Viajantes do Brasil já estão em 2º lugar no ranking das mais aventureiras do planeta. Veja destinos preferidos e dicas para aproveitar ao máximo a viagem

A mulher brasileira está cada vez mais apostando em viajar sozinha. Isso é o que indica uma pesquisa realizada pela Airbnb internacional, na qual foi revelado que as brasileira estão em 2º lugar no ranking das mais aventureiras do planeta, perdendo apenas para as japonesas, que são as que mais viajam desacompanhadas.

Laia também: Lugares para viajar sozinho: veja 7 opções ao redor do mundo

Viajar sozinha é o desejo de muitas mulheres, e as brasileiras estão entre as que mais viajam desacompanhadas
shutterstock
Viajar sozinha é o desejo de muitas mulheres, e as brasileiras estão entre as que mais viajam desacompanhadas

Outro dado também indica que o desejo em viajar sozinha  cresceu. A Sondagem do Consumidor, do Ministério do Turismo, indica que cerca de 14% do público feminino pretende viajar sem acompanhantes nos próximos meses, um número superior ao de sondagens anteriores.

Experiência de viajante

A blogueira Rita Antunes, de 34 anos, fez a primeira viagem sozinha em 2009 para o Guarujá . Tudo aconteceu por acaso, ela tirou férias em outubro e não tinha ninguém para viajar com ela. “Não tinha ninguém para me acompanhar, mas não quis nem saber, fui sozinha mesmo. E foi o melhor que eu fiz”, conta.

Depois dessa primeira experiência , continuou viajando sem ninguém e até hoje já arrumou as malas e partiu sozinha para mais de 10 destinos, entre eles Buenos Aires, Rio de Janeiro, Santiago, Mendonza e Montevidéu.

“Depois da primeira viagem, descobri que é uma coisa extremamente comum ver mulheres viajando sozinhas”, expõe Rita. Para ela, ir desacompanhada é bom porque é uma forma de autoconhecimento.

Leia também: Assédio e aprendizado - histórias de uma mulher viajando o mundo sozinha

“Quando você está conhecendo lugares e fazendo turismo sozinha, não depende da vontade de ninguém. Você faz o que quer na hora que quer, por isso, indico para todas as mulheres”, completa a blogueira.

Rotas mais comuns

Cidade do Rio de Janeiro está entre os destinos mais procurados pelas mulheres que querem viajar desacompanhadas
Divulgação
Cidade do Rio de Janeiro está entre os destinos mais procurados pelas mulheres que querem viajar desacompanhadas

Os destinos mais procurados pelas mulheres são aqueles que possuem uma rota mais curta. Halyson Valadão, diretor de operações do Guichê Virtual, fala que os trechos mais populares para elas são:

  • São Paulo x Rio de Janeiro;
  • Rio de Janeiro x Cabo Frio;
  • São Paulo x Praia Grande;
  • Rio de Janeiro x Angra;
  • São Paulo x Guarujá;
  • São Paulo x Curitiba;
  • Porto Alegre x Florianópolis;
  • Belo Horizonte x Juiz de Fora

Tipo de viagem

O especialista fala que basicamente existem dois tipos de viajantes:  as mulheres que frequentemente viajam a trabalho ou para visitar a família que mora longe e as  viajantes casuais , que geralmente escolhem um destino para passar as férias ou um feriado.

“Atualmente existem muitas opções que facilitam a vida as turistas. As que tem a vida mais corrida podem comparar em sites os valores de passagens e hotéis e assim escolher a melhor opção. Agora, quem quer economizar pode optar por viagem de ônibus , por exemplo”, afirma Halyson.

Dicas de viagem

O profissional completa listando algumas dicas para as mulheres evitarem problemas durante a viagem e economizar:

- Pesquise sempre qual é o melhor tipo de hospedagem do destino que você quer conhecer;

- Se quer economizar, não viaje e fique sozinha em um quarto de hotel, não vale a pena. Você vai gastar muito mais e vai perder a oportunidade de conhecer pessoas legais, opte por alojamentos ou casas de família;

Leia tamém: Americana bate recorde mundial ao conhecer 196 países em apenas 18 meses

- Muitos albergues oferecem quartos apenas para mulheres;

- Quando for passear, evite os locais desertos durante à noite. 

E você tem vontade de viajar sozinha? Então escolha o destino e já programe as próximas férias, a experiência pode surpeender. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.