Pressa para sair do avião, check-in tarde e preços abusivos no frigobar estão entre as situações mais criticadas

Para ajudar as pessoas a aproveitarem melhor suas viagens – a trabalho ou lazer – o site de pesquisas de viagem online Kayak realizou em março deste ano uma pesquisa com 4.010 participantes da Alemanha, Áustria, Brasil, Espanha, França, Itália, Polônia, Rússia, Suíça e Brasil para descobrir quais regras, hábitos ou situações mais os incomoda quando o assunto são voos e hospedagens.

Fazer filas meia hora antes do horário de embarque também entra na lista de irritações de viagem
Seth Kugel
Fazer filas meia hora antes do horário de embarque também entra na lista de irritações de viagem

No topo do ranking de aversão dos brasileiros estão os passageiros que, tamanha pressa, começam a formar fila no corredor da aeronave assim que ela aterrissa. A atitude foi citada por 30% dos entrevistados nacionais. Já para os italianos o comportamento mais desprezível é bater palmas quando o avião pousa. 24% elegeu esta opção, que na lista do Brasil aparece com apenas 4% dos votos.

Os apressadinhos são os que mais irritam os passageiros brasileiros, de acordo com a pesquisa do site de pesquisas de viagem online Kayak
Reprodução/ Kayak
Os apressadinhos são os que mais irritam os passageiros brasileiros, de acordo com a pesquisa do site de pesquisas de viagem online Kayak

Fazer fila meia hora antes do embarque, enfrentar turbulência durante as refeições e pessoas que ficam na frente da esteira de bagagem bloqueando o acesso dos demais dividem as segunda, terceira e quarta posições no ranking de irritações do brasileiro durante a viagem aérea, com 17% das respostas, cada.

Quando a questão se desloca para a hospedagem, o ítem que mais cheteia o turista brasileiro (com 38% das citações) é o horário do check-in no período da tarde e não pela manhã, quando muitas pessoas costumam chegar ao destino. Em segundo lugar, com 29%, ficaram os altos preços estipulados aos produtos disponíveis no frigobar. Na sequência (21%), vem o bloqueamento dos cartões-chave para abrir os apartamentos após o meio-dia, mesmo quando o late check-out foi autorizado.  

Segundo a pesquisa do site Kayak, chegar no hotel pela manhã e não poder entrar no quarto é o ponto que mais irrita os brasileiros durante a hospedagem
Divulgação/ Kayak
Segundo a pesquisa do site Kayak, chegar no hotel pela manhã e não poder entrar no quarto é o ponto que mais irrita os brasileiros durante a hospedagem


Leia mais: 
- Maior hotel do mundo terá 10 mil quartos
- Quais os países mais caros e os mais baratos para se visitar
- Os 11 melhores lugares para você viajar pelo Brasil