Tamanho do texto

Filtro lançando por buscador visa ajudar cliente na comparação de preços das passagens aéreas, de forma que escolha seja mais fácil e transparente

Na hora de comprar uma passagem aérea, o viajante sempre  busca encontrar os melhores preços – e, para isso, várias dicas podem ser colocadas em prática, como fazer a pesquisa com antecedência. Outro ponto importante que pode ajudar o cliente em suas decisões é saber se o documento já inclui ou não bagagem despachada.

bagagem despachada
shutterstock
Com a sanção do presidente Bolsonaro, apenas a bagagem de mão, de até 10 kg, é liberada de forma gratuita aos clientes

Para contextualizar, desde junho de 2017, as companhias aéreas estão autorizadas a cobrar pelo despacho de bagagem após regras da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) entrarem em vigor. Apenas as bagagens de mão, que devem ter 10 kg e dimensões específicas, são permitidas de forma gratuita aos passageiros.

A polêmica ficou ainda mais intensa no mês passado quando o Senado aprovou, no último dia 22, uma medida provisória que autoriza a participação de até 100% de capital estrangeiro nas empresas aéreas brasileiras. O texto ainda previa que os viajantes de voos nacionais podiam usufruir gratuitamente de uma bagagem de até 23 kg nos aviões acima de 31 assentos.

A proposta precisava da sanção de Jair Bolsonaro,  que tomou sua decisão nessa segunda-feira (17) e, por fim, decidiu vetar o despacho de bagagem gratuito em voos domésticos. Em maio, o presidente da República pensou em não vetar a medida, mas passou a ser pressionado pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e pela Anac.

Em um ofício enviado à Casa Civil no final do mês passado , Alexandre Barreto de Souza, presidente do Cade, afirmou que a volta da franquia de bagagem afetaria negativamente os investimentos de transporte aéreo, impactando diretamente o modelo de negócio das empresas aéreas low cost , interessadas em entrar no Brasil.

“No ano passado, a gente falou muito da explosão das low cost nos nossos países vizinhos, como Colômbia e no Chile, e vai acontecer aqui. É uma questão de tempo. Essas empresas vão entrar. Estão de olho no Brasil. É o maior mercado da América Latina. Para elas, você ter uma legislação flexível é melhor”, diz Eduardo Martins, diretor nacional do Viajala.

O profissional afirma que, quanto mais opções de empresas aéreas o viajante tiver, melhor. “Isso é uma máxima de mercado. Hoje, o Brasil, querendo ou não, ainda tem um número menor de companhias comparado a outros países. E a gente está em um momento de abertura do mercado, que é muito positivo”, explica. 

Martins cita a medida que permite 100% de capital estrangeiro em uma companhia aérea do Brasil. “Isso significa que pode ter novos entrantes”, afirma. É o caso da Sky Airline, do Chile, que foi a primeira low cost estrangeira a ser autorizada a operar em solo brasileiro. Seriam também os casos da Flybondi, da Argentina, e da Norwegian Air, da Noruega, por exemplo.

Como saber se a minha passagem inclui bagagem despachada?

bagagem despachada
shutterstock
Buscador de voos e hotéis Viajala traz iniciativa inédita de filtro de bagagem despachada no Brasil para ajudar viajantes

Para o turista, o especialista defende que o importante é que ele tenha essa percepção de que pode comparar os preços e saber que tem opções, seja uma tarifa com ou sem bagagem. Para ajudar o consumidor, o Viajala lançou uma ferramenta que facilita a busca por passagens aéreas mais baratas e outras informações importantes no poder de decisão. 

A iniciativa é inédita entre os buscadores de voos e hotéis do Brasil, que mostra os preços de todas as companhias aéreas e até das próprias agências de viagem. A funcionalidade permite que o viajante saiba se o voo exibido inclui bagagem para despachar e, se caso não, quanto irá custar, em média, inclui-la.

“Essa é uma questão muito estressante, por isso é importante antecipar a compra. Primeiro que é mais caro comprá-la no aeroporto. Então, é importante quando você faz a pesquisa de viagem ter a informação e saber se você vai precisar ou não de bagagem”, destaca Josian Chevallier, VP de Business do Viajala.

Na ferramenta, o usuário faz a busca e passa a visualizar as ofertas disponíveis. Nisso, ele também consegue ver as regras de bagagem de cada voo que está sendo exibido. Caso o interesse seja apenas verificar as opções que incluem o despacho, o viajante consegue ter acesso a essas informações e já recebe os valores atualizados.

print site Viajala
Reprodução/Viajala
Página do site Viajala que mostra as ofertas e o filtro de bagagem despachada; cliente pode selecionar o que deseja

Vale destacar que a empresa não vende passagem aérea e nem bagagem . A funcionalidade é um simulador para que o cliente tenha noção de quanto irá gastar. Diante disso, ela informa o valor médio da passagem ao adicionar bagagens despachadas e usa como referência as tarifas base de clientes em geral.

Para quem viaja apenas com a de mão, é importante tomar cuidado com as medidas e o peso da mala. Isso porque a fiscalização ficou mais intensa em diversos aeroportos do Brasil. Para não precisar despachá-la e pagar uma tarifa extra pelo serviço, o consumidor pode contar a ajuda de alguns aplicativos e utensílios que ajudam na checagem .