamento feito em 2019 com mais de 53 mil participantes de 31 países diferentes, 42% dos brasileiros afirmaram preferir uma acomodação não tradicional como casas, chalés, apartamentos etc. No geral, a taxa para os brasileiros ficou 7% acima da média mundial.

Mas será que realmente vale a pena ir nessa onda? Ou pegar uma vaga num hotel ou resort continua a ser a melhor resposta para quem se pergunta onde ficar em Orlando ?

Para responder a esta pergunta e te ajudar a decidir entre reservar um quarto de hotel e alugar uma casa , o iG Turismo reuniu informações de diversos sites e agências do setor de viagens e hospedagem como a Booking.com, a CVC, o Airbnb e o Casa na Disney.

Onde ficar em Orlando: alugar uma casa só para si

Casas no subúrbio de Orlando arrow-options
shutterstock
Alugar uma casa em Orlando pode te dar privacidade, mas pode custar mais dependendo da época

Outro estudo da Booking.com  indica que 30% dos viajantes brasileiros escolheram se hospedar em casas semelhantes às suas, que lhes passassem uma sensação familiar, sendo que 44% deles afirmaram ser inspirados por este desejo de se sentirem em casa logo que chegam no destino.

“O aluguel turístico é uma opção para quem busca uma hospedagem divertida com maior privacidade”, observa Ricardo Molina, CEO do grupo Casa na Disney.

Outro motivo apontado por aqueles que preferem alugar uma casa a ficar num quarto de hotel é a sensação de exclusividade. Ainda de acordo com o estudo, 29% dos entrevistados admitiram ter vontade de parecer lançadores de tendências ao fazerem isso.

Ficar em uma casa alugada também pode ser vantajoso para quem quer descobrir  outras coisas para fazer em Orlando além dos parques e do centro da cidade. 54% dos brasileiros entrevistados indicaram que a oportunidade de descobrir novos lugares é razão suficiente para alugar uma casa numa viagem.

E quanto ao custo de ficar em uma casa ou apartamento durante as férias? Com informações obtidas através de uma simulação no site do Airbnb para o período de 21 de dezembro até 26 de dezembro de 2019, o iG Turismo obteve uma média de R$ 1,2 mil por noite*.

É claro que este preço pode ficar mais em conta, por exemplo, para grupos de amigos ou para casas compartilhadas. “Dependendo de quantas pessoas se hospedarem na casa, o preço fica mais atrativo, visto que o valor pode ser tratado entre os hóspedes”, observa Viviane Pio, gerente executiva de vendas da CVC .

Onde ficar em Orlando: reservar um quarto de hotel

Frente do hotel do Shingle Creek Golf Club arrow-options
shutterstock
O quarto de hotel é uma saída mais convencional e até mesmo mais completa que alugar uma casa em Orlando

Mas não se engane: ficar num quarto de hotel continua sendo uma opção muito forte entre quem procura onde ficar em Orlando e em outros destinos turísticos.

Segundo um levantamento da Booking.com feito com 1 mil turistas brasileiros em maio de 2019, o hotel foi a hospedagem de escolha para 44% dos entrevistados, seguidos por pousadas (25%) e casas ou apartamentos (15%).

Os principais motivos para essa escolha foram a limpeza e conforto geral dos banheiros e do quarto em si (92% e 88% das respostas, respectivamente). Outros motivos incluíam benefícios gerais dos hotéis, como cafés da manhã e conexão de internet rápida e estável.

Além disso, optar por um hotel em Orlando pode vir com os benefícios de uma localização mais central e de um acesso mais fácil aos parques de diversão. E, no caso de resorts como os da Disney ou da Universal Studios, o turista ainda desfruta de toda a infraestrutura proporcionada pelos complexos das produtoras.

Tudo isso por um preço, em média, mais em conta que o aluguel de um espaço só para você e sua família. Simulando uma estadia entre 21 e 26 de dezembro de 2019 no site do Airbnb , as diárias em quartos de hotel saíram na média de R$ 820,00*.

Leia também: Flórida além de Orlando: o que fazer nas cidades vizinhas a Disney e Universal

Dito isso, parace que no fim das contas, avaliar suas preferências e condições financeiras na hora de viajar continua a ser a melhor forma de optar entre o aluguel de casa ou o hotel quando for decidir onde ficar em Orlando .

* Valores consultados em 16 de outubro de 2019 e sujeitos a mudanças