Opção proporciona experiência mais autêntica com a cultura local e, muitas vezes, pode ser mais econômica

A casa de quatro dormitórios na cidade de Kissimmee, a 27 km de Orlando, tem diárias a partir de US$ 165 no site temporadadisney.com.br
Divulgação/temporadadisney.com.br
A casa de quatro dormitórios na cidade de Kissimmee, a 27 km de Orlando, tem diárias a partir de US$ 165 no site temporadadisney.com.br
As fotos do apartamento bem decorado, com cozinha equipada e banheiro espaçoso em um site de aluguel de casa chamaram logo a atenção da roteirista Juliana Rodrigues, de 33 anos, enquanto planejava a viagem a Nova York . Foi por sugestão do irmão, seu companheiro na viagem realizada em 2009, que resolveu trocar o hotel por um flat alugado.

- Leia também: Viaje sem gastar com a hospedagem

Juliana Rodrigues alugou pela primeira vez um imóvel na viagem que fez na companhia do irmão para Nova York
Arquivo pessoal
Juliana Rodrigues alugou pela primeira vez um imóvel na viagem que fez na companhia do irmão para Nova York
“Estava na pegada de fingir que era uma moradora de Nova York e topei testar a ideia do aluguel. O preço nem foi o grande chamariz, mas a localização era ótima, no coração de Manhattan. Sentia-me como uma new yorker “, conta Juliana, que passou 12 dias na cidade.

Depois da bem sucedida experiência, a jovem alugou apartamento em Madri, pelo site Booking.com , em Barcelona, pelo Habitat Apartment , e outro no balneário uruguaio de Punta del Este, pelo site AirBnB . Nas três ocasiões, deu o número do cartão de crédito e pagou o valor da estadia no destino. “A sensação de me sentir como uma local é o que mais me motiva alugar um apartamento”, diz Juliana.

Nos últimos anos, o aluguel de casas por meio de sites especializados e comunidades online de hospedagem tem ganhado cada vez mais adeptos. No AirBnB, uma das maiores comunidades online de hospedagem, o número de brasileiros que reservam diárias através do portal aumentou quase dez vezes em 2011.

A grande vantagem destes sites é que eles permitem que os viajantes façam a reserva dos imóveis em diferentes partes do mundo, se comuniquem com os locatários e chequem os comentários de outros usuários que já estiveram por lá. Vale lembrar, no entanto, que é reservado aos proprietários o direito de aceitar ou não a sua reserva.

- Leia também: Economize com o planejamento da viagem

ECONOMIA

Apartamento de dois quartos em Paris tem diárias a partir de R$ 240 pelo site AirBnB
Divulgação
Apartamento de dois quartos em Paris tem diárias a partir de R$ 240 pelo site AirBnB
Além da experiência mais autêntica, a economia é um dos principais motivos que levam os brasileiros a optar por outra forma de hospedagem. A economista Mariana Roth, de 26 anos, trocou os albergues pelo aluguel de propriedades na última viagem feita à Europa. Nas cidades em que ficava por pelo menos quatro dias ela se hospedou em um apartamento.

- Leia também: Planeje-se para ter dinheiro nas férias

A economista Mariana Roth passeia por Praga, uma das cidades em que alugou um imóvel
Divulgação
A economista Mariana Roth passeia por Praga, uma das cidades em que alugou um imóvel
“Como nunca viajo sozinha, sempre com amigos ou com a família, acho que você consegue um bom custo benefício alugando um apartamento. Dá para dividir a diária com as pessoas da casa e o preço acaba ficando um mais caro que um albergue, dependendo do tipo de quarto escolhido, mas com muito mais conforto”, diz a jovem.

Além da economia com diárias elevadas, pode-se também poupar com alimentação, como ressalta o advogado Fred Kling, de 30 anos, que alugou um apartamento indicado por um amigo em Buenos Aires . “Ficar em uma residência dá uma liberdade muito grande. Você pode não ter o conforto da cama arrumada todo dia, mas há coisas ótimas, como a facilidade de comprar comidas e bebidas e degustar no apartamento. Ficamos menos presos a restaurantes, o que representa uma economia a mais”, diz o advogado.

COMO NÃO CAIR EM UMA ROUBADA

Antes de alugar uma residência nos sites especializados, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados para evitar problemas que estragariam qualquer viagem, como a residência não ser como ela foi apresentada ou, pior ainda, da propriedade não existir. Por isso, vale a pena seguir algumas recomendações.

1. Escolha sites de confiança ou recomendados por amigos
2. Para otimizar a sua busca, decida os bairros em que gostaria de ficar e verifique as atrações turísticas próximas ao apartamento
3. Escolha apartamentos bem localizados, em bairros seguros, já que não terá a segurança de um hotel.
4. Leia os comentários postados nos sites sobre o lugar para saber as opiniões de outros usuários que já estiveram por lá
5. Leia as descrições do lugar cuidadosamente, olhe as fotos, e confira as regras da casa
6. Se tiver dúvidas, não hesite em se comunicar com o locatário para não se decepcionar
7. Trocar e-mails com o proprietário pedindo dicas e informações é também uma forma de se certificar a boa-fé do anfitrião
8. Dê uma olhada no endereço fornecido no Google Street View para verificar a aparência do edifício e da rua
9. Na maioria dos sites, para a reserva, é necessário fazer um depósito de parte do valor. As agências normalmente aceitam cartão de crédito e operam com sistema PayPal. Evite fazer transferência bancária internacional pois, uma vez efetuada, é difícil reverter a operação. 
10. O restante do valor é pago em dinheiro ao proprietário ou a administradora do imóvel. Em alguns lugares, dá para pagar com cartão de crédito no local. Combine um horário de chegada com o anfitrião e não se atrase para o encontro.
11. Algumas agências pedem ainda um caução para o caso de algum estrago no apartamento, dinheiro que será devolvido na saída

SITES DE ALUGUEL DE TEMPORADA

- No mundo inteiro

Airbnb
Windu
Homelidays
Booking.com

- Em Buenos Aires

WelcometoBA
ByTArgentina

- Em Nova York

Vacation Home Rentals
NYHabitat

- Orlando

Casa na Disney
Temporada na Disney


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.