iG - Internet Group

iBest

brTurbo

Países baratos para viajar: África e Oriente Médio
Marrocos, Egito e Jordânia são as melhores opções para não gastar uma fortuna em sua viagem pela África e Oriente Médio 

Camila Sayuri, especial para o iG

 

Marrocos

Getty Images

O deserto do Saara é uma das atrações preferidas de quem vai ao Marrocos 


Banhado pelo Mar Mediterrâneo e Oceano Atlântico, no noroeste da África, o Marrocos já inspirou muitos filmes e até novela (lembram de "O Clone"?). Um dos principais destinos é Marrakesh, que revela aos ocidentais todo o misticismo da cultura islâmica com seus mercados a céu aberto, ruínas em terracota, mesquitas, palácios e jardins. Além disso, de lá, saem passeios diários para as montanhas da cordilheira dos Atlas, o deserto do Saara e as praias do Essaouira.

O país não é tão barato quanto destinos asiáticos e sulamericanos, mas dá para viajar bem sem gastar uma fortuna. Como em todo lugar, quanto mais locais você visitar, menos irá gastar. Nos souks, dá para encontrar de tudo, especiarias, roupas, joias e tapetes, para citar alguns produtos. Use todo o seu poder de barganha para conseguir ótimas pechinchas.

Quanto precisa: Dá para conhecer as belezas do país gastando cerca de US$ 40 por dia. Aproveite para conhecer mesquitas, passear pelos mercados e relaxar na praia, passeios que não custam nada para o seu bolso.

Onde ficar: Para vivenciar por completo a cultura marroquina nada melhor do que ficar em um Riad, a típica casa com jardim interior. Tem acomodações dos mais variados preços. Em Marrakesh, o honesto Ryad Mogador tem diárias a partir de US$ 44. Já em Fez, o Ibis Moussafir Fez tem preços a partir de US$65 para o casal.

Onde comer: Uma vez por lá, não deixe de provar os pratos tradicionais, como o cuscuz e o tahine. Para comer barato em Marrakech, pratos simples pode ser encontrados em barracas de comida em Jemaa El Fna. Quem quiser comer como um rei, o elegante restaurante Le Foundouk tem pratos por US$ 27 a 39.


Egito

Getty Images

Quem nunca sonhou em conhecer as pirâmides do Egito?


Terra da primeira grande civilização do mundo, o Egito dispensa apresentações. Suas atrações estão entre as mais famosas do mundo, como as pirâmides de Gizé, a Grande Esfinge e o rio Nilo.  Muito além das tumbas, templos e sítios arqueológicos, o país africano conta ainda com  belas praias, o deserto de dunas do Grande Mar de Areia e excelentes locais para mergulho no Mar Vermelho. Tudo isso faz do Egito um dos melhores lugares para se conhecer e, o melhor de tudo, gastando pouco para os padrões internacionais. Uma libra egípcia equivale a cerca de R$0,33.

Quanto precisa: O turista consegue passar o dia com cerca de US$ 20 a US$ 30. Mas, passeios monitorados e taxas de admissão em locais turísticos podem aumentar muito os seus gastos.  Um passeio completo pelas pirâmides de Gizé custa cerca de US$50. Quem possui a carteira de estudante internacional (ISIC) consegue alguns descontos.

Onde ficar: Há várias opções por menos de US$ 10 no Cairo, mas vale a pena desembolsar mais para ficar em locais melhores. O Windsor Hotel, no Cairo, mantém sua decoração colonial e está muito bem localizado. A suíte custa cerca de US$40.

Onde comer: Os pratos nos restaurantes do Egito costumam ser fartos e não muito caros. Um dos mais fashions restaurantes do Cairo, o Sequóia tem pratos entre US$6,50 e US$ 14.


Jordânia

Getty Images

Petra, na Jordânia, encanta turistas do mundo inteiro


O mais ocidentalizado dentre os países de língua árabe, a Jordânia atrai muitos turistas por ser um oásis de paz no meio do turbulento Oriente Médio. Seu destino mais conhecido é a cidade de Petra, inteiramente esculpida na pedra pelo povo nabateu. Mas não é o único lugar que deve ser visitado. Diversos tours levam diarimente os visitantes para flutuar sobre o Mar Morto, fazer um rali nas areias vermelhas do deserto de Wadi Rum e mergulhar nas águas azuis do Golfo de Aqba.

Um pouco esquecida dos turistas, a capital Amã é moderna e tem bons lugares para se fazer compras e encontrar algumas pechinchas. Mesmo com tantas atrações, dá para encontrar bons preços de hospedagem e restaurante para se aproveitar a região.

Quanto gastar: O turista que viaja por essa região consegue viver confortavelmente com cerca de US$50. As acomodações mais básicas chegam a custar menos de US$5. Hotéis quatro e cinco estrelas, no entanto, tem preços a partir de US$ 100. Localizado entre Ain Musa e Wadi Musa, cidades próximas ao sítio arqueológico de Petra, o hotel três estrelas Al-Anbat I tem suítes a partir de US$70.

Onde comer: Nas ruas, pode-se encontrar os bolinhos de grão de bico falafel e o sanduíche shawarma por US$1,50 a US$5. Nos melhores restaurantes de Amã os preços dos pratos chegam a US$20. O restaurante de comida libanesa Fakhr El-Din tem pratos entre US$15 e US$20.

*preços pesquisados em abril/2010


Não deixe de conferir outras opções de países econômicos:

Países baratos na Ásia
- Países baratos nas Américas
- Países baratos na Europa

Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias