Tamanho do texto

Empresas pelo Brasil oferecem serviços básicos para que você alcance sua compensação financeira, que está prevista por lei

O brasileiro que costuma viajar de avião sofreu com algumas complicações no primeiro semestre de 2019. O principal ponto das preocupações foi a grande quantidade de voos atrasados. De acordo com a AirHelp, o número de passageiros afetados saltou de 500 mil para um milhão apenas nos primeiros seis meses do ano.

aeroporto arrow-options
shutterstock
Voos atrasados afetaram um milhão de pessoas nos primeiros seis meses de 2019

Leia também: Como saber se a passagem aérea já inclui bagagem despachada e de mão?

As causas para um voo atrasado são diversas: más condições meteorológicas, manutenções não programadas, conexões para outros voos, sumiço de passageiro, transporte de cargas especiais, limite de jornada da tripulação, mal súbito de passageiro ou tripulação, queda no sistema, congestionamento aéreo, entre outros. Mas você sabia que dá para ser compensado financeiramente pelos transtornos?

De acordo com as resoluções da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), os passageiros que passaram por atrasos de voo de mais de 4 horas, cancelamentos ou overbooking, têm direito à assistência material, incluindo refeições, bebidas, comunicação e acomodação, se necessários. A lei se aplica a todos os passageiros que chegam ou partem dos aeroportos brasileiros.

Para atender a alta demanda de passageiros afetados algumas empresas surgiram no mercado como a AirHelp, que encomendou uma pesquisa junto com a YouGot, e descobriu que apenas 13% dos passageiros mundiais conheciam seus direitos em relação a uma compensação financeira .

Como procurar ajuda?

Existem algumas plataformas tem como serviço prestar apoio aos viajantes. A AirHelp, por exemplo, ajuda os viajantes a obterem a compensação que é determinada por lei estabelecendo uma rede de advogados locais no Brasil. O trabalho é apoiado por bancos de dados de estatísticas de voos do mundo, robôs de inteligência artificial e especialistas em direitos de passageiros aéreos .

Leia também: 5 dicas para relaxar e conseguir dormir durante um voo

Outras empresas que também te ajudam nesse sentido são a Nãovoei.com, que trata de voos atrasados, cancelados e casos de overbooking; e a Resolvvi, que inclui compensação para conexões perdidas e bagagens extraviadas.

E qual o valor das indenizações?

dinheiro arrow-options
shutterstock
As compensações por voo atrasado, voo cancelado ou overbooking são um direito do passageiro

Leia também: 4 erros comuns ao comprar uma passagem de avião pela web e como evitá-los

Pessoas que são afetadas por voo atrasado podem pedir indenização por danos morais que variam de R$ 3 mil a R$ 15 mil por passageiro. Algumas situações rendem também indenização por danos materiais, que tem o valor estipulado de acordo com a compensação moral.