Siga as recomendações para voos internacionais e evite transtornos na hora do embarque

Bagagem inspecionada através de raio X
Getty Images
Bagagem inspecionada através de raio X
Após os ataques terroristas em 2001, os aeroportos de todo o mundo adotaram regras de segurança mais rígidas no momento do embarque. Como resultado, a revista dos passageiros passou a ser mais rigorosa e a bagagem de mão se tornou o alvo dos agentes de segurança.

Apesar de cada país adotar medidas específicas, existem algumas recomendações gerais que ajudam na hora de fazer a mala e evitam dor de cabeça durante o embarque:

Raio X e revista

Para acessar a sala de embarque, todos os turistas devem passar por uma triagem, que inclui raio X, detectores de metais e, dependendo do país, scanners de corpo . Além da bagagem de mão, sapatos, casacos e laptops (fora da mala) devem passar pelo equipamento. Caso julgue necessário, o agente de segurança pode pedir que o passageiro passe por uma revista mais minuciosa.

Objetos proibidos

Em geral, a segurança dos aeroportos pede que os turistas evitem levar na bagagem de mão coisas que não vão precisar durante o voo. Para evitar problemas, a recomendação geral é despachar tudo o que for possível.

Tesouras pequenas podem ser levadas na bagagem de mão, mas devem estar embaladas para evitar acidentes. Facas, armas (mesmo réplicas) e ferramentas com mais de 15 centímetros são proibidas. Esquis, tacos de beisebol e outros objetos esportivos não são mais permitidos a bordo e devem ser despachados.

Evite levar objetos embrulhados e alimentos em sua bagagem de mão, pois eles podem ser danificados durante a inspeção. Tente limitar também a quantidade de volumes que você vai levar a bordo: alguns aeroportos permitem que cada passageiro embarque somente com uma bolsa, independente do tamanho ou peso.


Líquidos

No momento do embarque, tudo o que for líquido e estiver na bagagem de mão deve ser colocado em uma sacola plástica transparente e mostrado aos agentes de segurança, que passarão o material pelo raio X. O volume máximo permitido é de 100 ml.

Sprays, gels e embalagens de maquiagem também se enquadram nessa medida. O que passar de 100 ml deverá ser deixado com a equipe de segurança. Medicamentos e alimentos para bebês (como leite e papinhas) são permitidos em quantidades maiores, mas o passageiro deve informar à segurança sobre a existência desses materiais antes da revista.

Proteção da mala

O governo dos Estados Unidos autoriza seus agentes de segurança a abrir malas que possam conter substâncias ou objetos suspeitos sem consultar os passageiros. Para isso, eles podem quebrar cadeados ou mesmo destruir o zíper das malas, como reportado por alguns turistas.

Para evitar possíveis transtornos, a Administração de Segurança dos Transportes (órgão americano que regulamenta a segurança dos transportes) indica aos viajantes dois tipos de cadeados: o produzido pela Safe Skies e o da Travel Sentry . A segurança norte-americana possui chave-mestra para esses dois modelos. Porém, não há revendedores oficiais destes produtos no Brasil.

Acompanhe as novidades do iG Turismo pelo Twitter .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.