iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Dez motivos para ir ao Rio Quente Resorts
As dez atividades mais imperdíveis no Rio Quente Resorts, a 43 quilômetros de Caldas Novas, Goiás.

Eduardo Vessoni

- Caldas Novas tem águas quentes sempre
- História e turismo no coração do Brasil

Não será por falta de opções que você deixará de visitar Goiás, um destino nacional tão pouco divulgado entre turistas brasileiros. O Rio Quente Resorts conta com três programas reunidos em um mesmo local: campo, parque aquático e uma praia artificial. Localizado em Rio Quente, cidade goiana a 43 quilômetros de Caldas Novas, o resort é conhecido por suas águas quentes e naturais que chegam a 37°C.

VEJA GALERIA DE FOTOS DO RIO QUENTE RESORTS!

Diante de tantas alternativas disponíveis, em uma área que recebe 6,5 milhões de litros de água por hora, listamos as dez atividades imperdíveis do hotel. 

1 - Radicalizar no Hot Park

O complexo Rio Quente Resorts reserva mais de 10% de sua área para esse parque aberto aos hóspedes e visitantes. Os destaques do maior parque aquático do Brasil são o Half Pipe, um escorregador molhado em forma de U onde os radicais descem sobre um bote, e tobogãs no escuro. Os pequenos têm seu espaço reservado no Clubinho da Criança, uma área de 3.400 metros com piscinas, brinquedos interativos e versões menos radicais de toboáguas.

2 - Fazer esportes radicais

Opções não faltam para quem quiser experiências radicais. O cardápio inclui tirolesa com queda na água, escaladas em pedra, rapel em cachoeira, arvorismo e passeios de caiaque e rafting nas corredeiras dos rios da região.

3 - Relaxar nas duchas quentes

Nem só de programas radicais vivem os hóspedes do hotel. O Parque das Fontes, uma das áreas mais antigas e procuradas do resort, oferece ofurôs naturais e diversas duchas para demoradas massagens no corpo com águas que chegam a 37°C. Todo o complexo é alimentado pelas águas quentes naturais e correntes de 18 nascentes da região. Difícil mesmo é querer sair da água para voltar para o quarto.

4 - Avistar as aves do Bird Land

Mais do que observar espécies raras de pássaros brasileiros e estrangeiros, o visitante tem a oportunidade de tocar os animais que ficam soltos nesse centro de convivência de 2 mil metros quadrados que recebe e trata animais apreendidos pelo IBAMA. São mais de 200 aves acomodadas em um espaço de 13 m de altura que faz parte do Asas, um projeto de reintrodução de aves na natureza.

5 - Luau na piscina

Faça sol ou frio, as piscinas de pedras do Parque das Fontes funcionam 24 hs durante todo o ano. Mas é à noite, quando as temperaturas dão uma trégua no calor constante de Rio Quente, que os hóspedes mais boêmios estendem o happy hour até altas horas ao redor do bar aquático. O hotel costuma organizar alguns luaus ou eventos nessa área que conta com dez piscinas para banhos em águas quentes naturais.

6 - Nadar na Praia do Cerrado

O cerrado virou mar em pleno centro-oeste do País. Essa praia artificial, considerada a maior de águas quentes naturais e correntes do mundo, foi construída em uma área de 25 mil metros quadrados e é uma réplica com areias, bares à 'beira-mar', cadeiras de praia, ondas de até 1,2 m e espaço para prática de vôlei de praia. Só não tem o incômodo dos ambulantes gritando entre os guarda-sóis.

7 - Aprender a surfar

O campeão mundial de surfe Phil Rajzman é o coordenador da mais nova atração recreativa do resort: aulas de surfe para crianças e adultos. Acompanhado de outro surfista famoso, Betinho Dias, Phil encabeçará as sessões diárias para ensinar algumas técnicas do esporte para os hóspedes do hotel. Além de aulas práticas e teóricas sobre a dura tarefa de manter-se de pé sobre a prancha, os encontros incluem treinamento com a técnica do monkeyboard, uma prancha colocada na areia sobre um rolo, e malabares para estimular a coordenação motora dos aprendizes de surfista.

8 - Fazer um mergulho noturno

Nadar entre peixes imensos de 2 metros já é uma experiência e tanto, mas quando o mergulho acontece após o pôr-do-sol, o passeio fica ainda mais inusitado. O mergulho ecológico no rio de águas quentes que corta o resort oferece saídas com snorkel ou tubos de ar comprimido para ver, à noite, peixes como tambaqui, piracanjuba e pirarucu. No fundo do rio, estátuas e a réplica de um barco naufragado foram colocados para deixar a aventura ainda mais emocionante.

9 - Tomar um chopp

O complexo Rio Quente oferece bons cantinhos para os amantes da 'loira' gelada e dos clássicos petiscos de boteco. A vista iluminada das nascentes de águas quentes são as surpresas dos restaurantes e bares.

10 - Fazer nada

Entregue-se à tranquilidade das piscinas esverdeadas de águas mornas do Hotel Turismo, uma alternativa ao agito das piscinas de pedras e das duchas do Parque das Fontes. O lounge Stella Artois, rodeado por um espelho d´água que interliga as áreas infantil e adulta, é o local perfeito para o corpo e a alma cansados. O espaço conta também com piano-bar e sombrites para descanso.

Leia mais sobre: Caldas Novas - Rio Quente - Destinos de inverno.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias