Ao entrar no avião e ser recepcionado pelo comissário de bordo, não é só a sua documentação que é avaliada pelos tripulantes. Diversos outros fatores, como seu porte e seu caráter, são julgados por eles.

Leia também: Comissária de bordo revela as cenas mais inusitadas que já viu na carreira

Comissários de bordo sorrindo na entrada da cabine
shutterstock
Segundo o comissário de bordo, ele e seus colegas notam várias coisas além da documentação ao receberem o passageiro

Mas não se preocupe: os objetivos do comissário de bordo ao fazer esta breve leitura fria são meramente práticos. Foi o que explicou Simon J Marton, ex-funcionário da British Airways, em seu livro  Journey of a Reluctant Air Steward , segundo o tabloide britânico  Daily Star .

"[Eles] avaliam o seu cartão de embarque por diversas razões, o seu estado físico e de viajante (se está viajando sozinho, se seria possível usá-lo como uma pessoa fisicamente capaz em caso de evacuação?), mas também [avaliam] seu caráter e quaisquer outras coisas que possam dar indícios de problemas", escreveu o autor, de acordo com o tabloide.

E uma das coisas que eles percebem de imediato, segundo o ex-funcionário da companhia aérea britânica, é a grosseria, bem como quaisquer outros sinais de agressividade ou mau comportamento que possam ameaçar a segurança do voo. "O comandante é informado antes da decolagem de qualquer coisa - por menos ameaçadora que seja - que poderia comprometer a segurança da aeronave", continuou Simon.

Leia também: Companhia aérea dá "ajudinha" para quem quer fugir de crianças e bebês no avião

O que acontece quando o comissário de bordo sente uma ameaça

Como exemplo de uma situação na qual houve suspeita de ameaça durante o processo de leitura fria, o autor lembrou de um caso no qual um passageiro fez uma piada sobre estar carregando uma bomba em sua mala durante o embarque.

"Mesmo sendo óbvio que ele não estava falando sério, minha superior olhou para ele e respondeu, 'você vai desejar nunca ter dito isso, senhor...'", relatou Simon, segundo o  Daily Star .

Leia também: Comissária de bordo fala o que você pode fazer para ter um voo muito melhor

Em seguida, a polícia foi chamada. Ao chegar no avião, os oficiais removeram o passageiro piadista e o levaram para um interrogatório, enquanto toda a bagagem dos 233 viajantes foi retirada da aeronave. Ao fim do processo, o voo teve um atraso de três horas. "É assim que você vira a pessoa mais detestada do avião", concluiu o comissário de bordo em seu relato.

    Veja Também

      Mostrar mais