iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Dez motivos para conhecer Porto Alegre
Porto Alegre costuma servir apenas como passagem para os turistas que seguem para as Serras Gaúchas ou para o litoral. Reveja seu roteiro na próxima visita à capital do Rio Grande do Sul e surpreenda-se com o que a cidade tem para oferecer.

Eduardo Vessoni

Acordo Ortográfico 

Mesmo sem praias, o agito cultural e a vida noturna de Porto Alegre costumam elevar as temperaturas durante todo o ano.

VEJA GALERIA DE FOTOS DE PORTO ALEGRE

Tomar chimarrão

Para começar o dia na capital gaúcha, faça como os locais. Não saia para a rua sem o equipamento básico de sobrevivência em Porto Alegre: cuia, bomba e garrafa térmica para passar o dia saboreando a bebida mais típica do sul do Brasil - o mate.

Ver uma exposição no Santander Cultural

O edifício de estilo neoclássico onde funciona esse centro cultural é uma construção de 1932, tombada como patrimônio histórico, que manteve suas características arquitetônicas para abrigar salas de exposição, cinema e apresentações musicais. O espaço fica na Praça da Alfândega, no centro da cidade, e as exposições são gratuitas.

Comprar no Brique da Redenção

O Parque Farroupilha, próximo ao centro, serve de cenário para as barraquinhas de artesanatos e comidas que se instalam ao longo da Avenida José Bonifácio todos os domingos das 9 às 17h. Entre as opções de compras estão artesanatos, antiguidades e produtos artísticos.

Conhecer a Casa de Cultura Mário Quintana

O Porto não seria Alegre se não fosse Mário, e esse deixaria de ser Quintana sem Porto Alegre. A relação entre o poeta e a cidade é tão grande que Porto Alegre conta até com um centro cultural dedicado ao artista. Localizado no edifício do clássico Hotel Majestic, que hospedou Quintana por 12 anos e foi fechado na década de 80, o centro cultural oferece exposições de artes, teatro,cinema, discoteca e biblioteca.

Perder-se na Feira do Livro

Desde 1955, a Praça da Alfândega é palco de uma das feiras de livro mais antigas do Brasil. A ideia de levar os livros a uma população que não tinha o hábito de ir às livrarias deu origem a um dos eventos mais esperados da cidade. Barracas são espalhadas ao longo da praça e a programação inclui eventos culturais, oficinas e seminários. O evento é anual e a entrada é gratuita.

Ver os desfiles da Semana Farroupilha

Setembro é o mês de festas no Rio Grande do Sul, quando os gaúchos se reúnem na maior festa popular daquele estado. Na semana do dia 20, shows, comidas típicas e desfiles relembram a Revolução Farroupilha que deu início à independência rio-grandense.

Caminhar pela Usina do Gasômetro

No passado, foi uma usina que gerava energia à base de carvão mineral; hoje, o Gasômetro, como é conhecido, funciona como um amplo centro cultural. O espaço  conta com espaço para exposições e palestras, teatro e sala de cinema com 118 lugares.

Agitar na vida noturna de POA

Cada tribo tem seu espaço reservado na capital gaúcha. Os baladeiros se encontram em bairros de alto padrão como o Moinhos de Vento; os jovens fãs de rock e do som punk se reúnem nos jardins do Parque Farroupilha; e a Cidade Baixa recebe os boêmios e o público GLBT.

Navegar o Rio Guaíba

Empresas locais organizam saídas para navegar o famoso rio gaúcho e conhecer ilhas próximas como a Ilha do Castelhano e Ilha das Flores. Na alta temporada, é possível sair à noite pelo rio em uma programação que inclui jantar e danceteria.

Ver o pôr do sol no Guaíba

O Rio Guaíba está para os gaúchos, como Copacabana está para os cariocas. A cidade não tem praias, mas é na beira desse rio, ou lago (como defendem alguns), que a vida segue em um ritmo diferente do agitado centro de Porto Alegre. Sentar-se sobre o gramado em frente ao Guaíba para despedir-se do sol é um programa imperdível.

Veja também:

- Wakeboard no Rio Guaíba
- Serra Gaúcha é roteiro de charme o ano todo

Leia mais sobre: Porto Alegre - viagem Rio Grande do Sul.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG




publicidade



Contador de notícias