Tamanho do texto

Com 18 anos de carreira, Geralda Kojima já viu e ouviu de tudo: de pedidos de casamento até uma passageira que achou que seu nome era inventado

A comissária de bordo Geralda Kojima começou sua carreira em 2001, na LATAM. Sua decisão foi motivada por uma amiga, que disse que ela tinha o perfil perfeito para seguir na profissão. Agora, com 46 anos, ela tem muitas experiências para compartilhar com as pessoas.

Leia também: Aeromoça revela 5 atitudes que você não deve ter em uma viagem de avião

Geralda Kojima segurando uma bolsa com o um pingente do símbolo da LATAM Airlines
Arquivo Pessoal/Geralda Kojima
A comissária de bordo Geralda Kojima revelou ao iG Turismo algumas das cenas mais inusitadas que já presenciou em voos

Segundo a comissária de bordo , o surpreendente e o novo são parte constante da vida dos comissários. "Cada voo é uma história diferente. Não existe aquela rotina, você nunca voa com a mesma tripulação. A aviação é encantadora por isso", revela.

E essas histórias são das mais variadas: de passageiros com ataques de pânico a pessoas perguntando onde ficava o paraquedas para casos de emergência. Geralda compartilhou algumas de suas favoritas com o iG Turismo para comemorar o Dia do Comissário de Bordo .

1. Um assistente de comissária de bordo por um dia

Tripulantes de aeronave alinhados na escada, apontando o caminho para a porta do avião
shutterstock
Em uma ocasião, Geralda deixou um passageiro sentir um gostinho de como é ser um tripulante durante o voo

Uma das histórias mais inusitadas que ela já presenciou foi, na verdade, uma decisão sua. Em um de seus voos, ela conheceu um passageiro que sonhava em ser tripulante , mas que não poderia pois tinha que ajudar a família a cuidar do pai, que adoecera.

Geralda, então, decidiu dar ao rapaz um gostinho de como seria realizar o seu sonho. Ela entregou-lhe seu avental e permitiu que ele a acompanhasse enquanto ela atendia os outros passageiros.

Por motivos de segurança, ele não pôde fazer os serviços que um comissário de bordo faria. Mas, pelo menos, ele sentiu como seria exercer a profissão dos sonhos, mesmo que por apenas um dia.

2. Acalmando um passageiro em pânico

Passageiro em choque no seu assento
shutterstock
Em um voo saindo de Londrina, a comissária de bordo precisou descer do avião com o passageiro para acalmá-lo

Se, para uns, voar é um sonho, para outros pode ser um verdadeiro pesadelo. E o desespero pode ser o suficiente para forçar o avião a parar a taxiagem e voltar para o local de embarque.

Foi exatamente isso que Geralda presenciou quando um passageiro entrou em pânico antes da decolagem num voo que saía de Londrina, no Paraná.

Ela lembra que o homem se levantou e começou a gritar, pedindo para descer. Para acalmá-lo, ela desceu com ele da aeronave e os dois ficaram conversando por cerca de 20 minutos até que o rapaz se acalmasse.

3. Pedido de casamento entre Santiago e Guarulhos

Casal recém casado se beijando em frente a um avião
shutterstock
Em um de seus voos, a tripulante presenciou um pedido de casamento que emocionou a todos que estavam no avião

Em outra ocasião, ela e seus colegas de profissão presenciaram o início de um matrimônio num voo de Santiago para Guarulhos. Eles já haviam sido avisados de que haveria um pedido de casamento a bordo, mas não sabiam quem o faria.

Até que, segundo ela, a namorada de um rapaz sacou as alianças e pediu-o em casamento. O momento foi registrado por ela e outros tripulantes, e celebrado por todos que estavam a bordo.

4. Celebrando as bodas no avião

Casal de idosos felize num jardim
shutterstock
Quando estava a viajando para celebrar o aniversário de casamento, o casal ganhou um presente da tripulante

Mas não são apenas os começos de casamentos que ela já presenciou. Um casal de passageiros, em outro voo, estava viajando para comemorar seu 31˚ aniversário de casamento.

Para não deixar a ocasião passar em branco, assim que soube do fato quando estava servindo champanhe para eles, Geralda preparou uma xícara customizada em homenagem ao casal e um cartão personalizado para eles. "Foi emocionante, eles ficaram muito felizes", concluiu.

Leia também: Comissário de bordo revela item que passageiros não podem esquecer na viagem

5. Onde fica o paraquedas para emergências?

Homem pulando de paraquedas
shutterstock
Uma passageira, certa vez, queria saber onde ficava o paraquedas, até a tripulante explicar que não tinha um

Às vezes, as coisas mais inusitadas proporcionam boas risadas. Segundo a tripulante, uma passageira já lhe perguntou onde ficava o paraquedas do avião, para os casos de emergência.

"Eu achei muito engraçado, mas a gente está acostumado", comentou. Assim, ela explicou para a mulher que não existiam paraquedas para o voo, mas que ela estava segura a bordo do avião. Apesar de surpresa com a descoberta, a mulher acabou se divertindo com o mal entendido.

6. À procura de um xarope para tosse

Mulher colocando xarope numa colher
shutterstock
A comissária de bordo contou de uma ocasião na qual uma senhora queria tomar xarope para tosse em pleno voo

Enquanto alguns passageiros se preocupam com os lanches e refeições, outros só querem um remédio para resolver seus problemas, como esta senhora, que pediu a Geralda um xarope.

Ao descobrir que a aeronave não tinha xarope para ela - e que só um médico poderia ter acesso ao kit de primeiros socorros -, a passageira ficou inconformada. Mas, após ouvir a explicação da comissária de bordo, se satisfez.

7. Seja bem-vindo ao avião

Passageiro com uma miniatura de avião nas mãos, com expressão de dúvida
shutterstock
Num voo, a comissária de bordo precisou explicar ao passageiro como funcionam os procedimentos do avião

Algo inusitado, embora relativamente comum em sua experiência como tripulante, é encontrar passageiros que precisam aprender como funciona cada coisa em um avião.

Geralda lembrou-se de um homem que estava bastante amedrontado e tímido com sua primeira viagem de avião. Ele perguntava quanto custavam as refeições, se eles aceitavam cartão ou dinheiro.

Para acalmá-lo, então, ela se encarregou de mostrar como funcionava cada procedimento na aeronave - desde como usar o toilette até como preencher o formulário de voo internacional para as conexões.

8. Comissária de bordo, qual o seu nome?

Comissária de bordo falando com um passageiro
shutterstock
Certa vez, a comissária de bordo precisou explicar para uma passageira que o nome do crachá era de fato o seu

Por fim, Geralda lembra de uma confusão um pouco constrangedora que teve com uma passageira, envolvendo seu nome. Como alguns comissários de bordo adotam outro nome no crachá (para evitar que um voo tenha dois tripulantes com o mesmo nome), a mulher achou que o nome dela havia sido escolhido pela empresa.

Em seguida, segundo a aeromoça, a passageira começou a dizer que o nome era feio. Quando ela terminou, Geralda disse que aquele era de fato o seu nome - o que fez com que a mulher pedisse desculpas.

Leia também: Passageiro exige assento de avião com janela, e aeromoça tem reação hilária

Para a comissária de bordo , porém, o mal entendido não passou de mais uma situação engraçada dentre tantas outras que ela já presenciou em sua carreira - inclusive algumas das que entraram para essa lista.