Planejamento e foco em seus objetivos são essenciais para quem quer viajar usando apenas milhas

Getty Images
Aproveite seus voos e compras para acumular milhas e viajar mais
Gostar de viajar todo mundo gosta. O problema, na maioria das vezes, é ter dinheiro para isso. Estratégias inteligentes podem ajudar o pretenso viajante a tornar realidade o sonho de explorar novas terras, driblando a questão financeira. Uma das alternativas é aproveitar as promoções de milhas aéreas oferecidas por operadoras de voo e cartão de crédito, e até hotéis. Esses programas de fidelidade , como também são conhecidos, podem exibir modelos diferentes, mas compartilham o mesmo princípio: o acúmulo de pontos, ou milhas, que podem ser trocados por passagens – teoricamente gratuitas.

Criado em 1970, por empresas dos Estados Unidos, o sistema de trocas é uma ótima opção para quem vive no ar, tanto em voos domésticos quanto em internacionais. A quantidade de milhas acumuladas varia de acordo com o trecho, o horário do voo e a época do ano.

- Leia também: Como ganhar e resgatar suas milhas

Outra forma mais simples de obter esses pontos é fazendo compras com um cartão de crédito que esteja vinculado a uma promoção desse tipo. Praticamente, todas as operadoras de cartões do mercado fornecem um produto com essa facilidade, e o melhor: sem qualquer custo adicional. Nesse caso, o acumulo de milhas é mais demorado, mas existe a opção de gastá-las com empresas diferentes – embora seja recomendável apostar apenas uma empresa aérea.

“Já usei muitas vezes os programas de milhas dos cartões: fui cinco vezes a Madri, três vezes para Nova York , uma para Paris e outra para o Canadá, em 2007, onde fiquei sete meses por conta de um intercâmbio”, afirma Sarah Ferrari, estudante de comunicação. “A dica é sempre usar o cartão de crédito para fazer as compras, nunca o de débito”.

Poupe milhas com o planejamento

Getty Images
Quem se planeja com antecedência desembolsa menos pontos na compra da passagem
Um detalhe importante para os viajantes que pretendem utilizar suas milhas: o planejamento da viagem. “Nas duas viagens que fiz à Europa, fiz emissão dos tickets na última hora e tive de desembolsar o máximo de pontos previsto”, afirma Henrique Martin, blogueiro de tecnologia e empreendedor on-line. “É importante pensar com antecedência e, se possível, emitir as passagens para destinos fora de temporada. As tarifas são bem mais baixas também quando se trata de milhas.”

Tendo se tornado um especialista no assunto, Martin agora organiza direitinho as informações para não cair em cilada. “Tudo fica melhor quando é planejado com antecedência. Em dezembro de 2010 fui para Las Vegas com a ideia fixa de passar o Ano Novo lá e emendar em uma feira de tecnologia. Emiti as passagens por 50 mil milhas cada”, afirma. “A mesma passagem, retirada em cima da hora, sairia por 60 milhas na classe econômica. Foram 20 mil de economia com a ida e a volta.”

Além disso, muitas companhias reservam lugares especiais para os usuários de milhas. A técnica permite um controle maior dos passageiros e garante a maioria de “pagantes” em um voo, mas costuma dificultar a vida daqueles que deixam a organização da viagem para a última hora, principalmente quando as milhas estão para vencer.

Nesse caso, o melhor é conversar com a companhia aérea e guardar todos os documentos possíveis – incluindo os protocolos gerados pelas conversas. Caso não funcione, é possível acionar a Fundação de Defesa do Consumidor (Procom) e emitir uma queixa. Vale lembrar que a reclamação não garante a passagem – infelizmente.

Nem sempre é possível prever todas as situações. Mas vale lembrar que o cancelamento da viagem pode consumir milhas desnecessariamente. Nesses casos específicos, o cliente deve pagar, em pontos, pelos “transtornos” causados à operadora que oferece a promoção. O valor dependerá de quando foi feito o cancelamento do voo – quanto mais em cima da hora, pior para o passageiro.


Continue lendo:

Confira como ganhar e resgatar as suas milhas
Getty Images
Confira como ganhar e resgatar as suas milhas

Passo a passo:

- Como ganhar e resgatar as suas milhas

Quer mais dicas de viagens? Siga o iG Turismo no twitter:  @igturismo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.