Tamanho do texto

O VisitNow tem como objetivo principal reduzir os quartos de hotéis ociosos e promete oferecer descontos para os 'atrasadinhos'

Nesta segunda-feira (16) foi apresentada aos jornalistas o VisitNow, uma plataforma criada para aproximar o público jovem dos hotéis com foco nas reservas de última hora.

recepção de hotel arrow-options
shutterstock
Reservas ficarão mais fáceis com o aplicativo VisitNow

Leia também:  Bar em Londres se tornará hotel temático de uísque com 250 tipos da bebida

O aplicativo foi criado para por fim aos altos índices de ociosidade em unidades hoteleiras, em especial nos quartos que, à noite, ficam vazios em todo o país e promover as reservas de última hora .

Os estudos para o lançamento do VisitNow levaram dois anos e incluíram uma minuciosa análise sobre o mercado hoteleiro no Brasil, com destaque para o número de apartamentos que, diariamente, ficam sem hóspedes, além das tendências de crescimento do consumo e das reservas online.

"Encontramos um cenário muito interessante e promissor, principalmente após a retomada do crescimento da economia no país. Existe um volume extremamente representativo, em torno de 45%, de apartamentos em hotéis que ficam vazios durante a noite e que, claro, geram despesas. Nós queremos fomentar o consumo e contribuir para o crescimento do segmento turístico no Brasil a partir da geração de maior rentabilidade para o empresário", destaca Bruno Guimarães, sócio-fundador do VisitNow .

O foco inicial do VisitNow são os hotéis independentes e redes hoteleiras localizadas no território nacional. Foram mapeados os chamados heavy users de aplicativos de viagens, clientes que procuram por descontos e experiências de última hora, algo cada vez mais comum entre os consumidores de 18 a 40 anos, das gerações Y e Z.

A ideia é, a partir da entrada em nichos específicos, conectar hotéis e consumidores que precisam de quartos com urgência. Além deste público, o VisitNow foca nos clientes tradicionais que reservam com antecedência em agências de viagens online e off-line.

"O momento atual, com enormes avanços tecnológicos, é extremamente desafiador para a hotelaria. Afinal, assistimos a uma mudança crescente no comportamento do consumidor. E, a partir disso, a nossa expectativa é tornar o VisitNow uma empresa lucrativa em um período inferior a dois anos", explica Bruno Guimarães.

Como funciona o aplicativo?

A partir do VisitNow, é possível cadastrar o hotel, ou o espaço que se quer comercializar, de forma rápida e intuitiva. A plataforma é totalmente online e pode ser gerenciada pelos hoteleiros, em App ou ambiente web, para lançar as promoções e receber as reservas.

"O Visit Now é uma experiência nova para o mercado hoteleiro do Brasil . Não temos a pretensão de vender o melhor apartamento pelo preço mais baixo. Vamos permitir que o hoteleiro lance a oferta do quarto ou propriedade no preço que ele quiser. Sendo assim, nós convidamos os empresários a oferecer justamente esses quartos que deixarão de gerar despesas e passarão a fazer parte da receita", explica Bruno.

Leia também:  Quer se hospedar num abacate? Sidney terá o 1º "hotel de abacate" do mundo

Para os hoteleiros, os diferenciais são: a inexistência de taxa de comissionamento, recebimento de valor líquido da diária e não pagamento de impostos sobre o valor cheio que gera maior lucratividade. E para o cliente, a oportunidade da reserva de última hora com os descontos mais interessantes.

    Leia tudo sobre: inovação aplicativo