iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Viaje pelas redes sociais

14/12 - 17:01

Febre na internet, as redes sociais se tornaram uma importante ferramenta nas mãos de quem quer trocar informações com viajantes ao redor do mundo

Fernanda Castello Branco, especial para o iG

As comunidades virtuais infestaram a web. É possível trocar informações com pessoas em qualquer parte do mundo. E é natural que o tema "viagens" se tornasse um dos tópicos mais populares. Afinal, quem não gosta de fazer as malas e conhecer novos lugares?

Além das comunidades específicas aos turistas, surgiram redes sociais dedicadas exclusivamente à troca de informações e ao planejamento de viagens. Descubra como surfar melhor nessa onda.


TripIt

Uma rede social especialmente dedicada para quem quer viajar. Essa é a proposta da TripIt. Você recebe um convite por e-mail e se conecta. O usuário pode enviar os planos para o site e receber dicas para determinado itinerário. Ele pode, ainda, compartilhar roteiros e postar planos de viagem no Facebook e no Twitter.

O TripIt também monitora automaticamente o seu itinerário e envia mensagens para o seu celular sobre atrasos de voos, voos cancelados ou até mudança de portão de embarque, além de sugestões de voos alternativos.

Problemas: como a rede ainda é conhecida por pouca gente, há poucas opções de contatos. Você pode buscar na sua lista pessoal de e-mail, mas, provavelmente, poucos já terão registro. A solução é enviar convites para os amigos via e-mail e começar a trocar informações.

Trippy

O aplicativo da Lonely Planet desenvolvido para o Google Wave é ideal para quem planeja viajar com uma ou mais pessoas que não estejam no mesmo lugar, pois permite a interatividade e o compartilhamento de informações instantâneas. Isso permite que os companheiros de viagem colaborem na elaboração do seu roteiro. Através do Trippy, você pode definir o que vai fazer em cada dia da viagem, salvando as informações ao estilo de um diário.

Também é possível encontrar lugares para comer, dormir e visitar, além de comentar sobre os lugares, imprimir o roteiro da viagem ou compartilhá-lo via Google Maps ou e-mail. As informações iniciais que aparecem no mapa são os lugares recomendados pelo Lonely Planet. Para ter acesso a informações sobre mais lugares, você deve procurar diretamente na barra de busca do aplicativo. Vale lembrar que o Google Wave ainda é restrito para aqueles que receberam o convite por e-mail.

Problemas: a opção "Trip actions", que abre um menu, às vezes trava e fica lenta. Uma das possibilidades é enviar o itinerário por e-mail. Ao clicar em "enviar", o usuário fica sem a certeza de que a mensagem foi realmente enviada.


Comunidades em redes sociais

As redes sociais mais populares no Brasil e no mundo, como Orkut e Facebook, possuem comunidades sobre viagens. Vale dar uma "fuçada" em cada uma e ver as que oferecem as melhores informações para montar ou aprimorar seu roteiro.

Há comunidades específicas para determinados tipos de viagem. "Mochileiros", "Apaixonados pela Europa" e "Cachoeiras" estão entre elas. Na maioria das comunidades as pessoas trocam informações entre si, como dicas de voos, destinos, alojamento etc.

Uma das maiores do Orkut é a "Viagens e Destinos", com mais de 347 mil participantes. A comunidade é pública. Entre as exigências dos moderadores está a criação de tópicos com nomes bem definidos. Exemplo: "Dicas sobre a Itália", "Patrimônios naturais do Brasil". Nos tópicos, os participantes, em geral, pedem dicas sobre roteiros e locais de hospedagem.

Outra comunidade interessante, também no Orkut, é a "Pessoas que amam viajar", com conteúdo aberto também para não membros. Ela conta com quase 235 mil integrantes e dá dicas de viagens, excursão, ecoturismo, hotéis, pousadas, entre outros assuntos.

No Facebook, a "+ Viagens" tem 266 fãs e somente eles podem comentar os posts que, em geral, são dicas de viagens, de passagens baratas e de passeios em várias cidades.

Problemas: as respostas podem não ser tão confiáveis e nem sempre são imediatas. Por isso, convém pesquisar as dicas fornecidas pelos participantes das comunidades.


Leia também:
Organize sua viagem pela internet

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias