iG - Internet Group

iBest

brTurbo

O essencial de Toronto
Toronto sempre pretendeu ser uma “cidade do mundo”. E conseguiu. Com uma série de campanhas desde as últimas décadas do século 20, firmou-se no imaginário mundial como a cidade mais globalizada do Canadá - e de fato é.

Mapa-Mundi - www.mapa-mundi.com

- Fuso-Clima-Visto-Feriados em Toronto
- Como chegar a Toronto
- Onde ficar e o que comer em Toronto
- Atrações para as crianças em Toronto
- Vida cultural e noturna de Toronto
- O que ver nos arredores de Toronto
- Compras em Toronto
- Informações úteis sobre Toronto

VEJA A GALERIA DE FOTOS DE TORONTO


Mesmo sem ter pisado em Toronto, facilmente alguém chega a reconhecer alguns de seus pontos ou características mais emblemáticos. A “Hollywood do Norte”, como chegou a ser chamada, abriu as portas para a imigração e aproveitou o melhor que o contato com outras pessoas do planeta poderia render a uma cidade.

Toronto hoje não é mais apenas uma boa substituta de Nova Iorque ou dos mais badalados centros europeus. Respira sozinha e apresenta, orgulhosa, arquitetura particular, variadas atrações culturais, encantos gastronômicos de toda a parte e um cenário urbano digno de nota. E isso aliado a uma qualidade de vida invejável, que possibilita às pessoas viverem em casas e irem a pé ou de bicicleta para o trabalho.

Tudo conspira para transformar Toronto em um destino desejável, independente de comparações a metrópoles X ou Y. Conquistou seu espaço com a audácia cautelosa de quem sabe aonde quer chegar, mas não pretende se desfazer de seus conceitos originais.

Principais atrações:

1 – Royal Ontario Museum
Queen's Park. Metrô: Museum

É o maior museu do Canadá, com mais de 6 milhões de objetos em seu acervo. Recentemente ganhou seis novas galerias em um palácio ultramoderno, com prismas de crista projetados por Daniel Libeskind. Além da história das primeiras civilizações canadenses, tem uma série de outras mostras de arte, de vários povos do mundo.

2 – The Distillery District
Mill St. Metrô King e depois Streetcar leste para Parliament St.

Fundado em 1832 por um imigrante escocês como a maior destilaria no Canadá, desde 2003 este lugar foi transformado em um distrito histórico. É um complexo de 43 prédios que tem o característico padrão de design industrial do século 19. Quase todo em estilo vitoriano, também tem uma ambiciosa programação de eventos ao longo do ano, incluindo festivais de música e outras atividades ao ar livre.

3 – Toronto Music Garden
Queens Quay. Metrô: Union e depois LRT para Spadina

Toronto é uma cidade de jardins, mas este, de frente para a baía da cidade, é especial. O celista Yo-Yo Ma e a paisagista Julir Moir Messervy criaram o Toronto Music Garden: entre 10 e 20h, o visitante pode alugar um guia de áudio e percorrer o jardim ao som da Primeira Sinfonia para Violoncelo de Bach. A obra que inspirou os criadores do jardim serve como pano de fundo musical enquanto eles vão comentando sua criação.

4 – St. James' Cathedral
Church St. Metrô King

Esta formidável catedral anglicana em estilo gótico deve sua existência, ao menos em parte, a um grupo de legalistas americanos. Em parceria com imigrantes ingleses, eles cederam parte de seus terrenos na região para a construção de uma igreja e depois de uma catedral. Após alguns incêndios, o prédio atual foi concluído em 1874. Tem a mais alta torre do Canadá e vitrais lindíssimos, além de um painel com alguma semelhança com a "Última Ceia", de Leonardo da Vinci. É um lugar para descansar e também assistir aos concertos gratuitos, todas as terças-feiras às 13h.

5 – Casa Loma
Austin Terrace. Metrô Dupont e dois quarteirões na direção norte

Toda cidade tem sua esquisitice, mas a de Toronto é impressionantemente charmosa. Chaminés, torres, túnel subterrâneo e passagens secretas são alguns dos elementos que compõem o sonho realizado de Sir Henry Pellat. Ele tinha fixação por castelos e resolveu construir o seu em Toronto, no início do século 20, importando ideias e produtos originais de todas as partes do mundo. As extravagâncias valem a visita, que não é guiada, mas dispõe de aparelhos com fitas explicativas em oito idiomas diferentes.

6 – St. Michael's Cathedral
Bond St. Metrô Queen ou Dundas

Sede principal da arquidiocese católica de Toronto, a Catedral de St. Michael é uma construção neogótica do século 19. Foi planejada e levantada em um estilo discreto, com vitrais transparentes e paredes brancas. Quando Armand de Charboneel assumiu como arcebispo local, dedicou seus bens pessoais e esforços a embelezá-la, transformando a catedral numa verdadeira obra de arte que vale a visita.

7 – Ontario Science Centre
Eglinton Ave. East.  Metrô Yonge St. até Eglinton e ônibus 34 (Eglinton) até Don Mills Rd

O centro de ciências é um museu interativo que incentiva o entendimento da Ciência pela prática. Em todos os cantos há a possibilidade tocar, sentir, agir e reagir a estímulos que provam uma série de descobertas já fundamentadas pelos cientistas. Imperdível.

8 – Kensington Market
Entradas pela Dundas St., Spadina Ave., Baldwin St. e Augusta Ave. Metrô St. Patrick, depois Streetcar Dundas St na direção oeste para Kensington

Uma área colorida e bastante viva que não deve ser deixada de lado. É possível ouvir línguas de todo mundo entre os comerciantes. Um destaque do mercado é a Global Cheese Shoppe, com queijos de todo mundo, e a irresistível tentação de poder provar vários deles antes de decidir qual comprar.

9 – Riverdale Farm
Sumach St. Metrô Castle Frank, mais Ônibus 65 (direção sul na Parliament St. para Wellesley) e então três quarteirões a oeste para Sumach

Uma fazenda de verdade e em atividade, às margens do Don Valley Ravine. Além de ser possível ver animais de fazenda, há uma loja com ótimas matérias-primas ali colhidas e bons produtos por eles fabricados.

10 – Hockey Hall of Fame
BCE Place, na Front St. Metrô Union

Fãs de hóquei no gelo ficam fascinados com os artigos colecionados aqui. Entre eles está a Stanley Cup original, uma réplica do vestiário do Montreal Canadiens, os patins de Newsy Lalonde e o taco que Max Bentley usava. Também há fotografias de personagens e grandes momentos da história do esporte, além de mostras interativas que permitem “jogar” um pouco de hóquei ali mesmo.

Veja também:

- Siga de trem as Rochosas no Canadá
- Passeie nas melhores cidades do mundo

Leia mais sobre: Toronto - turismo no Canadá.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG




publicidade



Contador de notícias