Veja algumas dicas de conduta para quem vai se hospedar com esse sistema

Aproveitar a viagem sem ter de colocar a mão no bolso ou se preocupar com o preço do jantar ou a conta do bar. Afinal, tudo isso está incluído no valor pago antes de sair de casa. Esse é o grande atrativo do sistema “all inclusive” , criado nos anos 1970, mas que só agora se popularizou no Brasil, com o crescimento da oferta de resorts e navios. “É, sem dúvida, uma facilidade para o cliente, que pode aproveitar mais suas férias sem ficar o tempo todo fazendo contas”, afirma Davi Malagelada, diretor do hotel Iberostar Praia do Forte, na Bahia.

Mas comprar um pacote de férias com esse benefício não significa ter de comer e beber todas, como se o mundo fosse acabar. Comedimento – e educação – são regras que não podem ser esquecidas.

Juliana Bianchi
Sistema all inclusive de resorts requer cuidados para evitar exageros

Confira algumas dicas para não deixar a impressão de que você faz parte da turma daquele ditado, “quem nunca comeu melado, quando come...”.

1- Evite desperdícios . É preferível ir várias vezes ao bufê a fazer montanhas de comida no prato. Essa pequena caminhada pode contar na sua cota de exercícios diários.

2- O mesmo vale para bebidas. Para que pedir um balde com cervejas de uma só vez, se você pode pedir quantas quiser, vindas direto da geladeira?

3- No bufê, pegue porções pequenas. Assim você terá a chance de provar um pouco de tudo e ainda experimentar novos sabores sem exagerar.

4- Sim, a cerveja, a caipirinha, o vinho e até o espumante são “de graça”, mas isso não significa que eles vão acabar. Evite misturas e exageros. Aproveitar não é sinônimo de ficar bêbado.

5- Respeite seu limite. Isso vale para bebidas alcoólicas e comidas. Afinal, você não quer incluir uma passagem pela enfermaria em suas lembranças de viagem, certo?

6- Se um atendente se recusar a lhe servir bebida alcoólica, pense duas vezes antes de fazer escândalo. Ele pode estar lhe fazendo um favor.

7- Não saia do restaurante carregando estoques de comida. Sempre haverá um restaurante ou bar (ou ainda o room service ) funcionando para você pedir o que quiser, a qualquer hora do dia ou da noite.

8- Você pode terminar seu drinque a caminho do quarto ou comer um petisco à beira da piscina. Só não vale deixar rastros.

9- Copos, talheres, pratos, toalhas e objetos de decoração não estão inclusos nas diárias.

10 - Bebidas e petiscos do frigobar podem estar incluídos para consumo durante a hospedagem, mas nem pense em colocar na mala só porque sobrou. O mesmo vale para as papinhas e caixas de leite da copa infantil.

11- As “amenities” , isto é, aquelas miniaturas de xampu, creme e sabonete que estão no banheiro, são mimos do hotel aos hóspedes. Estas sim podem ser levadas de recordação. Toalhas e roupões, não.

12- Aulas de dança, ginástica e ioga também estão incluídas nos pacotes. Aproveite. Isso tira um pouco o foco da abundância de comida e ajuda a equilibrar a balança.


Acompanhe as notícias do iG Turismo no Twitter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.