iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Foz do Iguaçu: paraíso de águas de fazer inveja a estrangeiros

Além das tão famosas cataratas, Foz do Iguaçu é o destino certo para experiências de ecoturismo, observação de animais silvestres e esportes radicais 

Ligia Helena, de Foz do Iguaçu

- Ligia Helena

Parque Nacional de Foz do Iguaçu guarda mais de 270 volumosas quedas d'água

Um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil, Foz do Iguaçu é um tesouro nada escondido, mas ainda pouco explorado pelos brasileiros. São mais de 270 quedas d'água, espalhadas por 225 mil hectares de Parque Nacional. Um cenário de cair o queixo, que proporciona, além de fotos belíssimas, experiências de ecoturismo, observação de animais silvestres e esportes radicais para todas as idades.

Já no voo a caminho de Foz do Iguaçu, e posteriormente no pequeno aeroporto da cidade, percebe-se logo que o destino é querido pelos gringos (a cidade só perde para o Rio em número de visitantes estrangeiros). Pouco se escuta o idioma português. Italianos, suecos, americanos e franceses, entre outros, são recepcionados por um calor úmido, mesmo em junho. Dependendo do lado do avião que você escolher, já poderá ter uma bela vista aérea das cataratas ao pousar no aeroporto.

 

Passeio de helicóptero

Caso não tenha a sorte de escolher o lado certo do avião, uma opção é procurar o passeio de helicóptero que deixa as Cataratas aos seus pés. Em circuitos de 10 ou 35 minutos, você tem vista privilegiadas das quedas d'água. A aproximação é emocionante: no começo só é possível ver uma "fumaça" no meio da mata.

- Ligia Helena

Vistas do alto, as cataratas do Iguaçu são ainda mais impressionantes

Já bem perto das cataratas, percebe-se que a fumaça nada mais é do que as gotículas d'água que ficam suspensas no ar devido à força das quedas. Os preços da experiência vão desde R$ 180 (preço por pessoa, passeio de 10 minutos) até R$ 2700 (preço para o grupo de até 6 pessoas, passeio de 35 minutos).

Mas mesmo o simples passeio pelos mirantes do Parque Nacional do Iguaçu guarda surpresas emocionantes. Após deixar seu carro no estacionamento (R$ 12), ou saltar de seu ônibus na entrada do parque e pagar seu ingresso (R$ 22 o preço para brasileiros. Veja tabela completa de preços no final da página), você terá livre acesso aos ônibus turísticos que transitam dentro do parque.

A parada mais procurada fica em frente ao luxuoso Hotel das Cataratas, único hotel em funcionamento dentro do Parque. É onde fica a entrada para a trilha que leva aos mirantes. Segura e bem conservada, o passeio é agradável para pessoas de todas as idades, pois não exige muito preparo físico. Em uma rápida caminhada pelo meio da mata você pode ver as quedas d'água dos mais diversos ângulos. Além disso, pequenos animais como quatis e borboletas coloridas aparecem por todo o caminho.

No final da trilha, passarelas permitem que o turista chegue bem perto das majestosas quedas d'água, e talvez a capa de chuva, que é vendida dentro do Parque por R$ 5 seja um bom investimento para quem não quer se molhar muito durante o passeio. O barulho, a beleza e a força das águas impressionam.

 

Passeio por água e por terra

Para quem não tem medo de se molhar, e dispensou a capa de chuva no passeio do mirante, vale a pena se aventurar em um passeio de barco. No Macuco Safári, o divertido passeio começa com uma voltinha pela mata em carro elétrico aberto, com guias que dão informações sobre plantas e animais que podem ser observados no caminho. Na sequência, os mais bem dispostos podem fazer uma leve caminhada pela mata, acompanhados de um guia, enquanto quem não quiser andar pode seguir de carro até o pequeno cais. É do cais que partem os barcos motorizados, com capacidade para 25 pessoas cada.

- Ligia Helena

No Macuco Safári, o barco passa pertinho das quedas d'água

Se no início o passeio parece pacato, ao se aproximar das cataratas o coração começa a bater mais rápido. O barco acelera, e quando você menos espera, está literalmente debaixo das quedas d'água, tomando um rápido banho de cataratas. É inevitável ficar com as roupas molhadas, por isso recomenda-se levar uma troca de roupa seca. É recomendável deixar os tênis e a câmera fotográfica no cais também (ou levar uma proteção impermeável). Os preços do passeio vão de R$ 91,50 (apenas o passeio pela selva) a R$ 183 (selva e barco).

 

Aventura em Foz

Para quem gosta de emoção e mas não quer sair do passeio encharcado, uma boa opção é o campo de desafios do Cânion Iguaçu. No espaço o visitante pode praticar arvorismo, escalada, rafting e rapel, acompanhado de instrutores especializados.

As atividades no Parque Nacional do Iguaçu demandam facilmente um dia inteiro de visitas. Planeje-se para chegar ao parque pela manhã, e assim não terá de correr de um ponto ao outro para ver tudo o que deseja. Dentro do parque há lanchonetes, restaurantes, lojas de presentes e banheiros, tudo bem sinalizado e fácil de achar. É sem dúvida um passeio que vale a pena ser feito.

 

Serviço

Helisul - passeios de helicóptero
Preço: de R$ 180 (preço por pessoa, passeio de 10 minutos) a R$ 2700 (grupo de até 6 pessoas, paddeio de 35 minutos)
(45) - 3529.7474

Parque Nacional do Iguaçu
Preço: Entrada integral -R$ 37 para adultos/ R$ 6 para crianças de 2 a 11 anos. Entrada para nascidos nos países do Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai)-R$ 31 para adultos / R$ 6 para crianças de 2 a 11 anos. Entrada para Brasileiros - R$ 22 para adultos / R$ 6 para crianças / R$ 6 para idosos (a partir de 60 anos). Mais informações: cataratasdoiguacu.com.br.

Macuco Safári - passeio pela selva e de barco
Preço: de R$ 91,50 (apenas o passeio pela selva) a R$ 183 (selva e barco). Crianças de 0 a 6 anos não pagam - de 7 a 12 anos pagam metade do ingresso. Tel: (45) 523-6475 ou (45) 9963-3857

* A repórter viajou a convite da Itaipu Binacional


- Pacotes para Foz do Iguaçu
- Veja fotos de Foz do Iguaçu


Leia também:

Birdwatching: uma nova forma de curtir Foz do Iguaçu 
Itaipu: aventuras dentro da maior usina hidrelétrica do mundo


Sugestões de roteiros, dicas de viagem, destinos, pacotes no nosso twitter: @igturismo

 

 

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias