iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Rotas do Pinhão: oito maneiras de desbravar Curitiba e arredores
Oito maneiras de conhecer e aproveitar bastante as atrações e as histórias de Curitiba e região metropolitana.

Redação iG Turismo

- O essencial de Curitiba
- Pacotes nas Rotas dos Pinhão

Curitiba é o ponto de partida. As Rotas do Pinhão "desbravam" a capital paranaense, belíssima com seu modelo de urbanismo, e também sua região metropolitana. O passeio mistura história e natureza e tem como atrações belas paisagens, restaurantes, vinícolas, spas, parques e áreas rurais para lazer e hospedagem.

São oito maneiras de se encantar pelas Rotas do Pinhão. Uma delas vai ter a sua cara.

1 - Turismo de aventura

O cicloturismo é uma das opções de atividades, especialmente nas estradas rurais da Lapa. No Morro do Anhangava, em Quatro Barras, a escalada é a pedida, assim como no Morro de Araçatuba, em Tijucas do Sul, e no Morro do Canal, em Piraquara. Outras opções são passeios em veículos automotores nas estradas de Campo Magro e São José dos Pinhais. Amantes do rafting podem se esbaldar em Cerro Azul, no rio Ribeira, ou em Campo Largo, no rio Açungui.

2 - Turismo de saúde

Viajar e cuidar do bem estar físico e mental são coisas que combinam muito. Além das áreas verdes de Curitiba, famosa pela qualidade de vida que oferece aos seus moradores, o distrito de São Luiz do Purunã, em Balsa Nova, e em São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré e na Lapa, há spas de grande porte, com opções variadas de cuidados com o corpo e a mente.

3 - Turismo gastronômico

O primeiro passo é em Santa Felicidade, bairro mais italiano de Curitiba, com um grande número de restaurantes e vinícolas. Pelo resto da cidade há cafés deliciosos, além de bares e restaurantes de cozinha internacional. O Mercado Municipal tem vários produtos gastronômicos imperdíveis. No Circuito Italiano de Turismo Rural de Colombo e no Caminho do Vinho em São José dos Pinhais, assim como em Campo Largo, há muitos produtos coloniais e vinhos de ótima qualidade. Na Lapa, a comida tropeira tradicional é o destaque.

4 - Turismo religioso

Tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná, por ser a segunda igreja católica do Estado, a Capela do Tamanduá, construída pelos carmelitas por volta de 1730, é atração em Balsa Nova. Curitiba, por sua vez, oferece muitos monumentos religiosos. A Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, na Praça Tiradentes, e o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro são referências do catolicismo. No islamismo, destaque para a Mesquita Iman Ali. Na Lapa, além da Igreja de Santo Antônio, também fica a Gruta do Monge, que se tornou lugar de peregrinação religiosa por causa do Monge João Maria D´Agostinis, que usava plantas em suas curas.

5 - Turismo cultural

Muitas etnias se misturam nas Rotas do Pinhão. Alemães, poloneses, japoneses, italianos, ucranianos e muitos outros povos que ajudaram a criar um mosaico de cores e sabores. O centro histórico de Curitiba, através de seus monumentos, igrejas e museus, é um passeio imperdível. Assim como a tradicional Feira do Largo da Ordem. Outros espaços culturais que merecem uma visita são o Teatro Guaíra, a Universidade Federal do Paraná, a primeira do Brasil, e o Palácio Avenida, que no Natal se transforma em um espetáculo de luz e música. A Ópera de Arame e o Museu Oscar Niemeyer também são atrações. A Lapa, perto da capital, tem um centro histórico com 14 quarteirões e 235 imóveis tombados. O centro histórico de Piraquara também é imperdível.

6 - Ecoturismo

Parques naturais e áreas preservadas convidam o turistas a passeios inesquecíveis. O Parque Municipal de Bacaetava, em Colombo, e o Parque Estadual de Campinhos, em Tunas do Paraná, são atrações. Em Quatro Barras, fica o ponto inicial da centenária Estrada da Graciosa e do histórico Caminho do Itupava, uma trilha que começa em Borda do Campo, a partir de um Posto de Informações que dá as dicas necessárias para caminhadas de observação da fauna e da flora. Em Curitiba, vale conhecer a Universidade Livre do Meio Ambiente, no Bosque Zaninelli, e o famoso Jardim Botânico.

7 - Turismo de lazer

Descanso e lazer falam a mesma língua nas Rotas do Pinhão. O Jardim Botânico, o Parque Barigui, o Parque Tanguá e o Parque São Lourenço são excelentes opções de passeio em Curitiba. Todos fazem parte do roteiro Linha Turismo, que leva os visitantes a também outros pontos turísticos da cidade. Pedalar pelos 150 quilômetros de ciclovia da cidade também pode ser uma boa opção de se conhecer Curitiba. Na capital e em São José dos Pinhais é possível usufruir de estruturas para a prática de golfe. Em Campo Largo, há uma área de lazer com piscinas de água mineral. O Parque Cachoeira, em Araucária, e o Parque Ecoturístico São Luis de Tolosa, em Rio Negro, oferecem paisagens naturais e culturais.

8 - Turismo rural

O Circuito Italiano de Turismo Rural em Colombo é o pioneiro. Propriedades integram o Turismo Rural na Agricultura Familiar, recebendo os visitantes em suas hortaliças orgânicas, seus pesque-pague, seus restaurantes, áreas de lazer, etc. Outras opções são os roteiros Caminhos de Guajuvira, em Araucária, o Caminho do Vinho, em São José dos Pinhais, o Circuito Verde Que Te Quero Verde, em Campo Magro, e o Estrada Ecológica de Pinhais.

Leia mais sobre: Curitiba - Paraná.

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG




publicidade



Contador de notícias