Tamanho do texto

A viajante Camila Castanheira já foi com um grupo de 15 mulheres para o Egito e conta do iG Turismo todos os detalhes dessa diferente experiência

Fazer uma viagem em grupo pode gerar vários benefícios para os viajantes, pois é uma ótima experiência para quem, por exemplo, deseja explorar um destino exótico, conhecer novas pessoas e viajar com um roteiro bem definido. “O legal do grupo é ter algo diferente para explorar e estar com mais pessoas que acrescentem nessa experiência”, ressalta a jornalista e viajante Camila Castanheira , fundadora do blog “Acordei, quero viajar”.

Camila fez uma viagem em grupo com 15 mulheres para o Egito e acredita ser a melhor forma de ir a um destino exótico
Arquivo pessoal
Camila fez uma viagem em grupo com 15 mulheres para o Egito e acredita ser a melhor forma de ir a um destino exótico


Camila sempre teve vontade de organizar uma viagem em grupo , mas só em abril de 2017 resolveu estruturar um projeto e apresentar para uma operadora do Egito, que veio ao Brasil participar de uma feira internacional de turismo, e a ideia foi muito bem aceita. “Fui convidada para visitar o país em novembro do mesmo ano, eu topei, e três meses depois estava de volta ao Egito com um grupo de 15 mulheres”, conta em entrevista ao iG Turismo .

Organizar uma viagem desse porte é complicado e exige muito planejamento, mas para o turista traz facilidade, pois ele já vai para o destino com um roteiro pronto e tudo esquematizado . “Faço a rota analisando o que pode ser interessante conhecer nos destinos selecionados. Quando fecho o roteiro, a operadora viabiliza todo o trajeto e estrutura a viagem, definindo hotéis, passeios e todos os serviços que estarão inclusos no pacote”, explica.

Vigem em grupo sob medida 

Durante a viagem em grupo, Camila programou de fazer snokling no mar vermelho com algumas das viajantes
Arquivo pessoal
Durante a viagem em grupo, Camila programou de fazer snokling no mar vermelho com algumas das viajantes


O resultado desse tipo de viagem sempre costuma ser algo sob medida, pois os detalhes são pensados de acordo com o perfil do grupo que viajará junto. Como exemplo, a jornalista fala que faz questão de que os guias locais sejam escolhidos com bastante cuidado para atender o perfil cultural das pessoas que geralmente a procuram para viajar. “Esses profissionais precisam ser bem capacitados, além de terem uma linguagem parecida com a do meu público.”

O Egito foi o destino escolhido porque, segundo Camila, conhecer um destino exótico em grupo é mais fácil e recomendável.  “Há vários destinos que não costumam ser indicados para viajar sozinho, principalmente quando se é mulher, logo, viajar em grupo se torna uma opção muito segura. Outra proposta interessante é procurar por viagens temáticas em grupos, para, por exemplo, explorar a gastronomia da Toscana, conhecer a rota do Whisky na Escócia e assim por diante.” 

Camila também fala que não indica rotas e destinos que são mais tradicionais, como Nova York, Londres e Paris, para os turistas que estão pensando em fazer uma viagem em grupo, pois ela explica que é mais simples de organizar viagens para lugares que recebem inúmeros turistas, já que o viajante pode tranquilamente montar o próprio roteiro para conhecer o local sozinho, em família ou a dois.

As vantagens e os cuidados ao fazer uma viagem em grupo

Entre as vantagens de fazer uma viagem em grupo está o fato do turista não ter que se preocupar com o roteiro
Arquivo pessoal
Entre as vantagens de fazer uma viagem em grupo está o fato do turista não ter que se preocupar com o roteiro


O valor de uma viagem em grupo costuma ser bem relativo, pois existem pacotes para todos os públicos, podendo ser algo mais luxuoso e caro ou mais básico e econômico. “Contudo, eu não costumo analisar uma viagem por este ângulo. Ao meu ver, quando você compra uma viagem, você realiza um sonho, e isso é algo que gera valor para sua vida inteira”, aponta a viajante que possui mais de 230 mil seguires no Facebook e 30 mil no Instagram.

Em boa parte dos pacotes de viagens em grupo, está incluso somente a parte terrestre, como hospedagem, almoço, transfers e passeios. A parte aérea (passagens de avião) geralmente é a parte, mas Camila diz que isso não é uma regra, por isso, o viajante precisa ficar atento a tudo o que está incluso no pacote – principalmente os passeios, refeições e transporte – para não ter surpresas desagradáveis depois de ter fechado o contrato de uma viagem tão sonhada.

Leia também: Pura diversão! 5 destinos perfeitos para conhecer com os amigos; confira 

A viajante sempre faz os roteiros de uma viagem em grupo pensando no perfil das pessoas com quem ela viaja
Arquivo pessoal
A viajante sempre faz os roteiros de uma viagem em grupo pensando no perfil das pessoas com quem ela viaja

Quando o turista busca por um grupo de viagem, também é preciso ficar atento a outros detalhes para não cair em uma furada. De acordo com Camila, em primeiro lugar é preciso olhar atentamente o roteiro e fugir daqueles que aparentam ser muito corrido ou que prometem levar o turista para conhecer um continente ou um país inteiro em uma viagem rápida, de apenas 15 dias, por exemplo.

“Geralmente esses serviços não são muito personalizados, o que pode acabar não proporcionando a experiência desejada para o turista. Tenha em mente que não adianta fazer uma viagem na qual você passará a maior parte do tempo em um carro ou ônibus. Prefira sempre roteiros que te dão tempo para conhecer o destino e que você consiga sentir o lugar: isso é viajar com qualidade”, alerta.

A experiência de fazer uma viagem em grupo 

Camila diz que a  viagem em grupo mudou a vida dela e, agora, ela planeja outras ir para outros destinos em grupo
Arquivo pessoal
Camila diz que a viagem em grupo mudou a vida dela e, agora, ela planeja outras ir para outros destinos em grupo


Mesmo estando acostumada a viajar, a jornalista confessa que viver essa experiência de fazer uma viagem em grupo mudou sua vida. “Poder mostrar um país que é tão incrível, mas ao mesmo tempo com tantas restrições e dificuldades em relação à figura feminina foi algo que me motivou ainda mais a quebrar paradigmas e a inspirar pessoas. Eu acredito muito que viajar é uma das maneiras mais eficazes de se quebrar tabus e nos tornarmos pessoas melhores.”

Camila fará uma nova viagem em grupo para o Egito em janeiro de 2019. Ela também está finalizando alguns estudos sobre viagens temáticas em destinos como Portugal, Itália e Grécia e, em breve, ela divulgará quais serão os próximos destinos e roteiros para os interessados em conhecer o mundo na companhia de outros viajantes. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.