Tamanho do texto

A blogueira e consultora de viagens Lala Rebelo dá dicas de como se organizar para não ter surpresas desagradáveis no aeroporto

Diversão, descanso, tranquilidade, essas são algumas palavras que você provavelmente pensa quando planeja viajar. Além de escolher o destino, a hospedagem e os passeios que vai fazer, você não pode deixar passar despercebido alguns detalhes que podem causar diversos problemas e estregar esse momento tão esperado.

Lala Rebelo dá dicas de como não ter problemas no embarque
Arquivo pessoal
Lala Rebelo dá dicas de como não ter problemas no embarque


11 dicas para uma viagem de carro perfeita

Para passar pela burocracia, é importante organizar tudo com antecedência, uma dica simples, mas fundamental para evitar problemas na hora do embarque. Lembrando que um detalhe, como não ter tomado uma vacina, pode impedir que você entre no avião. Para não passar por esse pesadelo, a blogueira e consultora de viagens Lala Rebelo montou seis passos que vão te ajudar a organizar a viagem.   

Passaporte

Entrando em um aeroporto , o passaporte passa a ser o principal documento, ele é essencial para realizar uma viagem internacional e é checado de duas formas. Primeiro é conferida a data de validade : “A maioria dos países pede uma validade mínima de três meses – alguns pedem 6 meses – para deixar o turista entrar”, conta Lala.

O segundo detalhe analisado é número de páginas disponíveis. “Poucos sabem, mas há países que exigem até quatro páginas limpas no passaporte na hora da entrada”, explica a blogueira.

Visto

Para entrar em muitos países é preciso uma permissão, que é concedida através do visto . O problema é que consegui-lo pode ser complicado, deixando os turistas de cabelo em pé, principalmente os que vão para os Estados Unidos.

Dependendo do lugar, o visto deve ser tirado nos consulados que ficam espalhados pelo Brasil, mas tem países que emitem na chegada do turista, antes da imigração.

Guia para a primeira viagem de avião

“Mesmo os que emitem o visto na chegada às vezes obrigam os turistas a levar sua própria foto e pagar em dinheiro. Alguns trabalham com pré-visto online. Conheça os requerimentos antes de viajar”, aconselha a consultora.

Carteira de Habilitação

Se para realizar os passeios você pretende alugar um carro, saiba que tem países e locadoras que não aceitam a carteira de habilitação do Brasil. “A sugestão aqui é fazer a carteira de habilitação internacional, que permite que o turista alugue carro em qualquer país, além de ser um documento oficial para a polícia local”, explica Lala.

Fique esperto! Às vezes as locadoras deixam você alugar o carro com a carteira de habilitação brasileira, mas se ela não tiver validade no país você pode ter problemas com a polícia.

Vacinas

Verifique se o destino que você vai exige alguma vacina, a mais cobrada é a de febre amarela. Mas não deixe para tomar de última hora, é preciso ser vacinado com no mínimo 10 dias de antecedência do embarque. Não esqueça também de fazer a carteirinha de vacinação internacional na ANVISA, pois só o comprovante de vacinação não é válido.

Seguro de Viagem

Ele pode ser uma santa ajuda e não pense que é exagero. O seguro viagem além de cobrir gastos, é valido pela assistência que dão no exterior. “O cartão de crédito pode ser um grande aliado na hora do seguro, verifique seus benefícios antes de contratar uma empresa a parte”, diz a blogueira.

Peso da bagagem

O peso da bagagem varia e depende da política da companhia aérea , tanto para a mala despachada quando para a bagagem de mão. O destino também pode influenciar na quantidade de quilos liberados pelas empresas aéreas.

18 dicas para evitar que sua mala seja roubada

“É importante verificar a franquia de bagagem antes mesmo de começar a arrumar a mala para não ter problemas no aeroporto, já que o excesso de bagagem costuma sair caro”, alerta Lala.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.