iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Roteiros de águas termais no Brasil

Hotéis, spas e clubes pelo país possuem uma grande infra-estrutura para quem quiser se diver

Camila Sayuri, especial para o iG

Neste inverno, as cidades de águas termais do Brasil podem ser uma boa opção tanto para quem quer relaxar, como para quem quer se divertir. Dá para aproveitar das propriedades terapêuticas das águas enquanto as horas passam no quentinho das piscinas. Conheça os destinos.

CALDAS NOVAS E RIO QUENTE (GO)

Divulgação

Rio com correnteza é uma das atrações do parque aquático do Rio Quente Resorts

Considerada a maior estância hidromineral do mundo, Caldas Novas recebe mais de 1,5 milhões de pessoas por ano, grande parte interessada nas fontes de águas que podem chegar a 58ºC. Os turistas podem se divertir nos hotéis e clubes da cidade, que contam com parques aquáticos particulares, com piscinas naturais cristalinas, toboáguas, bares e restaurantes.  

Na cidade vizinha Rio Quente, a 27 quilômetros de distância, o complexo hoteleiro Rio Quente Resorts conta com dois parques aquáticos e a Praia do Cerrado, uma enorme praia artificial.

ÁGUAS DE LINDÓIA (SP)

Localizado a 180 km de São Paulo, Águas de Lindóia ficou famosa por suas águas termais, que saem solo a 28ºC. No Balneário Municipal, o turista pode fazer diversos serviços terapêuticos como banhos de imersão ou de espuma, ducha escocesa e hidromassagem. Os preços variam de R$5 a R$50. Para os mais novos, há piscinas abastecidas com água mineral e toboáguas. Ao longo da Avenida das Nações Unidas e do balneário municipal há fontes com águas minerais.

PIRATUBA (SC)

Divulgação

Jato d'água de 30 metros é uma das atrações do Termas de Piratuba

Em Piratuba, no oeste catarinense, pode ser inverno o verão, a temperatura da água fica sempre em torno dos 38ºC. Enquanto as crianças se divertem nas setes piscinas do Termas de Piratuba, os adultos podem relaxar com os banhos de imersão, duchas e tratamentos medicinais.  A principal atração do parque é um chafariz natural que joga água a uma altura de 30 metros.

OLÍMPIA (SP)

A cidade paulista de Olímpia se tornou um polo turístico graças ao complexo de águas quentes naturais, o Thermas dos Laranjais. O parque conta com mais de 20 piscinas térmicas, com temperaturas que chegam a 38ºC no inverno, cercadas por areias brancas e coqueiros. Tem piscinas com ondas, rio com correnteza, tirolesa, piscinas para surfistas.

NOVA PRATA (SC)

Localizada na região das Serra Gaúcha, o município de Nova Prata pode atingir temperaturas negativas no inverno. Ainda assim, é possível utilizar as piscinas do Parque Caldas de Prata, com piscinas ao ar livre e cobertas com temperaturas que chegam a 41ºC.

ARAXÁ (MG)

Divulgação

As piscinas de águas termais relaxam os hóspedes do Tauá Grande Hotel

A cidade mineira de Araxá, a 380 km de Belo Horizonte, tem como grande atrativo turístico o Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá, que se localiza em uma bela área verde ao lado de um lago. Ele possui um imponente complexo termal, aberto também a não-hóspedes, com banheiras individuais e piscina de águas termais. São oferecidos dezenas de tratamentos com águas termais e lama terapêutica.

IRETAMA (PR)

As águas termais abastecem as cinco piscinas ao ar livre, duas piscinas cobertas, ofurô, chuveiros e torneiras  do resort Termas de Jurema. A água vem quentinha da fonte de dentro do hotel, a uma temperatura de 42ºC, boa para quem quer relaxar. Além das termas, tem também a lama negra sulfurosa, utilizada em vários tratamentos de pele.


Leia também em destinos de águas termais:

Os melhores destinos de águas termais

Roteiros de águas termais no exterior

Receba mais dicas de destinos e viagens pelo twitter: @igturismo

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias