iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Roteiros de águas termais no exterior
Existem fontes termais em todos os continentes do mundo, mas algumas se destacam pela beleza do paisagem 

Camila Sayuri, especial para o iG


Da praia na Nova Zelândia às montanhas nevadas do Canadá, as fontes termais são uma opção terapêutica, além de divertida e agradável para as férias. Encare a fumaçinha sobre as piscinas e mergulhe com turistas do mundo inteiro.


GRINDAVÍK (ISLÂNDIA)

Divulgação

Nas águas quentes da Blue Lagoon dá até para encarar o frio da Islândia

Na cidade de Grindavík, na gélida Islândia, turistas desafiam o frio para relaxar na Blue Lagoon (em português, Lagoa Azul), uma enorme lagoa no meio do gelo. A água, aquecida pela lava vulcânica, chega à superfície a uma temperatura entre 37ºC e 39ºC. Além de quentinha, ela é rica em minerais e, portanto, eficiente no combate ao envelhecimento e no tratamento de doenças de pele.


KUSATSU (JAPÃO)

Localizado no Círculo do Fogo do Pacífico, o Japão possui centenas de termas (em japonês, onsen), bastante procuradas por turistas e locais. Uma das regiões termais mais famosas é a de Kusatsu, na província de Gunma, com cerca de 100 fontes que abastecem hotéis e spas, além de 18 balneários públicos gratuitos. Há séculos pessoas se banham nessas águas sulfurosas para a cura de doenças.


PAMUKKALE (TURQUIA)

Thinkstock

As piscinas naturais de água quente são cartão-postal de Pamukkale, na Turquia

A cidade de Pamukkale (em português, Castelo de Algodão) guarda uma das mais surpreendentes e belas paisagens da Turquia. São piscininhas em degraus, cuja água morna desce em cascata por uma colina de 160 metros. Há milhares de anos pessoas se banham nesta piscina natural. Sua origem deve-se às fontes termais debaixo do monte que provocam o depósito de carbonato de cálcio, dando um aspecto esbranquiçado às rochas. 


HOT WATER BEACH (NOVA ZELÂNDIA)

Outro país com diversas fontes termais é a Nova Zelândia. Uma das mais curiosas é a Hot Water Beach, localizada na península de Coromandel. Nesta praia, os banhistas vão munidos de uma . Na maré baixa, basta cavar um buraco na areia para começar a jorrar águas termais e criar a própria piscininha particular. Para pegar um bom espaço, é bom chegar cedo, pois a praia fica lotada.


TERMAS DE CHILLÁN (CHILE)


Com mais de 275 fontes de águas termais, não faltam opções de hotéis e spas para quem quiser relaxar nas águas quentes. Uma das mais populares abastece o spa de beleza e relaxamento da estação de esqui de Termas de Chillán, localizada nas encostas de um vulcão de mesmo nome. São piscinas de águas quentes termais, sendo parte delas ao ar livre, tratamentos com lama vulcânica, massagens e banhos terapêuticos.


BATH (INGLATERRA)

Divulgação

A única fonte termal da Inglaterra fica na cidade de Bath

A histórica cidade de Bath, localizada às margens do rio Avon, é a única na Inglaterra com o privilégio de possuir fontes de águas termais. Foram os romanos que descobriram as termas, atribuindo a elas propriedades medicinais. Eles construíram ali um conjunto de piscinas e banhos, construções com detalhes bem preservados até hoje. Quem quiser experimentar a sensação de um banho termal, deve ir ao Thermae Bath Spa, aberto em 2006, com uma piscina a céu aberto e outra fechada. Este spa público conta também com uma ampla sauna e tratamentos diversos.


BANFF (CANADÁ)


No belo cenário das Montanhas Rochosas canadenses, está o Parque Nacional de Banff, o primeiro do país, em Alberta. Além de ser um paraíso para os esquiadores, há a Upper Hot Spring, uma piscina ao ar livre, com a bela vista dos picos nevados. Variando entre  entre 37ºC e 40ºC, a água termal da região é rica em cálcio, sulfato, magnésio, sódio e bicarbonato.

Leia também em destinos de águas termais:

Os melhores destinos de águas termais

Roteiros de águas termais no Brasil

Receba mais dicas de destinos e viagens pelo twitter: @igturismo

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias