Tamanho do texto

A hora de arrumar a mala poder ser uma das mais confusas para um viajante, especialmente se o destino possui a temperatura diferente de onde ele vive

O mês de julho está se aproximando e, durante esse período do ano, muitas pessoas costumam tirar férias para viajar. Como o inverno brasileiro começou no ultimo dia 21, boa parte desses viajantes buscam destinos com temperaturas mais quentes — seja em locais fora do Brasil ou regiões como o Norte e o Nordeste do País, que possuem um clima mais tropical. Nesses casos, porém, o momento de arrumar malas pode ser um problema.

Leia também: Alugar casa de temporada nos EUA pode sair mais barato que hotel; veja dicas

Arrumar malas para viajar pode causar dúvidas, principalmente se você vai visitar um local com clima diferente do Brasil
shutterstock
Arrumar malas para viajar pode causar dúvidas, principalmente se você vai visitar um local com clima diferente do Brasil


A perspectiva de ir a um local de temperaturas totalmente diferentes das que a pessoa está acostumada pode fazê-la se questionar coisas como “Quantas peças preciso levar?” ou “Será que vou passar frio/calor?”, mas, durante esse desafio de arrumar malas para um local de clima distinto, seguir alguns passos podem ajudar. “A primeira coisa a ser feita é ver quantos dias você vai ficar e como vai estar o clima no local, para, a partir daí, começar a arrumar a mala”, comenta Maria Inês Borges, consultora de Etiqueta Corporativa. 

Com diversos aplicativos e sites voltados para a previsão do tempo disponíveis, não é tão difícil saber como está a temperatura no local que você vai visitar e, inclusive, também é possível verificar a incidência de chuvas e outros fenômenos naturais que podem ocorrer durante o período de estadia no local. "A temperatura é importante, pois é preciso saber se é inverno ou verão", afirma a especialista. 

Além disso, ela explica que também é importante saber o estilo da cidade, se existem praias próximas e quais tipos de passeios serão feitos, já que, dessa forma, é mais fácil decidir quais tipos de roupas é preciso levar. Se a promessa for de dias quentes, a ideia é levar peças mais leves, e, se houver um jantar na programação, é preciso escolher uma peça mais elegante, além das roupas de banho caso o objetivo for pegar praia.

Para facilitar a hora de arrumar malas para viagem , a dica é procurar montar conjuntos com as peças escolhidas para que elas fiquem leves e organizadas — principalmente é uma viagem de avião. "Hoje em dia, as malas são mais enxutas, então o quanto menos você levar melhor", diz Maria Inês. Para viagens rápidas, por exemplo, uma mala de 20 kg ou mochilas podem ser bastante úteis para guardas apenas peças "coringa", ou seja, que são apropriadas para diversas situações.  

"O ideal é colocar as calças primeiro, por cima as camisas dobradas, as regatas, as malhas e os paletós e, por último, os sapatos envolvidos no saquinho de feltro ou plástico. Nas laterais, roupas intimas e camisetas", recomenda a profissional. Nessa hora, também é importante lembrar-se de guardar produtos de higiene e outros itens como esses e de montar uma nécessaire prática com documentos, cartões e coisas de necessidade imediata, como óculos de sol. 

Leia também: 5 destinos na América do Sul para o turista que quer economizar e fugir do dólar

Como arrumar malas para o calor

Se você vai visitar um local quente, foque em escolher roupas com tecidos leves e fáceis de serem combinadas entre si
shutterstock
Se você vai visitar um local quente, foque em escolher roupas com tecidos leves e fáceis de serem combinadas entre si

A principal coisa a se fazer ao visitar um destino quente é focar no tipo de tecido com que as roupas. "Tecidos leves são indispensáveis. Além disso, alguns itens não podem faltar: chapéu ou viseira, sapatos confortáveis, rasteirinhas e chinelos, sandálias, óculos escuros, protetor, bermudas, camisetas e regatas. Para a noite, jantares e aniversários, aposte nas pantalonas de seda, camisas ou tops, ou ainda nos vestidos leves. Se o lugar tiver praia ou piscina, não esqueça os biquínis, maiôs, saída de banho e sungas", explica a consultora.

Se a ideia é levar apenas peças que combinem com tudo, pensar nas cores é essencial. Cores neutras, como preto e branco são mais fáceis de mesclar com outras. Também é importante lembrar de levar de uma bolsa prática para carregar documentos, chaves, óculos e outros itens que podem ser necessários durante o dia, além de sapatos confortáveis. "Tênis ou sapatilha são sempre ideais pelo conforto."

No caso dos homens, uma calça jeans, preta, marrom ou cinza é o item "coringa" para a noite ou para passeios durante o dia e não podem ficar de fora na hora de arrumar malas. "Não esqueça de levar camisas de mangas curtas, indicadas para passeios e restaurantes informais, e camisas longas para a noite, se necessário". 

Uma boa dica é não deixar de levar um casaco mesmo que a previsão seja a de enfrentar calor, especialmente porque ele pode ser útil durante o trajeto de ida e volta para lidar com as diferenças de temperatura.

Leia também: 10 destinos internacionais que têm imagem falsa na mídia, segundo viajantes

Como arrumar malas para um lugar frio?

Ao visitar um lugar frio, o item que não pode faltar de jeito nenhum é um agasalho que seja suficiente para ficar aquecido
shutterstock
Ao visitar um lugar frio, o item que não pode faltar de jeito nenhum é um agasalho que seja suficiente para ficar aquecido

Se a ideia é viajar para um local que seja mais frio do que o clima de onde a pessoa vive, o momento de arrumar malas pode ser ainda mais trabalhosa. Acima de qualquer item, a peça de roupa que não pode faltar de jeito nenhum é um agasalho. "Além disso, calças quentes, botas, gorros, cachecol e malhas quentes para o dia podem ser úteis", afirma Maria Inês.

Um casaco prático, como um sobretudo ou cardigã, e aquela calça "coringa" de cor neutra podem servir para mais de uma situação. A dica de procurar principalmente peças em cores neutras continua para o restante das malas, já que roupas de inverno costumam ocupar mais espaço que as de verão e, fazendo isso, é mais fácil criar mais combinações com menos peças. “Não esqueça dos óculos e do protetor solar. Mesmo no frio, eles sempre protegem a pele”, lembra Maria Inês.

Além disso, também é necessário saber se há neve no destino escolhido. Se sim, é preciso levar um casaco "doudoune", que pode ser mais eficiente do que muitas camadas de blusas de frio.  Essa peça versátil deve, segundo a especialista, ser combinado com uma calça mais apertada que contraste com o volume do casaco. “Não encha-se de meias, suéteres e conjuntos de lã. O ideal são as peças leves e impermeáveis", aconselha. 

Outra informação que é necessária na hora de arrumar malas  para um clima diferente é a de se o local possui ar condicionado. "Se existir, não há necessidade de levar roupas muito quentes e volumosas, pois o ar estará regulado para uma temperatura ambiente", finaliza a especialista.