Quando os esquis são guardados nas estações, uma nova paisagem se abre e a cidade revela seu lado menos explorado

O café da manhã do Llao Llao Hotel tem doces caseiros e mesa de waffles
Nico Lope de Barrios / Flickr
O café da manhã do Llao Llao Hotel tem doces caseiros e mesa de waffles

1 - Café da manhã no Llao Llao
Esse imponente hotel de 1938, em estilo canadense, faz parte até dos city-tours por Bariloche. O café da manhã é bem variado com doces caseiros e uma mesa de waffles preparados na hora. Mas o mais difícil é dividir a atenção entre as opções da enorme mesa central do salão Llao Llao e a vista das montanhas de pico nevado que se tem das mesas próximas aos janelões.

2 - Caminhada pelo Bosque Los Arrayanes
O 'arrayán' é a típica árvore de cor alaranjada e manchas brancas dos bosques patagônicos que formam um dos parques nacionais mais belos da Argentina. A fama é tanta que até Walt Disney, segundo os locais, buscou inspiração naquele cenário impressionante para produzir as imagens de Bambi. As trilhas pela região começam em Villa La Angostura.

Kitesurfing no Lago Nahuel Huapi é opção para os jovens que curtem se aventurar
Eduardo Vessoni
Kitesurfing no Lago Nahuel Huapi é opção para os jovens que curtem se aventurar

3 - Navegando em Bariloche
A Isla Victoria é um dos pontos mais visitados. São 30 minutos de navegação até o centro da ilha, onde é possível tomar um teleférico até o morro Bella Vista e fazer caminhadas por trilhas demarcadas.

4 - Rafting nas águas do Rio Manso
As águas calmas e frias desse rio patagônico são o cenário ideal para os iniciantes desse esporte radical. Classificado como nível 2 (entre uma escala que vai até 6), o Manso convida aqueles que buscam conhecer as belas paisagens montanhosas da região com uma pequena dose de adrenalina.

5 - Pesca esportiva
Entre novembro e maio, abre-se a temporada de pesca de truta no Parque Nacional Nahuel Huapi. As águas geladas do Lago Steffen recebem pequenas embarcações lotadas de pescadores de primeira viagem e profissionais. Se você não tem intimidade com iscas e anzóis, aproveite, ao menos, a paisagem deslumbrante da região.

Rafting pelas águas do Rio Manso também é muito procurado
Eduardo Vessoni
Rafting pelas águas do Rio Manso também é muito procurado

6 - Arvorismo nas Cordilheiras
As árvores centenárias dos bosques patagônicos são um espetáculo natural durante todo o ano, mas é no verão que o 'canopy' esquenta visitantes no trecho mais austral do mundo. O Morro López conta com dez plataformas de até 20 metros de altura para a prática desse esporte nas copas das árvores da região.

7 - Rapel
O Morro Otto, a 5 quilômetros de Bariloche, tem paredões rochosos ideais para a prática de descida de montanhas com técnicas de rapel. A atividade pode ser realizada por crianças a partir dos seis anos.

8 - Kitesurfing no Lago Nahuel Huapi
Os meses quentes são ideias para a prática de kitesurfing, uma nova modalidade de esporte aquático que mistura técnicas de surfe, windsurfe e wakeboard.

9 - Centro Cívico
Jovens e adultos praticam esportes ou relaxam sobre o gramado desse belo centro formado por edifícios de pedra. É considerado Monumento Histórico Nacional.

10 - Chocolates de Bariloche
Chocólatra que é chocólatra devora, sem culpa, um tablete do seu alimento preferido em qualquer época do ano. E, para repor as energias depois de tantas atividades, não deixe de visitar as tradicionais casas de chocolate da cidade como a Mamuschka, Rapa Nui e Abuela Goye.

Leia mais:
- 10 passeios imperdíveis em Buenos Aires
- Divirta-se de graça em Buenos Aires

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.